Týr: entrevista com o grupo no Polêmico Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Plínio Alves, Fonte: Polêmico Rock
Enviar Correções  

Segue abaixo trecho de entrevista do TÝR ao Polêmico Rock:

Polêmico Rock: Fala aí galera! É um prazer estar aqui entrevistando o Týr. O álbum "The Lay Of Thrym" apresenta bons e verdadeiros elementos de Folk/Progressive Metal, e também bastante técnica, que acaba fazendo deste álbum, algo realmente bom e único. Me fale mais sobre este mais recente trabalho, e seu ponto de vista.

Heri Joensen: Nós tentamos fazer um trabalho mais direto do que os álbuns anteriores, assim como fizemos da última vez. Nós focamos em letras mais básicas e canções menos progressivas. Apesar do foco ter sido o mesmo do último álbum, acho que desta vez a coisa funcionou melhor, talvez pela melhor escolha do material usado. É difícil dizer precisamente o porquê.

Polêmico Rock: Quais são suas expectativas sobre o Brasil? Eu posso dizer que há muita gente realmente empolgadas com os próximos shows por aqui!

Heri Joensen: Eu realmente não sei o que esperar. Eu espero ter que tocar para muitas pessoas e que as pessoas possam cantar nossa canção junto com a gente. Nenhum de nós nunca estivemos na América do Sul, então nós não sabemos o que realmente esperar. Ainda assim eu estou muito entusiasmado com a viagem e acredito que há muito por vir.

Polêmico Rock: Quais são as bandas mais influentes para vocês? Eu sempre pergunto isso porque é interessante saber, e os fãs gostam de saber. Se eu não estou enganado, um de vocês têm uma tatuagem do CFH (Cowboys From Hell/Pantera)...

Heri Joensen: Sim, é o Terji, ele é um grande fã de Pantera, e tem uma tatuagem da sigla CFH, Cowboys From Hell. Quanto ao resto de nós, eu sou um grande fã de Judas Priest, e bandas desse tipo, e nós gostamos de Dream Theater, Iron Maiden, Metallica, Black Sabbath, Dio, Rainbow, Savatage, Saga, e muitas outras bandas.

Veja a entrevista completa aqui:
http://polemicorock.blogspot.com/2011/06/entrevista-tyr.html...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da históriaCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

Freddie Mercury: Características vocais do cantorFreddie Mercury
Características vocais do cantor


Sobre Plínio Alves

Plínio Alves, formado em Administração de Empresas, blogueiro nas horas vagas. O primeiro contato com o Heavy Metal se oficializou aos 11 anos de idade com um um CD do Nirvana, "Nevermind". Depois deste marco, a paixão pela música pesada se desencadeou de forma bem natural e prazerosa. Dois anos depois, estarrecido com o som pesado e provocador de bandas de Death e Black Metal, se tornou um fã de carteirinha do estilo. Embora seja fã de estilos específicos, declara ter afinidade com qualquer rótulo musical dentro do Heavy Metal, sem preconceito algum. Duas bandas que resumem sua vida: Alice in Chains e Deicide. Os demais textos do autor podem ser vistos no blog Polêmico Rock.

Mais matérias de Plínio Alves no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin