Matérias Mais Lidas

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemLes Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemMetallica divulga vídeo de "Whiskey In The Jar" ao vivo em Curitiba

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemOzzy achou que integrantes do Metallica estavam tirando uma com sua cara durante turnê

imagemClassic Rock lista 15 músicas do saudoso Chris Cornell que você precisa conhecer

imagemQuando Pete Townshend faltou a um show do The Who pra ir assistir o Pink Floyd

imagemRage Against The Machine vem ao Brasil em dezembro, diz José Noberto Flesch

imagemRob Halford explica como surgiu ideia de entrar no palco em cima de uma moto

imagemA surpreendente maneira que Nando Reis ficou sabendo da morte de Marcelo Fromer

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemKiko Loureiro diz que é mais fácil compor "música louca" de 20 min do que de 4 min

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth


Stamp

Arch Enemy: trecho de entrevista com Michael Amott

Por Juliana - AEBR
Fonte: Brazilian Apocalypse
Em 03/07/11

O Fansite oficial do Arch Enemy no Brazil - http://www.archenemy.net.br - acabou de postar a tradução de uma entrevista com o Michael Amott. Leia um pedaço abaixo:

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Sam Roon - "Khaos Legions" é facilmente reconhecido como poderoso para sua carreira impressionante e é um atestado de qualidade e musicalidade que os fãs em todo o mundo têm vindo a esperar do Arch Enemy. O que torna este álbum especial para você?

Michael Amott - Acho que nós fomos mais fundo nas nossas raízes coletivas e também tentamos algumas idéias novas e acredito que produzimos um dos nossos maiores esforços até hoje. O álbum é ainda muito novo e fresco, então eu não tenho um monte de perspectivas sobre ele ainda ... eu sei que eu estou muito orgulhoso do "Khaos Legions".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Sam Roon - Existe realmente algo para todos no "Khaos Legions", para os fãs de longa data do Arch Enemy e para novatos. O que é isso sobre a música que você sente que te faz tão acessível para novos fãs, mas o mantém alinhado com os muitos elitistas do metal por aí?

Michael Amott - Isso é ótimo, mas nós não propusemos a fazer álbuns "equilibrados" ou "seguros" ... Nós simplesmente escrevemos e o que sai naturalmente é o que acaba na gravação. O que nós gostamos ou sentindos no momento dita a direção e o som de cada capítulo da banda. Nossas gravações são sempre um pouco extremas demais para o "mainstream" e não extremas o suficiente para o underground. Conseqüentemente, nós somos uma banda que existe entre esses dois mundos, e não é um lugar ruim para se estar! Temos, como você disse, um monte de fãs em vários campos e podemos tocar na frente de um monte de diferentes públicos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sam Roon - Em nossa review do álbum em SkullsNBones mencionamos que várias músicas tiveram alguns sabores novos para eles. Canções como "No Gods, No Masters" e "Bloodstained Cross" tiveram elementos que tipicamente não são vistos nos álbuns Arch Enemy. Qual foi a inspiração por trás desses novos recursos para a música?

Michael Amott - Com "No Gods, No Masters", é uma mais melódico e uma abordagem quase "rock" para a composição. Nós somos todos grandes fãs de metal clássico e hard rock então isso vai sair às vezes em nossa própria escrita. "Bloodstained Cross" é mais extrema e tem talvez algumas torções e voltas inesperadas, foi um fluxo muito natural quando a escrevemos e arranjamos. Somente quando foi concluída que compreendemos plenamente que foi uma canção bastante única e especial para nós.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sam Roon - O mundo da música pesada muitas vezes empurra as bandas a ter foco em outros elementos além da música, como a exploração de mulheres por razões que não o seu talento único e impressionante. Como o Arch Enemy combate essas influências externas, e que conselho você daria para aqueles em uma situação similar que possa estar em conflito com a forma de lidar com isso?

Michael Amott - Eu não sou a pessoa certa para dar conselhos. Para nós, sempre foi simples. Angela é a vocalista do Arch Enemy e ela faz isso muito bem, ela tem uma voz única e uma presença de palco enorme. Ela também gerencia a banda e lida com assuntos do nosso negócio desde 2008. Angela é muito confiante e forte. Ela quebra um monte de estereótipos o que pode assustar algumas pessoas e fazê-las sentir inseguras, o que não é nosso problema. Isso não é um concurso de popularidade - isso é metal, porra.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O Khaos Legions já está disponível em versão nacional. Para informações sobre onde comprar vá para
http://www.archenemy.net.br/produtos_arch.php

Para ler a matéria completa clique no link a seguir:
http://www.archenemy.net.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Arch Enemy: Jeff Hanneman nunca será esquecido, diz Gossow

Angela Gossow: "Música me deu a liberdade que eu sempre quis"



Sobre Juliana - AEBR

Juliana Lacerda, formada em Matemática Aplicada e Computação Científica - USP. Fluente em inglês e atualmente aprendendo alemão e sueco. É webmistress do fansite oficial brasileiro da banda Arch Enemy www.archenemy.net.br . Além do Arch Enemy, gosta de bandas como Arkona, Dimmu Borgir, Ensiferum, Finntroll, Graveworm e Equilibrium.

Mais matérias de Juliana - AEBR.