Top Gun Anthem: o clássico eterno de Steve Stevens

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

Steven e sua atual esposa, Josie. Olha o respeito!
Steven e sua atual esposa, Josie. Olha o respeito!

Mesmo quem não viveu os anos 80 com certeza já escutou algo de um dos guitarristas mais subestimados da história: o novaiorquino STEVE STEVENS.

publicidade

Stevens, nascido em 1959, é dono de um estilo único, além de grande presença de palco, o que pode ser aferido em suas colaborações mais do que ilustres ao longo da carreira: ele é co-autor dos maiores sucessos de BILLY IDOL, foi guitarrista de MICHAEL JACKSON [para quem tocou ‘Dirty Diana’ do disco ‘BAD’ de 1987, chegando a aparecer no filme ‘Moonwalker’] e DESOSSOU no que talvez seja o grande clássico do hard rock angeleno dos anos 90, o álbum de estreia da carreira solo de VINCE NEIL, ‘Exposed’.

publicidade

Contudo, uma única faixa permanece como sua Capela Sistina: ‘Top Gun Anthem’.

A música, uma peça instrumental composta por Stevens e HAROLD FALTERMEYER [tecladista de notável currículo, e que estava trabalhando com Steve no álbum ‘Whiplash Smile’ de Billy Idol. Nota válida: Harold deu ao mundo outro tema eterno - o de ‘Um Tira da Pesada’] foi o tema do filme ‘Ases Indomáveis’ de 1986. Uma mixagem alternativa da música sem a guitarra elétrica é tocada na introdução da película quando um F-14 Tomcat está sendo preparado para decolar de um porta-aviões. Depois que as turbinas do F-14 atingem alta rotação, a trilha muda imediatamente para outra pérola do hard rock/AOR, ‘Danger Zone’, de KENNY LOGGINS.

publicidade

‘Top Gun Anthem’ ganhou o Grammy de 1987 na categoria ‘Melhor Canção Pop Instrumental’. O clipe da música, dirigido por Dominic Sena, mostra Harold tocando piano e Stevens na guitarra em um hangar com aeronaves bélicas. O vídeo foi relançado na edição de colecionadores do DVD de ‘Ases Indomáveis’ de 2004.

publicidade

publicidade

Inicialmente, Harold fora convidado pela Paramount para compor a música, e ele acabou chamando Stevens para tocar guitarra nela. Mostraram um pequeno clipe do então não-intitulado filme, e ele concordou em tocar nela porque parecia que o filme seria um grande sucesso [e de fato o foi: a maior bilheteria de 1986]. Uma trilha de guitarra já havia sido gravada na demo que for a entregue a Stevens. Steve queria gravar suas partes usando um canal, e evitar qualquer tipo de overdubbing.

publicidade

Stevens usou uma Hammer SS em um velho amplificador Marshall de 100 watts para gravar sua parte. Ele também usou um pequeno pedal compressor Boss para acentuar os sustenidos. Há apenas uma trilha de guitarra em toda a faixa, à exceção do fade final.

A música faz parte da trilha sonora de ‘Ases Indomáveis’, assim como de sua versão expandida em CD.

publicidade

Uma continuação para ‘Ases Indomáveis’ está sendo pré-produzida e deve chegar aos cinemas em 2014.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin