Linkin Park: banda vem novamente raivosa em novo álbum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Priscila Santos, Fonte: Linkin Park World News
Enviar correções  |  Ver Acessos

Como Rick Rubin ajudou a banda a retornar às suas raízes de rap-rock

No outono passado, o Linkin Park se encontrou com o produtor Rick Rubin no Estúdio de Gravação NRG em North Hollywood em uma missão urgente: Após quatro grandes álbuns, a banda queria recuperar a energia dos seus primeiros hits no seu quinto trabalho. "Foi aqui que gravamos todos nossos álbuns, exceto um", diz o rapper-produtor Mike Shinoda, sentado no enorme console de mixagem que o grupo usou para trabalhar no Living Things, que sairá em 26 de Junho. "Há uma sensação de conforto aqui".

O último álbum do Linkin Park, o experimental, quase U2, A Thousand Suns de 2010, vendeu uma marca impressionante de 840.000 cópias, mas provou ser um divisor. "Nós queríamos encontrar uma nova voz, mas tínhamos alienado alguns fãs fiéis", diz o cantor Chester Bennington. Então desta vez, os seis membros da banda - Shinoda, Bennington, o guitarrista Brad Delson, o baixista Dave Farrell, o baterista Rob Bourdon e o DJ Joe Hahn - voltaram aos sons que os definiram inicialmente. A estrondosa "Burn It Down" destaca a química entre os versos de rap intensos de Shinoda e os uivos emocionais de Bennington, enquanto a brutal "Victimized" é a faixa mais agressiva da banda em anos. "No passado, nós nos afastamos conscientemente de tudo que tínhamos feito antes, mas agora, a energia é claramente semelhante à que você pode encontrar no Hybrid Theory", diz Bennington, referindo-se ao álbum de estréia arrasador da banda em 2000.

O processo de gravação não foi sempre fácil. "Eu lembro de uma reunião na qual ouvimos tudo o que tínhamos", diz Rubin. "A maior parte da banda foi bem crítica, e houve muito desentendimento. Nos dias seguintes, Mike e Brad se aprofundaram no trabalho - e de repente, as músicas soavam perfeitamente! Eu não sei bem o que aconteceu, mas seja lá o que foi, funcionou".

No final, Living Things, incorporou algumas influências inesperadas: os vocais em um estilo mais quente em "Skin to Bone" e um ritmo mais ameno em "Roads Untraveled" refletem o novo interesse da banda em folk. "Nós não olhamos apenas para Bob Dylan, mas também para a música que o inspirou", diz o vocalista. "Ter essa batida forte nessa melodia country-folk é estranho - mas é totalmente Linkin Park."

Mais Informações:
http://linkinparkworldnews.blogspot.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Linkin Park"


Sucesso: gráfico em vídeo mostra artistas mais vendidos de 1969 a 2019Clube da Música: 10 bandas de Rock/Metal mais acessadas do YouTube (vídeo)

Nu metal: as 40 melhores músicas do estilo, segundo a Metal Hammer (com playlist)Nu metal
As 40 melhores músicas do estilo, segundo a Metal Hammer (com playlist)

Em 24/10/2000: Linkin Park lançava seu primeiro álbum, Hybrid TheorySlipknot: e se "Psychosocial" tivesse sido gravada pelo Linkin Park?

The Voice: candidatos fazem batalha cantando Linkin ParkThe Voice
Candidatos fazem batalha cantando Linkin Park

Júnior Bass Groovador: veja-o tocar Numb, do Linkin Park, em versão forróJúnior Bass Groovador
Veja-o tocar "Numb", do Linkin Park, em versão forró

Linkin Park: Perdemos fãs ao longo do caminho intencionalmenteLinkin Park
"Perdemos fãs ao longo do caminho intencionalmente"

Linkin Park: Chester Bennington puto da vidaLinkin Park
Chester Bennington puto da vida


Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburreceOlavo de Carvalho
Segundo ele, o Heavy Metal emburrece

Megadeth: Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu GomesMegadeth
Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu Gomes


Sobre Priscila Santos

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336