Jon Dette: o teste de resistência de tocar para Slayer e Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

O baterista de heavy metal, Jon Dette, acabou recentemente de substituir Charlie Benante do ANTHRAX e Dave Lombardo do SLAYER para os shows das duas bandas na Austrália. Em uma reviravolta interessante, Dette tocou do início ao fim os sets dos dois lendários grupos de thrash no dia 25 de fevereiro em um verdadeiro teste de resistência.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No fim do ano passado, Dette postou no Facebook uma foto dele pulando cordas para se aquecer antes de atacar a bateria e parece que o nativo de Carlsbad, Califórnia, treina no CrossFit San Elijo. Ele é um atleta de CrossFit desde 2010.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"O CrossFit, realmente leva sua intensidade ao máximo como nenhuma outra coisa, e como eu estou continuadamente desafiando minha intensidade no palco, foi a ferramenta perfeita de treinamento", disse ele.

Dette, obviamente, não está acariciando delicadamente a bateria com escovas enquanto um cantor-compositor toca sentimentalmente um violão acústico. Ao invés disso, ele estraçalha a marcação bem acima de 200 batidas por minuto enquanto satanistas tatuados gritam sobre gêiseres, sangue e máscaras feitas de pele. Isso demanda preparo físico e um compromisso firme com o mal.

"Quando estou no palco, eu realmente elevo meu nível de energia como quando faço meu treino do dia... Eu simplesmente vou sentar ali e vou bater pra caralho naquelas coisas", disse ele.

Ele acrescenta: "O que amo no estilo de música que toco ... é que é muito compatível com o CrossFit."

O vídeo abaixo foi filmado por Jordan Gravatt.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Fotos de Infância: Ozzy OsbourneFotos de Infância
Ozzy Osbourne

Capas de disco: como seriam se fossem gifs animadosCapas de disco
Como seriam se fossem gifs animados


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 CliHo Goo336