The Agonist: "Alissa tenta matar a banda desde que foi demitida", diz Vicky Psarakis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Rock Confidential
Enviar Correções  

A atual vocalista do The Agonist, Vicky Psarakis, fez críticas à antiga cantora da banda, Alissa White-Gluz, hoje no Arch Enemy, em entrevista ao Rock Confidential. Os comentários foram feitos após Vicky ter sido perguntada a respeito do atraso para lançar o álbum "Orphans" - o trabalho, que chega em 20 de setembro, será disponibilizado três anos após o antecessor "Five" (2016).

Mike Portnoy: a reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater

Kirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Inicialmente, Vicky Psarakis explicou que o álbum demorou para ser lançado porque o The Agonist estava sem gravadora. Ela também citou "razões que transcendem a música". "Algumas pessoas não queriam que lançássemos esse álbum e nós tentamos muito, chegamos a considerar o lançamento de forma independente, o que não seria uma boa decisão em termos de mercado. Após seis meses tentando, ficamos frustrados, mas a Napalm apareceu e nos fez uma proposta por meio de seu sub-selo, Rodeostar. Usaremos todos os recursos da Napalm, então, aceitamos", afirmou.

Em seguida, perguntaram a Vicky quem são as pessoas que não gostariam de ver o The Agonist lançar o novo álbum. Ela respondeu: "Para quem acompanha, é óbvio que a pessoa que tenta nos impedir é Alissa (White-Gluz). No começo, ela falava mal dos integrantes em entrevistas. Isso é estranho, porque nunca a conheci, então é estranho falar disso. Não há como saber até que ponto o alcance dela impediria a banda. Sei de algumas coisas que ela fez e outras que são especulações. Posso dizer que ela está tentando matar essa banda desde que foi demitida".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Alissa White-Gluz foi anunciada como nova vocalista do Arch Enemy, na vaga de Angela Gossow (que assumiu a parte empresarial), em 17 de março de 2014. No mesmo dia, o The Agonist anunciou Vicky Psarakis como substituta.

Embora o The Agonist tenha divulgado uma nota desejando "o melhor" em sua nova trajetória, Alissa White-Gluz disse, também via comunicado, que tinha todo o intuito de fazer um novo álbum com o The Agonist, mas que os demais integrantes haviam decidido por seguir um caminho diferente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevistas, Alissa White-Gluz não tem comentado sobre a sua saída do The Agonist. Porém, em entrevista ao podcast de Jamey Jasta, "The Jasta Show", ela disse que nunca suspeitou que seria demitida da banda. "Não concordo com a forma que fizeram. Nunca mais vou falar com eles. Foi a pior traição que já sofri. Roubaram muito de mim e isso não é correto", afirmou, na ocasião.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mike Portnoy: a reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream TheaterMike Portnoy
A reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater

Kirk Hammett: Mustaine toca rápido e eu, melódicoKirk Hammett
"Mustaine toca rápido e eu, melódico"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280