Som Alto?: também gosta de maconha e sexo sem proteção?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Já lemos estudos que relacionam música alta com perda auditiva [duh!] e até depressão. Entretanto, de acordo com um estudo divulgado pela revista científica Pediatrics, também há uma correlação entre música alta, fumar maconha e sexo sem proteção.

Dio: as músicas de Heavy Metal/Rock favoritas do vocalistaAC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?

Conduzida por pesquisadores em Rotterdam, Holanda, a pesquisa foi baseada em resultados coletados de 944 estudantes de baixa renda [de 15 a 25 anos, média de 18] em duas escolas técnicas na Holanda. O estudo concluiu que comparados a ouvintes 'responsáveis' de música, aqueles que escutam música com players digitais com fones de ouvido são mais propensos a fumar maconha e cigarros, assim como fazer sexo sem preservativos. Além disso, os pesquisadores concluíram que aqueles que iam a shows e casas noturnas regularmente são mais propensos a encher a cara [consumindo cinco ou mais bebidas em seguida] além de fumar cigarros e ter sexo sem proteção. Interessantemente, 43% daqueles que vão a shows são menos propensos a fumar maconha.

Devemos notar, contudo, que esse estudo está somente relatando uma correlação entre tais atividades, não que a música cause comportamento novo ou mais arriscado. "Um show de música disco ou de pop poderia ser um lugar onde não só proteção auricular fosse fornecida, mas também um lugar onde preservativos sejam providos. Ademais, dicas inibidoras poderiam ser estabelecidas por meio de pôsteres ou mensagens impressas nos ingressos", sugere o estudo em sua seção de discussão [página 1101]. Esse estudo em particular meio que promove um estereótipo de ouvintes de música e freqüentadores de shows? Diríamos que sim. Mas causaria algum mal promover sexo seguro e avisos quando ao consumo excessivo de álcool através de pôsteres ou até em lembretes nos ingressos? Por que não?

Você pode ler o estudo na íntegra, tal como divulgado na revisa Pediatrics.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"


Oasis: até 1998 eu devo ter gastado um milhão com drogasOasis
"até 1998 eu devo ter gastado um milhão com drogas"

Duff McKagan: Ninguém escolhe o vício, nem Amy WinehouseDuff McKagan
"Ninguém escolhe o vício, nem Amy Winehouse"

Guns 'N' Roses: ninguém ama estar viciado, diz McKaganGuns 'N' Roses
"ninguém ama estar viciado", diz McKagan


Dio: as músicas de Heavy Metal/Rock favoritas do vocalistaDio
As músicas de Heavy Metal/Rock favoritas do vocalista

AC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?AC/DC
Como Angus responde a um copo de cerveja atirado?

Capas de álbuns: algumas curiosidades e históriasCapas de álbuns
Algumas curiosidades e histórias

Fotos de Infância: Robert Plant, do Led ZeppelinFotos de Infância
Robert Plant, do Led Zeppelin

Sexo e Rock and Roll: músicas com conotação sexualSexo e Rock and Roll
Músicas com conotação sexual

Guitarra: Kirk Hammett se impressionou com o DragonforceGuitarra
Kirk Hammett se impressionou com o Dragonforce

Doro Pesch: ela tinha uma queda por Hetfield, mas depois conheceu Mustaine...Doro Pesch
Ela tinha uma queda por Hetfield, mas depois conheceu Mustaine...


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.