Jason Newsted: sem sentimento negativo algum com o Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Luciano Correa, Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

JASON NEWSTED sempre se vê obrigado a falar do METALLICA em suas entrevistas. Dessa vez foi o Classic Rock Revisted que questionou o baixista sobre sua ex banda. Trechos da conversa podem ser lidos abaixo.

publicidade

Classic Rock Revisited: Existe alguns sentimentos, mesmo que com meio sorriso para o METALLICA, algo que você possa fazer por si sem eles? Existe algum "dedo do meio" para eles?

Jason: Não há nada vingativo ou qualquer coisa assim. Não há realmente mais qualquer sentimento negativo entre todos nós. É tudo água debaixo da ponte e tem sido assim por 12 anos até agora. Este tipo de coisa idiota e azeda foi há muito tempo atrás. Foi algo de reação no momento, eu acho. Agora, é muito forte e muito impressionante. Eles tem a banda deles chutando tudo, como sempre, e eu tenho minha nova banda e me sinto com 19 anos novamente. Eu realmente sinto que é esse o caminho. Nós levamos esse EP, somente quatro músicas, ao No. 1 no iTunes por duas semanas, saindo de minha garagem comigo e mais três caras. Nós estamos competindo com grandes selos e banda que lançaram álbuns completos; isto é muito legal. Está dizendo algo. Minha resposta para sua pergunta é deixar a música falar. Não há ressentimentos com ninguém e não há nada negativo. Vamos apenas fazer a porra do rock.

publicidade

Classic Rock Revisited: Você pode me dar uma dica sobre o que vamos ouvir das outras sete músicas que ainda não sairam?

Jason: Eu quero que você pense nas palavras que meu logo transmite. Isto é o NEWSTED com o Jason no meio. Então, há três palavras: "heavy metal music". Essas três palavras caminham juntas. Este EP é "Metal", mas nós ainda temos o "heavy" e ainda temos o "music" para trazer. Haverão alguns que serão como o primo feio, "Godsnake". Há também uma canção matadora que vai chutar bundas, de oito minutos de duração com uma intro acústica e violinos e que fica muito pesada no final. Nós temos o "heavy" e a "música" a lançar, mas o metal sempre vai estar lá.

publicidade

Classic Rock Revisited: Quando você ouve a "Enter Sandman" [do METALLICA], pensa que essa música mudou sua vida?

Jason: Não, certamente não o fez. Quando eu ouvi o riff pela primeira vez, antes de ser melhorado, eu achei muito repetitivo. Então James [Hetfield] trabalhou um tempo nele e fez o que ele tinha q fazer. Foi o Kirk [Hammett] que deu a idéia disso pro James. Ele plantou a árvore e todos nós colhemos os frutos. Eu fiquei muito satisfeito quando a música ficou pronta, pois o baixo estava sacudindo o quarto.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Eddie Van Halen: Eruption foi um acidenteEddie Van Halen
"Eruption foi um acidente"

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"


Sobre Luciano Correa

Colaborador do Whiplash e apreciador de várias vertentes do Rock/Metal. Começou cedo ouvindo Queen, Nazareth e RPM no velho toca discos dos pais. Escutou muito Guns N' Roses, Bon Jovi, Scorpions, Metallica, Iron Maiden e Sepultura até descobrir Helloween, Blind Guardian e Gamma Ray. Ainda nesse meio tempo começou a ouvir Ramones, Misfits, Offspring, Angra, Rhapsody, Hammerfall, Stratovarius, Manowar, Motörhead, Pantera e Slayer para fechar a década de 90. No começo dos anos 2000, incluiu em sua lista bandas como Nightwish, Sonata Arctica, Within Temptation, System Of A Down, Rammstein, Dimmu Borgir, Cradle of Filth e atualmente - últimos 5 anos, tem escutado muito Children Of Bodom, Katatonia, Alestorm, Eluveitie, entre tantas outras. Rock/Metal é barulho para alguns e estilo de vida para tantos outros!

Mais matérias de Luciano Correa no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin