Pantera: Phil Anselmo faz apelo emocionado a Vinnie Paul

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 01/05/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


3289 acessosPantera: não vai rolar reunião alguma, esqueça5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

A discórdia entre o vocalista PHILIP ANSELMO e o baterista VINNIE PAUL tem sido muito bem documentada, com Anselmo tendo recentemente expressado seu desejo de se reaproximar de seu outrora colega de PANTERA.

Anselmo disse que estaria aberto a uma conversa de coração aberto com Vinnie Paul, ainda que ele admita que as chances de isso acontecer são muito pequenas no momento. Na verdade, ele se pergunta se isso jamais irá acontecer.

O site estadunidense LOUDWIRE falou com Anselmo sobre seu novo disco solo, “Walk Through Exits Only”, e ao fim da entrevista [não postada ainda], a conversa tomou o rumo do Pantera e sua relação com Vinnie Paul.

Perguntamos a Anselmo o que ele diria a Vinnie Paul se essa conversa de coração aberto rolasse e ele nos deu uma resposta muito emotiva, elaborada e detalhada.

“Bem, antes de mais nada, eu diria a ele que eu amo aquele cara – por mais diferentes que nós dois sejamos, somos duas pessoas muito diferentes. Mas o mesmo pode ser dito sobre todos nós no Pantera. Rex e eu somos pessoas muito diferentes. Dimebag e todos nós éramos muito diferentes.

Eu diria a Vince Paul que eu o amo muito e me desculparia com ele pelas interpretações erradas que ele teve ao não entender a que eu me referia no ponto mais baixo de nossa carreira. E daí eu falaria de quanto os lapsos na comunicação tiveram um grande papel no nosso rompimento. Muito disso pesa nas minhas costas, o que eu assumo completamente. Mas eu não sei se eles assumem o lado deles, especialmente Vince, quando o assunto é comunicação.

Pelo menos na minha vida, eu não consigo guardar mágoa. É um desperdício de energia, um desperdício de tempo. E na real, e eu estou convicto disso, depois que perdemos Dimebag de modo tão horrível, eu não consigo deixar de pensar que todo o processo de luto de Vinnie Paul poderia ter sido ajudado bem mais caso ele tivesse conversado com Rex e eu, e poderíamos ter, de algum modo, superado aquilo juntos - chame você isso de ‘superar’ ou não. Mas se tivéssemos nos concentrado juntos nisso e agido como irmãos – porque éramos irmãos - de certos modos poderíamos ter formado até uma banda mais forte juntos. Mas isso não aconteceu e eu acho que nos machucou.

Coloque dessa maneira, eu não espero que Vince arregue ou abdique de seu ponto de vista, não espero nunca. Mas se fosse dada a chance, cara, pra voltar à sua pergunta, eu pediria desculpas a ele, eu diria a ele que o amo e então diria, ‘Olha, vamos acertar as diferenças agora. Você vai ter que ouvir o meu lado disso. Aceite ou não, porque você pode não aceitar – você já se manteve afastado disso por um tanto x de anos. O que você tem a perder em me escutar, cara a cara, longe de todo mundo? O que tem a perder?’

Eu não tenho raiva de Vince. Ninguém pode questionar uma pessoa – a verdade é que ele viu Darrell tomar um tiro. Isso deixa marcas em todo mundo. Eu quero que a coisa seja vista como ela é e que a culpa não caia sobre ninguém sob circunstância alguma. Porque na verdade,foi um psicopata que tinha tesão pelo Pantera e é fato notório que entre Rex e eu, entre minha família e eu – todos nós tivemos que olhar pra dentro de nós mesmos – mas poderia ter sido o Rex, poderia ter sido eu, poderia ter sido Vince. Foi Darrell quem foi assassinado e é assim que aconteceu. Eu poderia dizer, ‘Eu queria que tivesse sido eu’ ou algo do tipo – eu posso dizer um milhão de porra de coisas, cara e isso ainda não traria Dime de volta.

Então isso sempre vai ser uma coisa difícil de falar, e eu realmente queria que ao invés de falar sobre isso nessa entrevista, Vince e eu possamos falar disso juntos, e jogar essa treta no lixo. Eu vou terminar assim: eu não acho que isso seja justo com os fãs do Pantera. Não acho mesmo. Quando você é fã de uma banda, você não quer saber deles brigando. E você não quer ouvir sobre negatividade deles. Você não quer ler essa merda. Você não quer ouvir falar dessa merda.

Eu acho que significaria muito para muitas pessoas se um dia, Vince e eu e Rex pudéssemos nos sentar todos na mesma sala e resolver as coisas da melhor maneira que podemos. Eu acho que todo mundo respiraria aliviado, mas o triste é que eu não vejo isso acontecendo.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de maio de 2013

PanteraPantera
Não vai rolar reunião alguma, esqueça

469 acessosResenha - Great Southern Trendkill - Pantera1361 acessosPantera: Apenas Demonstração Vulgar1178 acessosPantera: série de emojis da banda sai em setembro0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pantera"

Phil AnselmoPhil Anselmo
Os discos de Metal e filmes de horror preferidos

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Phil Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul

LoudwireLoudwire
Os melhores vocalistas substitutos do Rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Pantera"0 acessosTodas as matérias sobre "Phil Anselmo"

Axl RoseAxl Rose
Sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

LuxúriaLuxúria
Uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Corey TaylorCorey Taylor
"Não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

5000 acessosResenha - Sgt. Peppers - Beatles5000 acessosAC/DC: setlist, fotos e vídeos do show arrasador com Axl Rose5000 acessosBruce Dickinson: Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose5000 acessosNick Mason: falando sobre a mensagem subliminar do "The Wall"5000 acessosTamanho não é documento - Um manifesto contra a padronização do cabelo grande5000 acessosDimebag Darrell: "nunca tive paciência para tablaturas"

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online