Led Zeppelin: "É como uma cartilha para jovens músicos", diz Page

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: CBSNews, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

As lendas do rock Jimmy Page, John Paul Jones e Robert Plant - talvez mais conhecidos como o LED ZEPPELIN - foram homenageados em dezembro de 2012 no Kennedy Center Honors, onde foram introduzidos simplesmente como "a melhor banda de todo os tempos".

2340 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok5000 acessosIron Maiden: quinze canções que definem a banda

Os três músicos sentaram-se com Charlie Rose e falaram sobre os primeiros dias do grupo, seu passeio intenso pela fama, e o que está por vir.

Jimmy Page explicou que o grupo foi formado depois que uma banda com a qual ele estava tocando, THE YARDBIRDS, se dividiu.

"Então, eu queria formar uma espécie de grupo a partir das cinzas dos YARDBIRDS, se você prefere ver desta forma, e comecei a busca de músicos".

O primeiro novo membro a ser convocado foi o músico de estúdio John Paul Jones, e depois juntaram-se o vocalista de 19 anos, Robert Plant, e John Bonham na bateria.

E de imediato, o grupo sabia que eles iriam fazer o que fizeram. "A coisa ficou grande desde o minuto em que nos conhecemos" disse Plant a Charlie Rose.

"Não importa o que aconteceu depois disso ... Quero dizer, foi como, 'Bang, o que é isso?'" Page continuou.

E a banda disse que, embora nunca os críticos "entendessem o que estávamos fazendo", eles ficaram ainda melhores criativamente nas décadas seguintes.

Todos os oito álbuns de estúdio da banda chegaram à lista Billboard Top Ten, seis deles no número um.

"Eu acho que nós nunca conseguimos suprir a demanda", disse Page. "As pessoas só ficam querendo nos ver ... mais e mais. Em massa".

Apesar de seu sucesso impressionante, Plant disse na época: "Eu não conseguia superar o fato de que eu estava saindo com JANIS JOPLIN e pessoas como ela."

Mas a banda chegou a um fim abrupto em 1980, quando o baterista John Bonham morreu.

"Era uma banda de quatro, sabe", Plant explicou. "Teria sido impossível ser realmente capaz de tocar e não ver John Bonham lá".

Assim, por 30 anos, os três membros sobreviventes perseguiram carreiras separadas, além de duas breves reuniões ao vivo em 1985 e 1988, que foram recebidos com elogios pelos fãs, mas decepcionaram a banda.

"Não foi ruim, mas não foi muito, muito bom", disse Page.

Em 2007, Plant, Page, Jones e subiram ao palco novamente - desta vez com o filho de John Bonham, Jason, na bateria - para uma última vez. A banda fez uma performance que não decepcionou os fãs ... nem a si próprios.

"Lá pela música número três, eu acho que soubemos que... era pra valer", disse Plant.

"Foi a oportunidade perfeita para ir lá ... e mostrar porque éramos quem éramos", Page acrescentou.

A banda não tem planos de se reunir para uma turnê, mas está confiante em seu lugar na história do rock.

"É como uma cartilha para jovens músicos", disse Page, antes de acrescentar: "Eu diria que ... sem ser vaidoso aqui ... mas sim, foi a melhor banda".

Confiram o vídeo da entrevista (sem legendas), no endereço abaixo.

http://www.cbsnews.com/8301-505263_162-57560436/led-zeppelin...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Steve VaiSteve Vai
A música que o fez querer ser guitarrista

2340 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok689 acessosEduarda Henklein: tocando e cantando "Immigrant Song" do Led1149 acessosDinamarca: garotinha de 10 anos ganha programa tocando Led e RATM0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Catarina MiglioriniCatarina Migliorini
Virgem gosta de Led, Purple, Sabbath e Floyd

CuriosidadesCuriosidades
As histórias por trás de 11 capas clássicas

Rolling StoneRolling Stone
Revista elege sete hinos para sete décadas de rock

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 22 de dezembro de 2012
Post de 24 de dezembro de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Iron MaidenIron Maiden
Quinze canções que definem a banda

MotörheadMotörhead
"Sharon equivale a três Iron Maidens. É como um homem!"

Capas clássicasCapas clássicas
Os locais onde foram feitas nos dias de hoje

5000 acessosAvenged Sevenfold: "Mike Portnoy não queria sair da banda"5000 acessosCensura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádio5000 acessosMetallica: noiva toca "Master..." na bateria no casamento5000 acessosCradle Of Filth: camisa blasfêmica é um pesadelo para a banda5000 acessosAnthrax: Scott Ian diz que acabaria com a Internet5000 acessosGuns N' Roses: arrecadariam 100 milhões de dólares com reunião

Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online