Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemRafael Bittencourt, do Angra, explica por quê está usando unhas postiças

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post

imagemEsposa de Rafael Bittencourt revela o que mais a atraiu no começo do namoro

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que os headbangers idolatram 1986

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...


In-Edit

Scott Weiland: disposto a uma reunião do Velvet Revolver

Por Nathália Plá
Fonte: blabbermouth.net
Em 03/05/12

O VELVET REVOLVER se reuniu com o vocalist do STONE TEMPLE PILOTS, Scott Weiland, para uma performance única no "Love You Madly: A Concert For John O'Brien" em janeiro, no House Of Blues em West Hollywood, Califórnia. A banda tocou um set de 4 músicas – incluindo um cover do clássico "Wish You Were Here" do PINK FLOYD — no evento, que prestou tributo ao compositor premiado pela ASCAP, John O'Brien, que foi encontrado morto em um quarto de hotel em Chicago em agosto.

Quando perguntado pela RollingStone.com se ele estaria aberto a uma reunião completa do VELVET REVOLVER em algum momento, Weiland disse, "Sim, definitivamente estaria, em algum momento. Se o Maynard [James Keenan] consegue isso com o A PERFECT CIRCLE e o TOOL, então não há razão nenhuma pela qual eu não deveria seguir com as duas bandas [STONE TEMPLE PILOTS e VELVET REVOLVER]".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Falando a Frankie DiVita, personalidade do rádio na 96.7 KCAL Rocks, no show do NAMM (National Association Of Music Merchants) de 2012, o baterista do VELVET REVOLVER, Matt Sorum, declarou o seguinte sobre a experiência de tocar com Weiland, "Foi legal, cara. Não tocávamos juntos há muito tempo. Ele passou algumas músicas. Nós tocamos apenas umas três músicas. Mas foi legal estar no palco e tocar de novo. Foi como andar de bicicleta. Todos se divertiram e nós levantamos fundos por uma situação bem triste. O John O'Brien faleceu e deixou uma esposa grávida e mais um filho. E muita gente apareceu no show... Foi incrível".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ele acrescentou, "Nós nos divertimos. O Scott e eu acertamos umas coisas nos bastidores e conversamos, e isso foi legal. Ele chegou pra mim e foi realmente humilde e bacana. Porque as coisas acontecem quando você está na estrada e as pessoas ficam cansadas e falam merda. Tudo cai na internet agora; você não escapa de nada".

"Estando no music business tanto tempo como eu, eu ainda estou aprendendo. Ficamos na estrada 18 meses. E ficamos cansados e aconteceram coisas. Há muita pressão. Você acha que sempre iria querer fazer de forma diferente, mas as coisas são como tem de ser; não dá pra explicar".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Nós fizemos uns bons discos [com o Scott]. O segundo disco ['Libertad', de 2007] não fez tanto sucesso quanto o primeiro ['Contraband', de 2004], mas acho que é um disco bacana também. Eu gostei de muita coisa daquele disco, e de ter trabalhado com o Brendan O'Brien [produtor]. O primeiro disco, obviamente, foi um enorme sucesso para nós".

Quando perguntado se há alguma chance do VELVET REVOLVER trabalhar com Weiland novamente, Sorum disse, "Eu não sei... Vamos ver o que acontece. O Slash [guitarrista do VELVET REVOLVER] está com a agenda cheia por um ano pelo menos [fazendo turnê por seu próximo álbum solo], então eu não sei o que vai acontecer, para ser honesto. Nós não discutimos isso... Eu não sei... Não sei dizer. Isso não foi discutido, na verdade, então eu não quero falar sem saber".

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Falando por que foi tão difícil para o VELVET REVOLVER encontrar um substituto para Weiland, Sorum disse, "Estávamos tentando [encontrar um novo vocalista ano passado], mas não deu certo... Tínhamos o Corey Taylor [do SLIPKNOT e STONE SOUR] que veio e compôs músicas conosco; isso é bem sabido. Fizemos umas músicas, e não deixou ninguém extasiado. Então nós basicamente pusemos o pé no freio. Acho que eu estava animado em dar prosseguimento, mas talvez isso fosse mais uma empolgação do que outra coisa... Acho que foi legal, mas o Slash não curtiu. E se não estivermos em um consenso, nós normalmente não seguimos... Nós respeitamos isso, sabe".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O setlist do VELVET REVOLVER na performance de 12 de janeiro com Scott Weiland no evento "Love You Madly: A Concert For John O'Brien" foi o seguinte:

01. Sucker Train Blues
02. She Builds Quick Machines
03. Slither
04. Wish You Were Here (cover do PINK FLOYD)

Veja abaixo imagens gravadas por fãs da performance do VELVET REVOLVER na íntegra.

Weiland reuniu-se com sua banda original, STONE TEMPLE PILOTS, logo quando sua participação no VELVET REVOLVER estava chegando ao fim. O STP tem estado constantemente em turnê desde então e gravou um novo álbum em 2010.

Performance no "Love You Madly: A Concert For John O'Brien":

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Slash: Cirurgia cardíaca antes do show com Michael Jackson


Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá.