LOG: Randy Blythe se revolta por público insensível com tragédia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Randy Blythe, frontman do LAMB OF GOD disse que ele "nunca ficou mais revoltado com o público" em sua vida que nesta sexta-feira passada, no show de sua banda em Medford, Oregon.

publicidade

Depois que Randy pediu 60 segundos de silêncio durante um intervalo no set do LAMB OF GOD para honrar as vítimas do recente tiroteio na escola de Connecticut, várias pessoas supostamente não cumpriram, levando Blythe a expressar seu descontentamento em sua conta no Instagram.

"Eu nunca estive mais desgostoso com um público na minha vida. Eu preferia que eu não tivesse tocado", escreveu ele.

publicidade

"Nós, LAMB OF GOD, pedimos sessenta segundos de silêncio durante o nossa primeira pausa no set para homenagear as crianças mortas e professores em Connecticut. Parecia apropriado - É uma maldita tragédia nacional".

"A maioria do público obedeceu, mas vários não, alguns falaram palavrões e até mesmo riram".

"Eu quis sair pular fora do palco".

publicidade

"Eu estou tão revoltado agora".

"Se você fosse um daqueles que não se pode se calar por sessenta segundos para homenagear 20 crianças assassinadas, vá olhar no espelho. Você está olhando para um pedaço de merda. Seus pais são, obviamente, pedaços de merda também, porque eles não te ensinaram a se comportar com dignidade".

"Para os fãs que estavam respeitosos, eu agradeço. Lamento também que vocês tenham tantos idiotas malditos em sua comunidade. Vocês devem fazer algo sobre isso".

publicidade

"Esta merda não teria acontecido em show do LAMB OF GOD onde eu moro e isso é um fato. Nós temos modos muito melhores".

"Eu estou enojado. Completamente enojado. Vocês, pessoas gritando, dão uma fama ruim para uma banda de metal. Mais que isso, vocês dão a humanidade uma fama ruim. Cresça. Seus pais deviam ter te batido para ensinar boas maneiras, suas ferinhas selvagens".

publicidade

"Com isso, eu vou para a cama, faça uma oração por aqueles que sofrem, e esperem por um dia melhor amanhã, porque esta noite foi uma bosta".

O tiroteio em massa em uma escola elementar em Connecticut, na sexta-feira, resultou na morte de 28 pessoas, incluindo 20 crianças. Foi o segundo tiroteio em escola mais mortal na história dos EUA, atrás do tiroteio em massa na Virginia Tech, em 2007, que deixou 32 mortos.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


LOG: John Campbell chama Trump de assassino e dispara; Estamos fodidosLOG
John Campbell chama Trump de assassino e dispara; "Estamos fodidos"

Lamb Of God: fã se casa ao som da banda (vídeo)Lamb Of God
Fã se casa ao som da banda (vídeo)

Lamb Of God: Willie Adler não falou com irmão Chris desde que o baterista saiu da bandaLamb Of God
Willie Adler não falou com irmão Chris desde que o baterista saiu da banda

LOG: Mark Morton diz que seguidores de Trump não se importam com o que ele fazLOG
Mark Morton diz que seguidores de Trump não se importam com o que ele faz

Consequence Of Sound: os melhores álbuns de metal lançados em 2020Consequence Of Sound
Os melhores álbuns de metal lançados em 2020

Lamb Of God: banda vai realizar "lives" com álbuns na íntegra

Bill & Ted: ouça trilha sonora de novo filme com músicas novas de Mastodon e Lamb of GodBill & Ted
Ouça trilha sonora de novo filme com músicas novas de Mastodon e Lamb of God


Melhores de 2012: as escolhas do redator Leonardo Daniel TavaresMelhores de 2012
As escolhas do redator Leonardo Daniel Tavares

Metal: E se as letras fossem posts motivacionais?Metal
E se as letras fossem posts motivacionais?


AC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon ScottAC/DC
As 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

Metallica: ouça Nothing Else Matters em escala maiorMetallica
Ouça "Nothing Else Matters" em escala maior


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin