Twisted Sister: cafeteria é mais uma vítima da guerra de nomes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Prairie Village Post, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

De acordo com o Prairie Village Post, uma cafeteria do estado Americano de Kansan está sendo forçada a mudar seu nome, Twisted Sisters, após receber uma carta do advogado representante de John french (ou Jay Jay French ou John French Segall), guitarrista e agente da banda TWISTED SISTER.

Metallica: sobre o que fala "For Whom The Bell Tolls"Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Primeiro eu achei que fosse uma brincadeira." Disse Sandi Russel, que junto com sua irmã Nancy Hansen, são as irmãs operando a loja. Os advogados pediram que fizéssemos uma pronta mudança. Ainda disseram que poderíamos usar o nome 'Twisted', mas não a combinação que usamos agora."

Russel conta ao Village Post que o nome de sua loja, inaugurada em agosto de 2012, é uma referência ao apelido das irmãs, dado pelo seu falecido irmão na década de 1960. Ele também costumava chamar Nancy de "tornado loiro". Então o nome Twisted Sister, e o logo, que parece um tornado, estão enraizados nesta família de Kansas.

Em novembro de 2012, French explicou que foi forçado a enviar uma carta de desistência aos donos do Twisted Sister House Of Hunger, um trailer/lanchonete em Minesota, pedindo que mudassem o nome, porque ele e seus companheiros de bandas são uma marca reconhecida por lei, e devem defender seus direitos, ou então perdê-los.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em resposta, Cody Allen, o proprietário do trailer, disse: "Eu não sei como alguém pode confundir uma lata de quase 7 metros de alumínio com uma banda de rock dos anos 1980. Nós nunca nos referimos somente como Twisted Sister- Nós estamos na indústria de alimentos, não na de entretenimento."

Wesley Kaake, também do Twisted Sister House Of Hunger, contou à WCCO-TV, televisão local, que ao menos seis outros negócios que ele conhece, incluindo o Twisted Sisters Cupcakes, na Virginia Beach, receberam cartas semelhantes.

Sobre as críticas que vem recebendo dos fãs pela decisão de iniciar estas disputas pelo nome, French disse: "Eu sei como estas histórias podem parecer algo como David Vs. Golias. Eu também entendo o quão fácil é atacar minha banda pela nossa antiga imagem e a era da MTV dos anos 1980."

"O fato é que a lei de marcas registradas não me dá escolha sobre o que fazer. A lei é bem clara. Ou defenda sua marca, ou perca os direitos sobre ela."

"Eu realmente não entendo a necessidade das pessoas de roubar propriedades alheias. Talvez eles sejam preguiçosos. Eu acho que a razão de usarem nosso nome ao invés de se chamarem de The Beatles ou Rolling Stones ou Motley Crue House OF Hunger, é porque eles sabiam que seriam processados, e pensavam que talvez nós não notássemos."

"Desculpem. Nós notamos."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Twisted Sister"


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1982

Censura: A história da Parents Music Resource Center (PMRC)Censura
A história da Parents Music Resource Center (PMRC)


Metallica: sobre o que fala For Whom The Bell TollsMetallica
Sobre o que fala "For Whom The Bell Tolls"

Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?Iron Maiden
Como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline