Machine Head: ex-baixista está processando a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Anti Music, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baixista demitido do MACHINE HEAD, Adam Duce, lançou um processo contra seus ex-companheiros de banda e seu ex-agente. Ele está buscando um mínimo de US$ 1,8 milhões após o frontman do grupo, Robb Flynn conrifmar a separação e escrever em seu blog: "Podemos ter despedido Adam, mas Adam deixou a banda há mais de uma década - ele só nunca contou a ninguém. A verdade seja dita, ele estava cansado disso, e eu não o culpo, mas ele simplesmente não ia embora."

Machine Head: anunciados novos membros da bandaPaixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicos

Duce foi substuído por Jared MacEachern, mas afirma que ele ainda tem direitos nas parcerias da banda e na empresa. Ele também diz que sua dispensa foi uma forma de assegurar mais dinheiro para os outros membros.

No processo, ele afirma que por mais quer a banda tenha ganhado US$ 2 milhões para abrir para o METALLICA, seguido de US$ 3 milhões na turnê europeia, e por mais que seja intitulado a uma parcela igualitária dos lucros, ele ficou sem dinheiro algum, e teve que arrumar um emprego enquanto a banda não estava em turnê.

Duce alega que seu agente, Joseph Huston e Flynn recusaram-se a prover respostas satisfatórias para suas questões sobre o dinheiro da banda. Ele diz ainda que foi despedido antes da banda assinar com a Nuclear Blast, para que os membros remanescentes pudessem receber mais dinheiro.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Machine Head"


Machine Head: anunciados novos membros da bandaMachine Head: veja "Death Church" tocada em estúdioMachine Head: Burn My Eyes completa 25 anos

Robb Flynn: frontman culpa fãs mais jovens pela derrocada do rockRobb Flynn
Frontman culpa fãs mais jovens pela derrocada do rock

Machine Head: a experiência de abrir para o MetallicaMachine Head
A experiência de abrir para o Metallica

Machine Head: segundo baterista, o grupo quase acabouMachine Head
Segundo baterista, o grupo quase acabou


Paixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicosPaixão nacional
O futebol e os roqueiros britânicos

Separados no nascimento: sou só eu, ou eles são parecidos?Separados no nascimento
Sou só eu, ou eles são parecidos?

Separados no nascimento: Alice Cooper e Emerson FittipaldiSeparados no nascimento
Alice Cooper e Emerson Fittipaldi

Bon Jovi: Jon e Sambora viveram triângulo amoroso com atrizBon Jovi
Jon e Sambora viveram triângulo amoroso com atriz

Blender: as letras mais repulsivas do Heavy MetalBlender
As letras mais repulsivas do Heavy Metal

Metal: dez grandes canções do gênero dos anos setentaMetal
Dez grandes canções do gênero dos anos setenta

Nothing But Bluesaaaaaargh: Frank Sinatra em versão DeathNothing But Bluesaaaaaargh
Frank Sinatra em versão Death


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336