Slipknot: Craham e a empolgação em tocar na banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Loudwire, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 17/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Shawn “Clown” Craham e o SLIPKNOT tocaram no Download Festival no Reino Unido (14-16 de junho), e antes de seu set, Craham falou um pouco sobre sua motivação como um artista e o futuro da banda.

1204 acessosSlipknot: estúdio x ao vivo, expectativa e realidade5000 acessosKirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Durante sua entrevista com a Kerrang!, Craham foi perguntado sobre como a banda está se preparando para tocar seu primeiro show no festival após a morte do baixista Paul Gray. Era tudo o que precisava para Craham compartilhar seus complexos pensamentos: ‘Nós levamos isto tão a sério como fizemos da primeira vez que viemos. Sempre esteve em nosso caminho. Sempre estará em nosso caminho”. Disse Crahan

“Eu não ligo para os fãs – de tocar para os fãs – eu não ligo – de tocar para mim mesmo – eu não ligo para o palco – nada disso. Tudo que importa é tocar com meus irmãos”, expressou Crahan. “Eu ouça a guitarra, ouço a bateria entrar, eu ouço os vocais e ficou feliz. Foi para isso que eu entrei, foi por isso que eu comecei. Esse é o meu sonho. E não é só comigo, meus irmãos e eu tocamos o que nascemos para tocar, crianças em um palco de garagem.”

Por mais que a primeira vista isto possa parecer como um soco na cara dos fãs do SLIPKNOT, Crahan esclarece as coisas rapidamente, explicando como tudo se completa no final do dia: “Agora, se as crianças estão felizes, eu estou feliz”, disse. “Todos estão felizes com o palco? Legal, mas eu não faço por ninguém além da banda que estou participando, porque eu não faço para a banda, eu faço para mim e porque eu faço para a banda e para mim. Eu faço para as crianças e elas são o mais importante. Mas, veja, nós não mentimos para ninguém. Nós fazemos o que queremos primeiro e depois ficamos ‘Veja só isso’. Nós não dizemos: ‘Oh, vocês querem ouvir isso? O que vocês querem que façamos?’ Vocês confiam em nós porque fazemos boas decisões.”

E ainda que não tenha sido perguntado sobre o próximo disco do SLIPKNOT, Craham achou válido soltar algumas informações, dizendo: “Quando eu voltar, quando nós voltarmos, será a hora, você vai entender, vocês vão entender. Será certo.” Ele concluiu: “Será a primeira banda a ficar fora por cinco anos e voltar como se nunca tivessem isso.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

1204 acessosSlipknot: estúdio x ao vivo, expectativa e realidade468 acessosSlipknot: reagindo aos melhores vocais cover da banda2740 acessosSlipknot: o fã que achou alguma coisa na Deep Web0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slipknot"

SlipknotSlipknot
Corey explica desvantagens das máscaras

Velvet RevolverVelvet Revolver
Slash explica porque Corey Taylor não foi aceito

SlipknotSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slipknot"

MetallicaMetallica
Kirk Hammet fala sobre Dave Mustaine e solos

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

ShamanShaman
Fernando Quesada desabafa sobre cena brasileira

5000 acessosSpike: os sete piores solos de guitarra5000 acessosMetallica: foto rara de formação original do grupo5000 acessosEm 20/08/2005: Iron Maiden é atacado com ovos no Ozzfest4862 acessosVinnie Paul: Pantera sem Dimebag mancharia legado da banda5000 acessosAC/DC: "riffs mais fáceis são os mais difíceis de escrever"5000 acessosMetallica: os 11 melhores clipes da banda

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online