Zakk Wylde: "Nós não temos fãs, nós temos família"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 02/07/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


No mês passado, Zakk Wylde (BLACK LABEL SOCIETY, OZZY OSBOURNE), tocou três íntimos shows em Nova York. Na primeira noite ele estava com o LES PAUL TRIO, mas nas duas noites finais estavam somente Wylde e o guitarrista do BLS, Nick Cantanese. Wylde é a estrela de uma nova entrevista com o Guitar International, discutindo os shows. Um trecho está disponível abaixo.
1267 acessosZakk Wylde: novo disco do Black Label Society já está gravado5000 acessosMonsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond

Robert Cavuoto: Eu gostei do show no Iridium em Nova York. Foi parte guitarra, parte piano e parte hora da comédia. Como a ideia de um show com história surgiu?

Wylde: "Originalmente eu ia promover o lançamento do livro assinado. Ao invés disso eu disse: 'Porque eu não saio pra tocar com Nick Cantanese?' Seria um tipo de Spoken Word [espécie de performance artística em que as letras das músicas são declamadas ao invés de cantadas] com nossa própria pegada. Uma pegada bem Black Label. Quando fizemos os shows da Costa Oeste, foi um grande sucesso. Não foi diferente do que tocar em minha sala de estar. Todo mundo relaxado,tomando coquetéis. Nós somos Black Label. Nós não temos fãs, nós temos família. Como o GRATEFUL DEAD com esteroides. Você conhece todos com o passar dos anos. Eu conheço até os filhos de todo mundo."

Robert Cavuoto: Eu gostei de ouvir você compartilhar sues pensamentos sobre algumas músicas. Quando você as escreve, seja para o OZZY ou o BLS, você costuma formá-las no piano ou guitarra?

Zakk Wylde: "Músicas como 'Mama, I'm Comin' Home' foram no Piano. Somente eu e Ozzy em meu velho apartamento daquela época. Quando chegávamos ao estúdio eu pegava a '12 cordas' e começava a tocar. Ah, cara, ela é muito legal na guitarra"

"Algumas vezes eu componho no violão e começo a tocar no piano. É tipo: 'Cara, vamos fazer uma versão de piano disto'. A maioria das vezes, quando fazemos músicas com piano, é pela manhã, assim que acordamos. Eu começo a cantar a melodia e colocar alguns acordes por trás dela. E então eu tenho outra ideia. É mais ou menos assim que acontece."

"Você pode estar em seu carro indo para uma loja e ouvir 'A Whole Lotta Love' em uma rádio de classic rock. Somente o riff pode lhe inspirar a escrever um riff legal tipo ZEPPELIN ou Zappa. Algo básico e simples, como um riff de cinco notas. Quanto à inspiração, ela depende do seu ânimo. Obviamente, quando você está atrás de um piano ou violão, vai ser algo mais reflexivo, como 'Desperado' ou 'Heart Of Gold'."

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Zakk WyldeZakk Wylde
Novo disco do Black Label Society já está gravado

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Label Society"

Zakk WyldeZakk Wylde
Nada truezão logo que entrou na banda de Ozzy

Lars UlrichLars Ulrich
Ele deu mijo de Zakk pros fãs beberem?

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Segundo Zakk Wylde, ele sofre de disfunção erétil

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Label Society"

Monsters of RockMonsters of Rock
A feijoada que quase derrubou King Diamond

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

QueenQueen
A declaração musical de ódio de Freddie Mercury

5000 acessosMini Iron Maiden: tocando "Ghost Of The Navigator" na escola5000 acessosMetallica: os motivos da saída de Jason Newsted5000 acessosPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich Nietzsche4383 acessos2000 a 2002: 10 shows/turnês pouco comentados4890 acessosRob Halford: "Eu não morro sem trabalhar com Lady Gaga antes"1533 acessosMetal Temple: Rob Halford eleito vocalista dos sonhos

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online