Slayer: Jon Dette poderia ser um membro permanente da banda?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 11/03/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


4769 acessosSlayer: Kerry King elege seus dez álbuns de metal favoritos5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal

A revista Heavy conduziu uma entrevista com o baterista Jon Dette, que recentemente ocupou a vaga de Charlie Benante no ANTHRAX e de Dave Lombardo no SLAYER, para os shows de ambas as bandas na Austrália. Dette assumiu as baquetas em ambos os grupos no dia 25 de fevereiro em um verdadeiro teste de resistência. Confira alguns trechos da entrevista com o baterista:

Sobre se existe uma possibilidade dele ficar permanentemente no Slayer:

Dette: "Está engatinhando eu acho, é muito cedo para fazer um comentário sobre isso, mas tudo que eu posso dizer é que estamos tendo um grande momento (durante a turnê australiana). É ótimo estar no palco e todo mundo que assiste os shows, não apenas os fãs, mas até mesmo a equipe do lado do palco, todos estampam um grande sorriso no rosto, então devo estar fazendo algo certo e eu acho que vamos ver o que o futuro nos reserva".

Sobre a revolta dos fãs do Slayer com o fato de Dave Lombardo ter sido substituído na turnê australiana:

Dette: "Lombardo era parte integral do Slayer, e é normal que os fãs se sintam chateados agora, eu quero dizer, eu sou um fã do Slayer em primeiro lugar, é claro, eu fiquei imóvel quando fiquei sabendo da notícia, mas... você não pode agradar a todos e a única coisa que eu posso fazer... é oferecer a integridade que a música merece, então eu sinto que eu fiz o meu trabalho e isso é tudo que posso fazer. Se os fãs aceitaram então eles podem conviver com isso, mas se não for assim, isso não depende de mim".

Sobre se existe alguma inimizade entre ele e Lombardo, com o fato de Dette ter feito os shows na Austrália com o Slayer:

Dette: "Eu não sei como Dave se sente. Eu não falo com Dave faz algumas semanas desde que o vi voltando da NAMM em janeiro. Eu conheço esse cara há anos, obviamente. Certamente não tenho nada contra ele. Não tenho nada contra ele mesmo que eu tenha gravado alguns álbuns. Não há nenhuma razão para guardar rancor, até porque a minha história com o Slayer no passado, foi algo que aconteceu há muito tempo. Você sabe, é engraçado porque quando as pessoas começam a me fazer perguntas sobre isso novamente, porque tudo isso aconteceu tão de repente, eu sou obrigado a lembrar, porque foi literalmente 16 anos atrás, quando eu estava na banda. Eu acho que, obviamente, (Paul) Bostaph fez um trabalho incrível em sua época com o Slayer, além de um trabalho incrível no TESTAMENT e é ótimo que ele ainda esteja tocando e eu tenho certeza que, independentemente do que acontecer com Dave, se ele voltar para o Slayer, ótimo, se caso ele quiser fazer outras coisas, eu tenho certeza que ele vai ser fenomenal também".

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo:
http://heavymag.com.au/the-jon-dette-interview/

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de março de 2013

SlayerSlayer
Kerry King elege seus dez álbuns de metal favoritos

784 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa399 acessosTudo no Shuffle: Thrash Metal, 10 Grandes Riffs587 acessosDave Lombardo: Ele quase morreu por overdose de café? Não!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

Kerry KingKerry King
Velho, gordo e careca? Está falando de mim, seu babaca?

Sasha GreySasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Guitar WorldGuitar World
Os 100 melhores guitarristas de hard rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

Hall Of ShameHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

PsicografiaPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

Fãs de RockFãs de Rock
Você conhece o estilo de se vestir de cada um

5000 acessosAlice in Chains: mensagem subliminar na capa de "The Devil Put Dinosaurs Here"5000 acessosMetallica: a regressão técnica de Lars Ulrich5000 acessosGhost: Nergal revelou a identidade de Papa Emeritus II?5000 acessosPink Floyd: Nick Mason compara saída de Waters à morte de Stalin5000 acessosDave Mustaine: detratores são cruéis, mas não burros5000 acessosCopa do Mundo: Mojo elege as 15 canções mais incríveis do Brasil

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online