Super irrelevante: o futuro da música digital na Ásia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 16/11/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Os asiários amam música praqueles lados!

1649 acessosAnos 90: Antes da Internet as Fitas K7 eram a Salvação no Rock5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

Em sua última postagem, o site Pro Soul anunciou a liberação de seu conteúdo na China, de modo a melhor servir a indústria musical asiática e o enorme e subdesenvolvido mercado chinês.

Eis algumas estatísticas que mostram porque esse é um mercado tão importante, conduzida pela IPSOS, uma das maiores empresas de pesquisa de mercado do mundo tal como fora revelado na maior conferência musical da Ásia, a MUSIC MATTERS.

Mercados-chave para crescimento da música digital na Ásia:

1: Sudeste asiático

2: China

3: Índia

26% dos usuários de aparelhos portáteis ou de telefonia celular na Ásia baixaram aplicativos musicais para iPhone, HTC, Android [muito mais do que downloads de músicas].

O rádio só é popular mesmo na América do Norte, e não na Ásia, onde as pessoas tem acesso à música através de dispositivos portáteis e pelo computador.

A maioria da população da China ouve e obtém música através de celulares, então misturar música para celulares, e chegar nas três maiores operadoras de celular na China é essencial para se penetrar nesse mercado.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Anos 90Anos 90
Antes da Intenet as Fitas K7 eram a Salvação no Rock

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Indústria Musical"

Músicos, aceitemMúsicos, aceitem
Ninguém mais paga por música

EstúdiosEstúdios
Os 10 que você deve conhecer antes de morrer

Mp3Mp3
O que perdemos durante o processo de compressão?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Indústria Musical"

Axl RoseAxl Rose
Sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

Metal ProgressivoMetal Progressivo
Os melhores álbuns do estilo segundo o About.com

ListaLista
As dez melhores músicas para se ouvir na estrada

5000 acessosResenha - Sgt. Peppers - Beatles5000 acessosAC/DC: setlist, fotos e vídeos do show arrasador com Axl Rose5000 acessosBruce Dickinson: Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose5000 acessosPink Floyd: Todos erguemos muros ao redor... qual é o seu?5000 acessosRamones: veja a foto da capa do "Rocket To Russia" colorida!4272 acessosLoudwire: 10 incríveis momentos de Bruce Dickinson no palco

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online