Matérias Mais Lidas


The Black Coffins: entrevista para o Just Kill The Time

Por Arthur Matos
Fonte: Just Kill The Time
Postado em 12 de outubro de 2011

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Recentemente a banda "The Black Coffins", que em breve lançará o split "Burial Breed" juntamente com os já veteranos do Infamous Glory, concedeu uma entrevista ao site mineiro "Just Kill The Time" falando entre vários assuntos sobre a cena paulista de metal extremo, planos para o futuro e também aspectos relacionados ao "Intervalo Banger", veículo capitaneado pelo vocalista Thiago "Vakka". Confira abaixo uma parte da entrevista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Olá. Antes de qualquer coisa gostaria de agradecer a banda por conceder essa entrevista para o Just Kill The Time e também gostaria de parabenizá-los pelo Split "Burial Breed" que será lançado em breve. Pra começar quais são os membros da banda e quando a mesma foi formada?

Vakka: E ae cara!! Nós quem agradecemos o interesse e valeu pelo elogio!!

O "The Black Coffins" é formado por mim, Vakka (vocal), J. Martin (guitarra), A. Beer (Baixo) e M. Rabelo (Batera). Bom, a banda não tem muito tempo. Começamos em Fevereiro deste ano, logo que o J. Martin voltou da suécia. Tínhamos planos há tempos já de tocarmos juntos, mas só agora concretizamos isso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

O "The Black Coffins" é uma banda muito nova, de apenas alguns meses e mesmo assim já está com um trabalho recém lançado e alguns shows realmente significativos já agendados. Qual o segredo para tanta "velocidade" (risos)?

Vakka: (Risos) Então cara, sabe que tem uma galera que pergunta isso, mas na real não tem segredo velho, só dedicação. Desde o primeiro dia que entramos no estúdio, sabíamos o que queríamos com a banda. Todos são envolvidos com bandas aqui em SP há muito tempo (mesmo), então a gente só decidiu que levaríamos essa da maneira mais profissional que o "Do it Yourself" poderia nos permitir... Então pra conseguir a gravação e o CD em tão pouco tempo, acredite, acumulamos muitas noites mal dormidas (risos).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Aliando o assunto da pergunta anterior, como vocês encaram a situação do mercado fonográfico atualmente? Existe uma clara tendência de queda do setor em geral, porém mesmo em tempos ruins alguns artistas se mantêm firmes. Como banda, como vocês vêem esse cenário?

Vakka: Hm, difícil dizer... Eu penso que a música tem uma cara, não puramente auditiva, é uma parada multi-sensorial. Eu gosto de ver a arte, ver as fotos da banda, ouvir o disco, entrar no clima da parada.

Na verdade eu sou da última geração que cresceu comprando vinil e viu a parada migrar pra CD e depois MP3. A galera mais nova não tem o hábito que tínhamos de dar valor ao pacote completo saca? Eu sou um colecionador ainda hoje, e todos os meus amigos são então trocamos coisas, comemoramos quando pegamos coisas raras e coisa assim, mas sei que o pessoal de hoje em dia não tem esse apego, o que é triste.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Veja, não sou contra MP3, pelo contrário... Baixo muita coisa pra ouvir, mas se eu curto um disco, tenho que tê-lo. Acho que o pessoal, principalmente as bandas que se mantém firmes pra lançar seu disco fisicamente é porque ainda prezam por esse aspecto e obviamente, seria legal se o público também ainda tivesse esse espírito.

Muita coisa hoje, mesmo o underground, seria diferente. É uma engrenagem, cara. Você compra disco, isso motiva quem lança disco a correr atrás de lançar mais discos.

Para conferir a entrevista completa basta clicar no link abaixo:

http://justkillthetime.com/index.php/entrevistas/103-the-black-coffins/1431-the-black-coffins-entrevista-exclusiva.html

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

O Split "Burial Breed", que será lançado em uma parceria entre os selos Equivokke Records, Karasu Killer Records e Manicômio Discos, já está em fase de fabricação e deve chegar ao mercado em breve.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Arthur Matos

Nascido no Triângulo Mineiro, Arthur Matos trabalha no mercado livreiro e é fundador e editor do site Just Kill The Time. Estudante de Relações Internacionais e administração, teve contato com o Rock desde cedo e logo se viu imerso em um mundo onde não há saída. Fã de (quase) todas as vertentes do Rock, tenta ajudar a cena que tanto gosta de uma forma ou de outra, seja trabalhando com bandas, comprando um CD ou vendendo os mesmos. Acredita que Varg é o gênio do mal mais talentoso do mundo. Também acredita que o Iron Maiden nunca deveria acabar.
Mais matérias de Arthur Matos.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS