Engenheiros: Rodrigo Tavares fala sobre Augusto Licks

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Nascimento, Fonte: Blog Rock 80 Brasil
Enviar Correções  

Numa entrevista concedida ao blog Rock Brasil Anos 80 o guitarrista Rodrigo Tavares (ex-baixista do FRESNO e que atualmente se divide entre sua banda ESTEBAN e o posto de guitarrista de Humberto Gessinger na turnê do álbum "Insular") comentou sobre o ex-guitarrista do ENGENHEIROS DO HAWAII Augusto Licks. Leia o trecho da entrevista:

Voltando às origens, um dos nomes sempre lembrados nos Engenheiros do Hawaii é o guitarrista Augusto Licks. Qual é a sua relação entre as suas influências musicais e inspirações com um dos grandes integrantes que já passou pela banda?

Tavares – Eu sempre respeitei o trabalho do Licks, o segundo guitarrista. Embora eu não fosse o maior fã dele na época. Eu sempre gostei muito do jeito que ele arranjou as coisas. E tem coisas dele nos Engenheiros marcantes, mas também acho que tem muita coisa que o Luciano Granja fez que é marcante e muita coisa que o próprio Humberto fez que é marcante. Não gosto de botar responsabilidade sobre méritos das coisas num cara só, mas gosto muito do trabalho do Licks, mas o meu guitarrista preferido nos Engenheiros é o Granja. Eu sei que o Licks teve uma história importantíssima nisso e que ele acabou criando muitas coisas com os caras. Foi responsável pela coautoria de grandes sucessos da banda. Então eu tenho um grande respeito por ele, embora não seja um dos guitarristas que me inspirou pra tocar e nunca fui a fundo também do trabalho dele. Eu era mais fã do Humberto, do que o Humberto escrevia, do que a musicalidade na verdade dos Engenheiros. Eu acho que me interessei mais pela musicalidade dos Engenheiros com o Adal, Lúcio e Luciano, embora eu fosse fã da banda há muito tempo, mas eu respeito muito o Licks, e que ele tem um trabalho muito importante na guitarra do Brasil, e que tem muitos fãs. É uma coisa corriqueira em me perguntar sobre o Licks e o que eu acho dele. Bom, eu vi ele tocar ao vivo? Nunca! Só vi depois no youtube, coisas assim. Achei ele um guitarrista interessante. Mesmo assim sendo um guitarrista de rock na época, ele conseguiu transpor bem o que ele sabia, o que tinha feito nos anos setenta em Porto Alegre, tocava com o Nei Lisboa, ter feito "paramétrio", tudo isso! O cara tem uma certa importância. Depois da saída dos Engenheiros, eu nunca ouvi mais nada dele, eu nunca ouvi falar mais nada dele. Alguns fãs me dão notícias dele, têm contato. O que eu posso dizer é que ele marcou a história dos Engenheiros, mas assim como o Luciano Granja também. Eu não consigo diferenciar os dois.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista na íntegra pode ser lida no link abaixo:
http://rock80brasil.blogspot.com.br/2013/10/entrevista-rodri...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rage In My Eyes: Assista video com versão de "A Perigo", do Engenheiros do Hawaii

Humberto Gessinger: ele arregou para o Régis Tadeu? Paulo Baron comentaHumberto Gessinger
Ele arregou para o Régis Tadeu? Paulo Baron comenta


Rock Nacional: Artistas e bandas que estrearam com álbuns estranhosRock Nacional
Artistas e bandas que estrearam com álbuns estranhos

Pra discutir: os 100 melhores discos do rock brasileiroPra discutir
Os 100 melhores discos do rock brasileiro


Sílvio Santos: The Number Of The Beast em ritmo de festaSílvio Santos
"The Number Of The Beast" em ritmo de festa

Joey Ramone: em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'RJoey Ramone
Em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'R


Sobre André Nascimento

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de André Nascimento no Whiplash.Net.

Goo336