RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de “Gita”

imagemA opinião de Humberto Gessinger sobre movimentos separatistas da região Sul do Brasil

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemDavid Gilmour largou vício maléfico após ouvir erro em disco do Pink Floyd

imagemComo Brian May acabou fazendo participação especial em disco dos Paralamas do Sucesso?

imagemDave Mustaine diz que atual formação do Megadeth é mais bem-sucedida em anos

imagemRoger Waters ataca a Ucrânia e é ofendido por esposa de David Gilmour

imagemPróximo do Angra contará com Fernanda Lira, Mayara Puertas, Karina Menascé e Angel Sberse

imagemCinco ícones do heavy metal que morreram de forma trágica

imagemMetallica: Scott Ian conta como foi o dia da demissão de Dave Mustaine

imagemQuando Axl Rose foi zoado na hora errada, após demonstrar sua fragilidade

imagemNervosa anuncia que próximo disco de estúdio está gravado

imagemPróximo álbum do Metallica será lançado em fitinha que custa mais de 80 reais

imagem"Patinho feio", Gene Simmons diz que não tem amigos


Stamp

Guns N' Roses: Axl é mais legal 5 da manhã que 5 da tarde

Por Samuel Coutinho
Fonte: jconline.com
Postado em 08 de dezembro de 2011

Tim Brouk do Journal And Courier, conduziu em dezembro de 2011 uma entrevista com o tecladista do GUNS N 'ROSES, Dizzy Reed. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

Journal And Courier: O que faz você ser tão apegado a esta banda?

Dizzy: Quando eu me proponho a fazer algo, eu gosto de terminá-lo. Eu nunca vi nenhum motivo para desistir. Começamos a fazer um disco novo, e eu realmente queria vê-lo terminado. Eu investi muito nele. As pessoas saem, em seguida, são substituídas. Elas vem e vão, mas eu não tenho nenhuma razão para desistir. Axl me deu uma oportunidade e por causa dele eu estou na banda. Ele foi bom para mim até agora, e eu ainda estou aqui.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Journal And Courier: Você entou na banda em 1990, mas já conhecia Axl antes. Qual é a sua impressão sobre ele, desde este momento em diante?

Dizzy: Nós sempre nos demos muito bem. Eu me lembro da primeira vez que eu o conheci: ele entrou no estúdio onde o Guns estava. Minha banda, na época, estava no estúdio ao lado. Eu estava deitado em um colchão no chão do estúdio com uma garota. Havia lixo por toda parte, porque havíamos acabado de nos mudar. Ele entrou e nos viu e disse: "Eu gosto dessa cara". Essa foi a primeira coisa, que eu lembro, que ele disse. E eu fiquei tipo: "Tudo bem...." Então eu os vi tocando pela primeira vez e eu pensei: "Eu tenho que entrar nessa banda. Esses caras são incríveis". Ele me ouviu tocar e disse: "Você vai ser o cara. Quando precisarmos de um tecladista, vai ser você". Eu estou feliz que eu ainda estou aqui e fazer música sempre foi incrível. Ele faz parte de uma espécie, o cara. Sempre foi e sempre será.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Journal And Courier: O que você achou da entrevista de Rose no "That Metal Show" do VH1 Classic (exibido no dia 11 de novembro)?

Dizzy: Eu não vi a entrevista. Temos nos isolado bastante. Nos bastidores, no ônibus, no hotel. Eu realmente não ouvi falar muito sobre isso ainda.

Journal And Courier: Os apresentadores do "That Metal Show" ficaram surpresos com a animação de Rose durante a entrevista, que ocorreu às 5 da manhã. Ele é assim durante toda a turnê?

Dizzy: Você sabia? Que Axl é muito mais divertido às 5 da manhã do que as 5 da tarde?

Leia a entrevista completa no jconline.com:

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.
Mais matérias de Samuel Coutinho.