Matérias Mais Lidas

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemO dia que Cazuza pagou justo esporro para Sandra de Sá ao ver atitude da cantora em festa

imagemFãs não perdoam e reclamam da bateria de Lars Ulrich em novo single do Metallica

imagemMotörhead lança a música inédita "Bullet In Your Brain"; ouça aqui

imagemO clássico do Rock Brasileiro com erro gramatical que foi parar em curso pré-vestibular

imagemMetallica: e se "Lux Aeterna" estivesse no "... And Justice For All"?

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemTim Ripper Owens diz que nunca voltaria ao Iced Earth

imagemTitãs e o integrante que era visto como um líder mas saiu por estar em outra

imagemCharlie Benante não sabia de tour do Metallica com o Pantera

imagemO álbum clássico do Rush que Rafael Bittencourt não gostava nada

imagemA importância da ex-esposa de James Hetfield em sua luta contra o alcoolismo

imagemBandas de rock que lançaram poucos discos, mas continuam fazendo muito sucesso

imagemO motivo pelo qual Steven Tyler disse que "daria na cara" de Elvis Presley

imagemKirk Hammett sobre o Metallica: "Masculinidade tóxica alimentou essa banda"


Samael Hypocrisy
Stamp

Muito ricos: Apple já tem mais $ que o governo dos EUA

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Postado em 29 de julho de 2011

As gravadoras convencionais podem ter perdido muito de seu poder de fogo, mas um monopólio da mídia muito mais ameaçador começa a surgir no horizonte.

A gama de atividades da Apple pode ser muito mais diversa do que a da Sony, por exemplo, mas a mega empresa de Steve Jobs tem um ônus a menos: eles não patrocinam, desenvolvem ou divulgam artistas.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

De acordo com o site da BBC Londrina, a Apple agora tem mais dinheiro em caixa do que o governo dos EUA.

Os últimos números do Departamento do Tesouro Americano mostram que o país tem um saldo de caixa de US$ 73 bilhões.

Os resultados financeiros mais recentes da Apple dão conta que esta possui US$ 76.4 bilhões.

O congresso dos EUA deve votar uma emenda para elevar o teto da dívida estadunidense, permitindo que o governo pegue mais dinheiro emprestado para honrar compromissos.

Se o teto não for aumentado para além do atual limite de US$14.3 trilhões, o governo federal poderia ver-se impedido de fazer pagamentos, e correria o risco de perder crédito junto às agências internacionais.

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

Já a Apple, por outro lado, está fazendo dinheiro como nunca.

Nos três meses findados em 25 de junho, o faturamento líquido foi 125% mais alto do que no mesmo período no ano anterior, que tinha ficado em US$ 7.31 bilhões.

Com mais de US$ 75 bilhões mofando no banco ou em contas facilmente acessíveis, tem havido uma enorme especulação sobre o que a empresa fará com o dinheiro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

‘A Apple esconde o jogo’, disse Daniel Ashdown, um analista da Juniper Research.

Os observadores da indústria acreditam que a Apple esteja montando um paiol para ser usado em aquisições estratégicas de outros negócios, e para assegurar patentes tecnológicas.

A rede de livrarias Barnes and Noble e o site de filmes online Netflix são apontados como possíveis alvos, disse o Sr. Ashdown.

A empresa pode também ter seus olhos voltados para empresas menores que desenvolvam sistemas que a Apple possa querer acrescentar a seus equipamentos, tal como reconhecimento de voz.

A Apple abriu mão se um pouco de suas reservas recentemente quando se aliou à Microsoft para comprar uma massa de patentes da agora falida empresa canadense Nortel.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O consórcio da compra desembolsou US$ 5.4 bilhões por mais de seis mil patentes.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Megadeth: Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatos


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.