Coverdale e Hughes: topando reunião do Deep Purple Mk.III

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 02/05/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

David Coverdale, frontman do WHITESNAKE/ex-DEEP PURPLE, disse recentemente a VH1 Radio Networks que ele se reuniria com seus antigos colegas de banda no DEEP PURPLE Jon Lord (teclado), Ian Paice (bateria), Ritchie Blackmore (guitarra) e Glenn Hughes (baixo, vocal) numa ocasião certa, como um show beneficente.

711 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?5000 acessosHeavy Metal: os vinte melhores álbuns da década de 80

Quando a VH1 Radio Networks conversou com Hughes na semana passada, ele disse que também toparia uma reunião da formação Mk. III do DEEP PURPLE e explicou por quê: “Sim, abslutamente, pela tarefa simples nesse propósito: Quando estava na banda nos anos 70, digamos que eu entrei para a formação com um cara de olhos brilhantes e posudo como o David e deixei a banda, bem porque, vamos dizer assim, estava muito bem servido”, ele disse, “E eu me retratei com todos, mas eu gostaria de fazer um jam com esses caras de novo como um homem sóbrio e alguém que sabe como lidar com sua vida diariamente. É a forma como gostaria de fazer.”

Hughes revelou que há outra razão para querer reunir: “E os fãs” disse ele. “Acho que o PURPLE Mk. III é a última reunião das bandas ícones dos anos 70. Sabe, o THE WHO voltou e até mesmo o ZEPPELIN fez um show. Então o Mk. III seria algo grande... para os fãs seria monumental. E sabe, eu gosto de agradar os fãs, eles foram ótimos.”

Então o que impede? Acontece que o Glenn tentou antes unir a banda sem sucesso. “Tudo depende de conseguirmos convencer o Ritchie e não tenho certeza de que isso seja possível. Mas o David e eu, nós nos encontramos vez ou outra. Conseguimos algo grande há uns quatro anos quando tentamos fazer acontecer mas não conseguimos trazer todo mundo e não queríamos aquele peso nas nossas costas, é muito pesado. E há muitas pessoas envolvidas e questões de emprego e então simplesmente decidimos seguir em frente porque estávamos perdendo muito tempo tentando conseguir algo e não deu certo.”

O ex-tecladista do DEEP PURPLE Jon Lord disse à revista britânica Classic Rock no último outono que ele não vislumbra uma reunião da formação Mk. III do PURPLE. “Acho que é sonhar alto demais”, disse Lord. “Eu sei que muitas pessoas gostariam que isso acontecesse, mas teria de envolver o Ian Paice e nesse momento ele está comprometido com a formação atual do PURPLE. E eu sei que eles estão planejando um novo álbum de estúdio, bem como turnês.”

Ele acrescentou, “Recebi um e-mail do David recentemente e parece que o Glenn e o Ritchie topariam, apesar de não saber como o Glenn se sente a respeito, com essa coisa do BLACK COUNTRY COMMUNION acontecendo.”

"Sim, eu adoraria tocar com o Ritchie de novo, mas não vejo nada quanto ao Mk. III.”

“Devo admitir que me preocuparia com a voz do David.”

Coverdale e Hughes entraram para o DEEP PURPLE em 1973 criando a formação Mk. III da banda, sendo que o membro co-fundador e guitarrista Ritchie Blackmore saiu em 1975 sendo substituído por Tommy Bolin.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de maio de 2011

MetallicaMetallica
Lars Ulrich e suas influências na bateria

711 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?434 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta695 acessosDeep Purple: a história de "Smoke On The Water"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Deep Purple"

Hard RockHard Rock
As bandas que deram origem aos heróis do gênero

Deep PurpleDeep Purple
Coverdale e Blackmore discutiram possível reunião

DebandadosDebandados
Saíram de uma banda e formaram outra (melhor?)

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"0 acessosTodas as matérias sobre "Whitesnake"0 acessosTodas as matérias sobre "Glenn Hughes"

Heavy MetalHeavy Metal
Os vinte melhores álbuns da década de 80

ReligiãoReligião
Os rockstars que se converteram

Oops!Oops!
Dez erros eternizados em gravações

5000 acessosNickelback: 11 razões para respeitar - muito - a Chad Kroeger5000 acessosNirvana: Claudia Ohana faz cover desastroso no Programa do Jô5000 acessosLegião Urbana: O dia em que Renato calou a plateia do Programa Livre5000 acessosOzzy Osbourne: o epitáfio do Madman, segundo ele próprio5000 acessosBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?5000 acessosBandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musical

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online