Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemAdrian Smith conta como Iron Maiden permaneceu forte e era grunge passou

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemO dia que Serguei fez um react do clipe de "Recomeçar", o hit do Restart

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemThe Offspring: Soco de faca, brinde milionário e outras histórias

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade


Stamp

Max Cavalera: "Tenho sorte por conseguir cagar riffs"

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 05/06/12

Por Dave Everley para a edição inglesa da revista METAL HAMMER – março de 2012
Traduzido por Nacho Belgrande

Oito discos depois, ficou mais fácil compor um disco do Soulfly?

Fica mais difícil criar novas ideias, conceitos e sons. Mas também é divertido. Tenho sorte por conseguir cagar riffs.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Como você decide quais músicas acabam no Soulfly e quais acabam no Cavalera Conspiracy?

Eu sempre trabalho com uma bateria eletrônica velha e um gravador de quatro pistas antigo. Eu acabo escrevendo todas elas e colocando-as em CDs diferentes. Depois, eu decido que riffs deveria ir pro CC e quais vão pro Soulfly e alguns que não vão pra lugar algum.

Como é ter três de seus filhos no estúdio com você? Eles tentam mandar em você de vez em quando?

Foi a realização de um sonho. Eu sou o pai mais orgulhoso de todos os tempos. Eu e Zyon trabalhamos em ‘Revengeance’ no começo. E daí veio o Igor e mudou a música inteira. Daí o Zyon ficou puto, e eu tive que entrar no meio deles, e mandar todo mundo se acalmar. Nós acabamos usando dois dos riffs novos de Igor. Na verdade, todas as guitarras-base daquela música foram gravadas por Igor.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Com o que o baterista David Kinkade colaborou?

Extremidade. Que o motivo pelo qual o escolhi. O pedal duplo dele é sinistro.

Quem você adoraria ter como convidado em um disco do Soulfly?

Ozzy e Lemmy, dividindo os vocais comigo. Ozzy é o padrinho do Metal, Lemmy é o padrinho do Thrash Metal, e eu seria como o afilhado! Triple-X Metal Assault!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.