Anthrax: "Scott teve que engolir palavras sobre Joey"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Renato Alves, Fonte: Blog Van do Halen
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em entrevista à Radio Metal, o baterista Charlie Benante não se privou de falar sobre algumas polêmicas recentes do Anthrax.

Slayer: "Não sei improvisar", diz Kerry KingNicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nos últimos a relação com vocalistas tem parecido uma novela aos olhos dos fãs. É difícil lidar com eles?

Se você ver a história de várias bandas, constatará que sempre há um problema com cantores. Há um termo usado no meio, que é "Lead Singer Disease (LSD)". Vocalistas, por algum motivo, acreditam merecer mais, sentem que possuem o trabalho mais difícil na banda. Mas normalmente, eles só precisam olhar para trás e ver quem tem a função mais dura, o baterista (risos).

John Bush era muito popular entre os fãs. Muitos ainda acreditam que foi um erro deixá-lo sair para fazer a turnê de reunião em 2005. Vocês compartilharam desse sentimento em algum momento?

O mais difícil é ter que escolher entre esse e aquele cara. Para mim, a formação clássica do Anthrax é a que criou os discos Spreading the Disease e Among the Living. Então, é óbvio que as pessoas iriam querer isso de volta. Nós vimos a diferença. Mais pessoas vem nos ver com Joey, há mais empolgação. Não estou tirando os méritos de John, apenas relatando um fato.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas pouco antes de Joey voltar pela terceira vez, vocês declararam que estavam em processo de reunião com John. Por que as coisas não funcionaram?

John voltou para preencher algumas datas que tínhamos. Ele não tinha intenção de ficar em definitivo. Penso que naquele momento todos nós precisávamos sair um pouco do Anthrax. Por isso fizemos outros projetos. Chegou um ponto em que sabíamos que John não faria mais parte e seguimos em frente.

Por que Joey saiu após a primeira reunião?

Estávamos trabalhando com um grupo diferente de pessoas, das quais ele não gostava. Essa foi uma das razões. Não o culpo, também não estávamos satisfeitos. Penso que a reunião foi feita pelos motivos errados, porém com a intenção certa, não forçamos a barra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Há um momento engraçado nesse meio tempo, quando Scott Ian declarou em um programa de TV que John Bush era como um leão e Joey Belladonna um passarinho. Pelo visto, era de um passarinho que o Anthrax precisava...

Acho que Scott teve que engolir algumas palavras. Mas ele só disse isso por mágoa, a relação não estava boa naquela época.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Anthrax"


Judeus no Metal: site elege Top 10 de músicos JudeusJudeus no Metal
Site elege Top 10 de músicos Judeus

Playlist: o melhor do Big Four do thrash metalPlaylist
O melhor do Big Four do thrash metal


Slayer: Não sei improvisar, diz Kerry KingSlayer
"Não sei improvisar", diz Kerry King

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester


Sobre João Renato Alves

Sem descrição cadastrada.

Mais matérias de João Renato Alves no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280