Michael Kiske: falando sobre possível reunião com o Helloween

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Felício, Fonte: Funny Words Pink Cream 69 FC
Enviar correções  |  Ver Acessos

Michael Kiske, ex-vocalista do Helloween e atual frontman do Unisonic, banda que conta com Dennis Ward no baixo e Kosta Zafiriou na bateria, concedeu uma entrevista por e-mail a um grupo na rede social Facebook de fãs da banda. Segue abaixo trecho da entrevista, postado no site Funny Words (fã site do Pink Cream 69).

Sonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejadosJames Hetfield: O equilíbrio entre Metallica e vida familiar

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Faces In the Night: Como você se sente sobre o amor dos fãs? Você esperava tamanha intensidade de amor e de respeito que os fãs tinham por você?

Michael Kiske: Não, eu não esperava algo grande assim e isso me fez refletir bastante. Sou muito grato pelo fato de que, na maioria dos países, as pessoas não se esqueceram de mim ou de nós. É ótimo e ajuda muito de várias maneiras. As vezes quase pareceu que o tempo não havia passado porque há muitas pessoas jovens indo para os shows, então o público aparenta como o público de quando começamos com o Helloween. É também algo que eu não esperava.

FITN: O vocalista atual do Helloween disse em entrevistas recentes que ele tentou conseguir o Unisonic na nova turnê ao invés do Gamma Ray e que ele continuará tentando no futuro. Você acha que isso pode acontecer no futuro?

MK: Nunca se sabe, mas seria algo um pouco estranho pra mim no momento... Uma ideia meio estranha... Ainda realmente não sei.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

FITN: Dennis Ward em uma entrevista há algumas semanas disse que ele não se sentia confortável tocando músicas mais pesadas e que o Kosta gostava mais dos shows em que ele não tinha que tocar "March Of Time" Há diferente opiniões sobre o estilo do Unisonic entre os membros da banda? Você acha que o próximo álbum será mais melódico?

MK: Claro que as opiniões são diferentes, como sempre em qualquer banda. Dennis, Kosta e Mandy estão vindo mais de um lado mais Rock enquanto Kai é Metal puro, e eu bastante aberto, desde que não seja algo satânico ou negativo. Meu gosto musical vai de Metal ao Rock ao Pop; de música clássica para Folk irlandês ou música country algumas vezes, etc. Eu posso escutar um álbum do Iron Maiden e curtir tanto quanto um do Elvis ou da Cara Dillon; basicamente qualquer coisa cuja alma, coração e honestidade eu possa perceber. Todos temos gostos diferentes, mas somos adultos o suficiente para organizarmos tudo isso na maioria das vezes. Então está muito em aberto como o próximo álbum iria soar. Não é que tenhamos feito um plano abstrato e escrito músicas em uma determinada direção. Está mais para uma fase de colher idéias e deixar as músicas acontecerem do jeito que elas melhor surgirem. As vezes uma música só funciona se tocada mais rápida e pesada, ou e então o oposto. Um álbum simplesmente acontece. Mas já que somos indivíduos diferentes na banda, tenho certeza de que será uma mistura de estilos novamente. Se o Kai chegar com uma música de Metal que está funcionando, nós com certeza iremos trabalhar nela. O mesmo acontecerá para os outros estilos.

Para ler a entrevista na íntegra, acesse:
http://funnywords.wix.com/pinkcream69br#!news/cb30




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Unisonic"Todas as matérias sobre "Pink Cream 69"Todas as matérias sobre "Helloween"Todas as matérias sobre "Gamma Ray"Todas as matérias sobre "Michael Kiske"


Heavy Metal: uma nação constituída por músicasHeavy Metal
Uma nação constituída por músicas

Helloween: Future World em mashup com os três vocalistasHelloween
"Future World" em mashup com os três vocalistas


Sonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejadosSonho de Consumo
Os 10 palcos de shows mais desejados

James Hetfield: O equilíbrio entre Metallica e vida familiarJames Hetfield
O equilíbrio entre Metallica e vida familiar


Sobre Paulo Felício

Paulo Cleberson da Silva Felício nasceu em 02/10/1991 em São Paulo, capital. Até os 12 anos de idade não era muito ligado em rock e Heavy Metal, até que em 2002 um amigo lhe apresentou uma banda chamada Blind Guardian, cuja temática chamou sua atenção, pois Paulo adorava temas Medievais. É moderador do Site/Fórum MICHAEL KISKE BRASIL.

Mais matérias de Paulo Felício no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280