Marty Friedman: sem interesse em celebrar "Rust In Peace"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.Net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 18/06/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


O DJ Marco Garavelli, da web rádio italiana Linearock.it, recentemente conduziu uma entrevista com o ex-guitarrista do Megadeth, Marty Friedman.
646 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosRodolfo: "O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"

Quando questionado sobre se ele estaria planejando lançar um novo álbum solo em breve, Friedman respondeu: “Meu próximo álbum se chama ‘Tokyo Jukebox 2’. Em 2009, eu lancei o ‘Tokyo Jukebox’, que foi bem sucedido para mim no Japão, e foi lançado no resto do mundo. Então a gravadora me perguntou se eu gostaria de fazer uma ‘parte 2’ dele e eu fiquei muito animado para isso, porque, na verdade, ‘Tokyo Jukebox’ é um dos álbuns que mais curti em gravar, então quando teve-se a idéia de gravar um segundo álbum, foi muito divertido escolher as músicas, criar os arranjos e gravá-lo, e eu estou muito feliz com o resultado. Está quase pronto; eu já gravei a maior parte dele antes de sair em turnê pela Europa. Onze músicas já estão prontas e há mais uma que eu vou terminar no Japão após uma turnê de workshops e então o álbum estará pronto, então estou muito animado com isso. Definitivamente, este é o mais profundo e especial álbum de todos, porque é o mais recente, e porque nele tem toda minha experiência acumulada e toda a profundidade do que aprendi nos últimos tempos, e estou muito feliz com ele até agora. Em setembro, ele vai ser lançado no Japão e eu estou tentando lançá-lo na Europa nessa mesma época, então talvez (ele seja lançado em outros territórios) por volta do outono” (N. do T.: Outono do hemisfério norte).

Sobre como foi estar no Japão – onde Friedman vive desde 2003 – quando o terremoto de magnitude 8.9 e o subsequente tsunami atingiu o país no início de março, Marty disse: “Eu estava lá quando aconteceu. Eu estava em estúdio com minha banda em Tóquio, então teve aquele abalo no estúdio, foi louco demais. Foi muito, muito assustador – amedrontador. Mesmo semanas depois, ainda era assustador. Talvez uma semana após o terremoto ter acontecido, eu voei para Los Angeles para pegar todas as minhas guitarras que estavam em LA – talvez umas 20 guitarras de minha era no Megadeth – e as leiloei em favor das vítimas do terremoto. Então eu vendi todas as minhas guitarras da era Megadeth, todas as minhas guitarras Jackson, e elas resultaram em muito dinheiro, então fiquei muito feliz em doar todo aquele dinheiro às vítimas japonesas do terremoto. Eu senti que tinha que fazer algo porque eu fiquei tão assustado e não sabia o que fazer. A única coisa que posso fazer é tentar ajudar, e como não sou médico e não sei absolutamente nada sobre coisas nucleares e nada sobre terremotos ou construções – eu não sei de nada – mas eu sabia que eu tudo que eu podia fazer era tentar ajudar, então vendendo minhas guitarras, eu fiz algo e me senti melhor sobre isso; de alguma forma, isso tirou um pouco do medo que eu estava sentindo.”

Sobre o tópico do álbum “Rust in Peace”, do Megadeth, e se ele gostaria de, de alguma forma, ter feito parte do show ao vivo com a banda para celebrar recentemente seu 20º aniversário, Friedman disse: “Definitivamente, não. O passado é passado. Quer dizer, foi um álbum maravilhoso e tenho certeza de que (a formação atual do Megadeth) está fazendo um excelente trabalho tocando o álbum. Então muitos fãs querem ouvir (aqueles músicas tocadas ao vivo), com certeza – todas as vezes que eu faço um workshop e eu autografo aquele álbum como se fosse algo fora de moda e então eles me pedem para tocar alguma música dele. Fico tão feliz pelo grande impacto que aquele álbum teve e tenho certeza (que a atual formação do Megadeth) está fazendo muitos fãs felizes tocando o álbum, então eu os apóio 1000%. Mas não é algo em que estou interessado em refazer no momento.”

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Abaixo, Marty Friedman tocando ao vivo em 26 de maio de 2011, em Tessaloniki, Grécia.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

646 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa471 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3374 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Joe CockerJoe Cocker
McCartney, Mustaine, Slash e outros comentam morte

MegadethMegadeth
"Eu amo você não importa o quão babaca você seja"

MetallicaMetallica
Chris Adler ainda se impressiona com Lars Ulrich

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

RodolfoRodolfo
"O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"

EvanescenceEvanescence
Estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filho

Green DayGreen Day
10 coisas que você não sabe sobre a banda

5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?5000 acessosSlipknot: Corey Taylor já pagou fã para deixar plateia5000 acessosNirvana: Polícia de Seattle libera novas fotos do corpo de Cobain3891 acessosComitiva do Rock: homenagem a todos os marombeiros4041 acessosPink Floyd: ...muito além das palavras...5000 acessosPantera: banda foi discretamente mencionada na cerimônia do Oscar

Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online