Profetika: banda encerra atividades após quatro anos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruno Blackened Monteiro, Fonte: Profetika, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 21/05/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

É com grande pesar que comunico o fim da PROFETIKA, uma das melhores bandas de Thrash Metal que o Amapá teve. A banda fez sua apresentação de despedida no Liberdade ao Rock do dia 12 de maio de 2012, na Praça da Bandeira.

5000 acessosMetal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.com5000 acessosOzzy Osbourne: os conselhos do Madman sobre masturbação

Segundo o vocalista Michel Silva, em conversa pelo Facebook, o nome PROFETIKA estava gerando problemas para os músicos. “Precisavamos dar um gás na banda, mas nome estava travando as coisas. Em respeito à história da banda, resolvemos encerrá-la ao invés de mudar de nome”, disse ele. O vocalista também falou que os membros da PROFETIKA estão com um novo projeto, ainda sem nome definido. A proposta das letras é outra, mas o som ainda é calcado no Thrash. “É a vertente que eu amo”, ressalta Michel.

Ainda pelo Facebook, o vocalista postou a seguinte nota: “Quero em público agradecer em nome da PROFETIKA a todos que participaram de nossa despedida sábado. Foi demais, galera! Foi lindo ver tanta gente cantando nossas músicas, lamentando o fim da banda. Pude sentir o carinho e o respeito que muitos nutrem pela banda. Nunca imaginei ver gente chorando pelo fim da banda como vi naquela noite. Só tenho a agradecer a todos que foram lá e nos deram força e muitos que sempre nos acompanharam em vários lugares onde tocamos, em especial ao incrível público do Liberdade. Sou fã de vocês de coração! Sei que quando voltarmos com nosso novo projeto, vocês estarão lá para nos apoiar. Agora vamos dar um tempo, terminar a produção das músicas que já estão encaminhadas e em breve divulgaremos o nome da nova banda. Abraços!”

A banda foi formada em 2008 e lançou, em julho de 2010, Serial Killer, um EP com cinco faixas de puro e refinado Thrash Metal cantado em português. A PROFETIKA já tocou em festivais conceituados, como o Festival Quebramar, e representou o metal amapaense em coletâneas e outros festivais fora do Estado.

Desejamos aos membros da PROFETIKA boa sorte no novo projeto!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Profetika"

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Madman dá conselhos sobre masturbação

HumorHumor
O dia em que Steve Vai foi humilhado por Chimbinha

5000 acessosRush: Um Adeus Aos Reis5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas5000 acessosRock e metal: o outro lado das capas de discos5000 acessosKiss sobre Secos e Molhados: "há quem acredite em OVNIs"5000 acessosRodolfo Abrantes: "Raimundos como banda não me interessa"5000 acessosGuns N' Roses: assista os primórdios da banda em 1986

Sobre Bruno Blackened Monteiro

Metalhead, Gamer, Otaku e Jornalista. Essas são as palavras que me descrevem melhor. Um jovem que faz de tudo para apoiar o Heavy Metal, seja através de resenhas, artigos, fotos, reportagens, entrevistas ou mesmo estando assiduamente nos shows apoiando e bangueando ao som das bandas. Amo o Metal desde os 16 anos e minhas vertentes favoritas são Thrash, Death e Power Metal. Também gosto de Gothic, Doom e Black Metal, mas o Thrash é o que me move! THRASH!

Mais matérias de Bruno Blackened Monteiro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online