Matérias Mais Lidas

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemPaul Di'Anno recebe autógrafo de Rivellino e fica feliz da vida; "Te vejo ano que vem?"

imagemAmazon: seleção de CDs, LPs e livros de rock e metal com descontos e frete gratis

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemNergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemDepeche Mode divulga a causa oficial da morte de Andy Fletcher

imagemGeddy Lee e a playlist que ele criou com músicas que o inspiram a tocar baixo

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal


Brian May & Tony Iommi: projeto revolucionário só com riffs

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 15/02/13

Em uma recente entrevista à revista semanal inglesa KERRANG!, o guitarrista do QUEEN, BRIAN MAY, afirmou que o guitarrista do BLACK SABBATH, seu amigo TONY IOMMI tem um ‘acervo infindável’ de riffs guardados em eu estúdio.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

"A ideia era lançar todos esses riffs de algum modo que as pessoas pudessem construir suas próprias músicas em torno deles", disse May. "Você poderia compor sua própria música com Tony Iommi na guitarra!"

Não se sabe como os fãs ou músicos poderão usar tais riffs ou se Iommi vai mesmo disponibilizá-los para domínio público como parece que ele possa querer. Não há cronograma de tempo pra esse projeto. Iommi encontra-se ocupado como Black Sabbath e os retoques finais no novo álbum da banda, ‘13’.

Matéria completa [em inglês] clique no link a seguir: http://playadelnacho.wordpress.com/2013/02/15/brian-may-tony-iommi-planning-release-of-riff-library/

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Rock e Metal: dez canções clássicas que citam Jesus Cristo

Black Sabbath: Ian Gillan relembra "Born Again"



Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.