Andre Matos: "Só do underground podem surgir grandes talentos"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gabriel Dias da Silva, Fonte: Liberdade ao Rock
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/04/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

“Eu acredito que só do Underground podem surgir grandes talentos, quando não vem do Undeground é forjação”

Andre Matos, ex-vocalista das bandas Viper, Angra, Shaman, Virgo e Symfonia e que atualmente segue em carreira com sua banda Andre Matos Solo. Formado em música erudita, piano e regênica, esteve pela primeira vez em Macapá, no dia 04 de Abril, para um Workshop. Durante sua passagem pelo Estado, o músico concedeu uma entrevista exclusiva para o Movimento de Iniciativa Cultural Liberdade ao Rock e Blog Fora de Rota, falando sobre Rock In Rio, Viper e cultura Underground.

3257 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro5000 acessosBehemoth: Nergal mitando em foto no Aeroporto de Guarulhos

Liberdade – Com o anúncio do Viper no Rock In Rio 2013, qual a expectativa para esse show?

Andre – O Viper vai tocar como convidado, na realidade, de um show maior que a gente vai fazer no Rock In Rio, no palco Sunset, que é da Banda Andre Matos Solo. Como a proposta do palco Sunset é você ter um show com um convidado especial nós resolvemos trazer como convidados ninguém mais ninguém menos que o Viper que foi minha primeira banda e que recentemente a gente fez uma turnê, então acabou vindo a calhar essa questão do convite do Rock in Rio e da participação do Viper.

Liberdade – E qual sua expectativa para o Workshop em Macapá?

Andre – Muito grande, o público daqui, pelo que me parece, é um público muito fiel que acompanha a carreira desde o começo, muito interessado por música e nós vamos inclusive fazer uma coisa diferente no Workshop, que tem o lado didático, mas também tem o lado musical mais prático mesmo. Eu vou cantar algumas músicas do meu repertório tradicional acompanhado de uma banda de músicos locais aqui do Amapá. Estive com eles no ensaio depois que cheguei aqui, e posso atestar que são músicos talentosíssimos que me impressionaram pela qualidade.

Liberdade – O Liberdade ao Rock é hoje o único movimento amapaense que incentiva a cena Underground local (Macapá). Você acredita que do underground podem surgir grandes talentos?

Andre – Óbvio, aliás, eu acredito que só do Underground pode surgir grandes talentos, quando não vem do Undeground é forjação, é armação na realidade, são coisas já pré-moldadas que acabam sendo empurradas na mídia. Eu acho que o talento real nasce no Underground e aí eventualmente vai ter acesso aos grandes meios de comunicação ou não, mas eu acredito que o único berçário de grandes talentos é o movimento underground, então vocês estão de parabéns de continuar divulgando esse Movimento, porque é de onde todos nós viemos, o próprio Viper quando eu comecei era uma banda Underground completamente, o nosso estilo musical não deixa de ser um estilo Underground mesmo que por vezes a gente consiga espaço em algumas emissoras de TV, consiga espaço em grandes festivais como o Rock In Rio por exemplo, mas na maior parte do tempo a gente lida com situações Undergrounds, a gente entende que seja assim não apenas no Brasil, mas no mundo inteiro.

Liberdade – Uma mensagem para essa galera que tá começando e para o público do Liberdade ao Rock que é formado por adolescentes.

Andre – Não vou bater naquela tecla antiga tipo não desista nunca, persiga seu sonho que um dia você chega lá porque muitas vezes isso não acontece. Eu acho que o principal é ter a cabeça no lugar, ter paciência no sentido de que se você conquista um pouquinho hoje, não pense que isso é tudo, você pode conquistar mais amanhã e se você está pensando em termos de uma carreira musical, pense nisso de uma maneira mais ampla, pense nisso de uma maneira que seja para vida inteira e não apenas para curtir o momento. Porque eu acho que a música é como um casamento do qual é impossível você pedir um divórcio.

Essa foi a Entrevista com Andre Matos, considerado o grande nome do Metal no Brasil e no Mundo. Uma realização fruto da parceria entre o Liberdade ao Rock e o Blog Fora de Rota.

Publicado originalmente em:
http://www.liberdade-rock.blogspot.com.br

Foto da chamada: Roberta Forster

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

AngraAngra
O peso de substituir Kiko Loureiro

3257 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro3574 acessosAngra: "É o melhor baixista com quem eu já trabalhei, um MONSTRO!"5000 acessosKiko Loureiro: "minha resposta para o Nando Moura"4406 acessosNando Moura: Kiko Loureiro, Megadeth e bondade0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

AngraAngra
Quem Kiko Loureiro acha que deve ocupar a sua vaga?

Top 20Top 20
Discos recentes de bandas clássicas tão bons quanto os antigos

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Em vídeo, debulhando no solo de "Tornado of Souls"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Andre Matos"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"


BehemothBehemoth
Nergal mitando em foto no Aeroporto de Guarulhos

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
"Esta coisa de Black Metal me faz rir!"

Regis TadeuRegis Tadeu
A tsunami de lixo musical da atual música brasileira

5000 acessosRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper5000 acessosWonder Years: O soundtrack do grande sucesso de público e crítica5000 acessosDr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu5000 acessosMetallica: Ouça a voz de Hetfield isolada em "Enter Sandman"5000 acessosRefrãos: alguns dos mais marcantes do Rock/Metal3811 acessosUltimate Classic Rock: As capas mais assustadoras do Rock/Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de abril de 2013


Sobre Gabriel Dias da Silva

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online