Ozzy Osbourne: "No começo o sucesso é muito divertido"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Giovanni G. Melo, Fonte: Loudwire, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/01/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Por Mary Ouellette

O vocalista Ozzy Osbourne conversou em um popular programa de radio sobre a carreira da lendária banda BLACK SABBATH, enquanto também foi questionado pelo público em geral sobre suas lutas contra drogas e álcool ao longo de sua carreira.

183 acessosBlack Sabbath: rede Cinemark exibe filme sobre a banda5000 acessosAs regras do Power Metal - Parte I

Osbourne disse ao programa Redbeard´s in the Studio, "minha vida tem sido uma incrível aventura, vindo lá de baixo e indo contra todos e de repente ter um carro, voar na primeira classe, fazendo todas estas coisas emocionantes. Era como um sonho, mas um sonho que havia se tornado real. No começo o sucesso é muito divertido. Os dois primeiros discos do SABBATH foram muito divertidos, por que era algo muito novo e todos estávamos dando gargalhadas."

Não demorou muito para as coisas ficarem um pouco mais pesadas, porém, como Ozzy continuou a explicar: "de repente as coisas se tornam seriamente ruins porque as pessoas começam a lhe dizer o que você deve e o que não deve fazer. Se alguém está ouvindo isso e acabou de sair da casca do ovo, cara, aproveite estes poucos primeiros anos, porque você nunca os terá de volta. Sou um cara de muita sorte."

Falando sobre a história do BLACK SABBATH e o que aconteceu ao longo da jornada, Ozzy foi muito honesto, "o que aconteceu comigo e com o BLACK SABBATH foi que, no começo tínhamos um propósito, mas ao longo do tempo tropeçamos em algo chamado ego. O fato é que o sucesso muda você. Quando se está faminto todos têm um objetivo, e tudo é sobre ser bem sucedido. Isso me afetou". O vocalista também afirmou que as drogas desempenharam um grande papel nos problemas da banda na época.

Quando se trata de percepção pública, Ozzy Osbourne acha que as pessoas têm uma visão distorcida sobre ele. "As pessoas me levam a mal. Quero dizer, tenho cantado músicas sobre forças obscuras, mas também escrevi canções sobre desde a poluição da política para a guerra, pobreza, até a felicidade de um garoto que encontra uma garota. Sobre isso, o que eu tentei desesperadamente passar é que, se você acha que conhece Ozzy Osbourne, você está vendo apenas a superfície, porque eu também não conheço Ozzy Osbourne. Frequentemente estou me surpreendendo, sabe?"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de janeiro de 2013

Black SabbathBlack Sabbath
Rede Cinemark exibe filme sobre a banda

534 acessosBlack Sabbath: "Ainda não parece que foi o fim", diz Iommi1226 acessosBlack Sabbath: "Children of the Grave" do filme "The End Of The End"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

AC/DC e SabbathAC/DC e Sabbath
Geezer ameaçou Malcolm com uma faca?

LoudwireLoudwire
Os melhores álbuns do ano desde a década de 70

Black SabbathBlack Sabbath
Tony Blair nunca conseguiu tocar "Iron Man"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

HumorHumor
Roupas de seda? Espadas? Você precisa ser épico!

Mamonas AssassinasMamonas Assassinas
Músicos já sabiam que iam morrer?

BateristasBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos

5000 acessosBullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê5000 acessosTony Iommi: opiniões sobre Dio, Rhoads e Halford5000 acessosHeavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire5000 acessosW. Axl Rose: o som de 25 mil dólares da BMW do vocalista5000 acessosDonald Trump: "famosa banda de rock" pediu mais de US$1 milhão2272 acessosHeavy Metal: os dez álbuns favoritos de Joe Duplantier, do Gojira

Sobre Paulo Giovanni G. Melo

Mineiro de Belo Horizonte. Fã de Hard Rock e Heavy Metal, especialmente a partir dos anos 80, não dispensa um disco ao vivo destes estilos. Entre várias de suas bandas preferidas estão Ratt, Aerosmith, Buckcherry, The Cult, Whitesnake, Whitecross, Guns N´ Roses e Motley Crue.

Mais matérias de Paulo Giovanni G. Melo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online