Sebastian Bach: ensaiou com o Mötley Crüe antes de ser convidado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

O ex-vocalista do SKID ROW, o bahamense SEBASTIAN BACH, diz que a memória do baixista do MÖTLEY CRÜE, NIKKI SIXX, ‘está errada’, no que diz respeito a Bach ter sido convidado a substituir VINCE NEIL como frontman do grupo.

publicidade

Nessa quinta, 12 de Setembro, Sixx declarou em seu programa de rádio, o Sixx Sense:

"Eu não sei de onde Sebastian tirou isso. Eu acho que talvez Sebastian quisesse entrar pro Mötley Crüe e simplesmente se esqueceu de nos contar que ele queria entrar pra banda quando estávamos procurando por um vocalista. E eu não acho que teríamos aceito ele de qualquer modo, pelos nossos amigos no Skid Row. Sebastian Bach nunca esteve nos planos, com certeza. Então eu queria que as pessoas soubessem disso."

publicidade

No começo da noite de quinta, Bach postou o longo desabafo traduzido logo abaixo em sua página do Facebook:

"Bem, não é todo dia que você acorda com um dos seus heróis de infância te chamando de mentiroso. Ou isso, ou a memória de Nikki Sixx precisa ser bastante ‘refrescada’.

O que diabos é o Twitter? O Twitter é a nova revista de rock dos dias modernos.

publicidade

Quando eu era moleque, tínhamos revistas e jornalistas e entrevistas e artigos e fotos e pôsteres para seguir nossos artistas favoritos. Hoje em dia? Twitter é na verdade a nova revista do rock.

Na semana passada, eu respondi a um tweet com três palavras. Um fã me perguntou se eu por alguma vez teria sido abordado para juntar-me ao Mötley Crüe. Meu tweet, respondendo a ele, foi: ‘abordado não, convidado’. Literalmente, três palavras.

publicidade

No dia seguinte, eu acordei e vi que meu tweet tinha virado manchete em tudo quanto era site de rock. Em toda estação de rádio especializada em rock. Em todo meio de comunicação ligado ao rock, rádio, web, ou mídia impressa, estava dizendo, ‘Sebastian Bach convidado a entrar pro Mötley Crüe’.

Eu ri do fato de todos esses ‘canais de notícias’ não terem nada melhor pra fazer do que pegar meu Twitter para fabricar ‘matérias’.

publicidade

Nenhumas dessas ‘matérias’ tinha uma declaração original minha. Ou qualquer coisa que eu tenha dito na verdade. Todas elas apenas copiaram meu tweet.

É incrível pra mim que minhas postagens no Twitter sejam uma fonte de ‘notícias’ para todos os canais de rock ao redor do mundo.

Todo mundo sabe que Nikki Sixx é quem controla o Mötley Crüe.

publicidade

Quando eu acordei no dia seguinte e vi tudo quanto era manchete de todo canal de notícias dizendo ‘Sebastian Bach convidado para entrar no Mötley Crüe’, ‘Mötley Crüe Sebastian Bach blah blah blah blah blah’, eu fiquei rindo, porque isso é uma notícia muito antiga. Eu conseguia visualizar Nikki Sixx vendo o nome de sua banda, ‘Mötley Crüe’ em tudo quanto é artigo e dizendo, ‘Hey, eu sou o Mötley Crüe! Que porra é essa?’

publicidade

E hoje eu acordo com a manchete de que o próprio Nikki está em sua estação de rádio falando sobre o meu tweet.

É incrível pra mim que Nikki Sixx, um dos heróis da minha infância, vá, em seu programa de rádio, falar sobre um único tweet que eu tenha feito. eu não me dava conta de que meus tweets eram tão dignos de manchete assim. Eu fico abismado que Nikki Sixx esteja em sua estação de rádio falando sobre um tweet que eu escrevi respondendo a um fã.

O porquê de as pessoas estarem constantemente fixadas no que aconteceu em 1991 [Nota do editor: na verdade teria sido em 1992] eu desconheço totalmente. Mas é assim que são as coisas.

O que é que dizem sobre os anos 80? Se você lembra-se deles, você não estava lá? Um exemplo perfeito disso seria o livro de Nikki Sixx, ‘The Heroin Diaries’. Em seu ‘diário’, Nikki conta uma história sobre a turnê de ‘Theater of Pain’ e como eu chutei uma janela da porta do CNE Stadium na tarde do show e deixei todos os fãs entrarem às três da tarde. Sendo que aquele livro é um ‘diário’, é de se pensar que essa seria uma informação precisa. Mas na verdade, esse incidente ocorreu na turnê de ‘Shout At The Devil’. Cerca de 3 ou 4 anos antes de ‘Theater of Pain.

Então isso significa que a ‘afirmação’ de Nikki de que seu ‘livro’ é um ‘diário’ é ‘absolutamente falsa?’ Eu acho que Nikki Sixx esteja mesmo ‘mentindo’? Não é bem isso. Eu tenho certeza que toda a heroína e as farras e a cachaça afetam a memória de um homem. A verdade é que sim, eu de fato chutei as portas… na turnê de ‘Shout At The Devil’. Não na de ‘Theater of Pain’.

Mas quem se importa com isso? Que importância isso tem, no fim das contas?

Vince Neil é o vocalista do Mötley Crüe. Ele sempre foi, e ele sempre será. Vince Neil é a voz, frontman e vocalista do Mötley Crüe. Hoje e sempre.

Então, ou Nikki Sixx está me chamando de mentiroso, Ou a memória dele está errada nesse caso. Eu estou disposto a presumir a segunda opção.

O fato é que eu não só fui convidado para entrar no Mötley Crüe… eu na verdade ENSAIEI com a banda MÖTLEY CRÜE.

Eu fui levado de carro pro ensaio por Tommy Lee [baterista do Mötley Crüe] e passei um dia inteiro cantando o set do Mötley Crüe com a banda Mötley Crüe. Em frente de toda a equipe técnica deles.

Eu me lembro das músicas que Nikki pediu que eu cantasse naquele dia. Eu me lembro da reação extasiada da equipe a nós tirando um som juntos naquele dia. E eu me lembro da oferta muito generosa de Nikki, no fim de nosso ensaio, para que eu me juntasse à banda Mötley Crüe. Eu me lembro de suas exatas palavras, que ele disse Amim em frente de toda sua equipe, Tommy e Mick Mars [guitarrista do Mötley Crüe] também.

Não é todo dia que seu herói convida você pra entrar pra banda dele.

Eu me lembro de tudo naquele dia… incluindo que tipo de sanduíche Tommy Lee comeu no almoço.

Eu vou contar essa história inteira no meu vindouro livro.

Essa não foi uma simples oferta para ‘entrar pra banda’. Eu ensaiei com a banda, eu falei com o empresário deles no telefone dias depois da oferta de Nikki. Era algo grande, envolvendo empresas de gerenciamento, e todo tipo de aspectos corporativos.

Talvez Nikki não se lembre daquele dia. Mas eu acho difícil acreditar que eu passaria um dia ensaiando com a banda no local oficial de ensaios deles, tocar o set todo com eles, em frente da equipe deles inteira, e Nikki não se lembrar disso?

Enfim…

Eu vou contar a história completa de Nikki me oferecer uma vaga no Mötley Crüe em meu vindouro livro, que deve chegar às livrarias em breve.

Eu não estou simplesmente ‘inventando isso’.

Obrigado a todos vocês por gostarem tanto do meu Twitter.

Eu não sou um mentiroso.

Eu estou trabalhando em meu livro nesse exato momento e mal posso esperar para que vocês o leiam.

Eu planejo que meu livro tenha mais informação nele do que os meus tweets."

publicidade


Sebastian Bach - Ele foi convidado para o Motley Crue?

Sebastian Bach: convidado para o Motley Crue, preferiu o Skid RowSebastian Bach
Convidado para o Motley Crue, preferiu o Skid Row

Motley Crue: Nikki Sixx desmente história de Sebastian BachMotley Crue
Nikki Sixx desmente história de Sebastian Bach

Motley Crue: Sebastian Bach chegou a ser chamado para o vocalMotley Crue
Sebastian Bach chegou a ser chamado para o vocal

Sebastian Bach: Alguém deve desculpas para alguémSebastian Bach
"Alguém deve desculpas para alguém"

Sebastian Bach: vídeo de "Live Wire", do Motley Crue

Todas as matérias sobre "Sebastian Bach - Ele foi convidado para o Motley Crue?"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo HorizonteIron Maiden
Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Metal Hammer: dez capas que provocam ânsia de vômitoMetal Hammer
Dez capas que provocam ânsia de vômito


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin