Corey Taylor: "o legado de Ronnie James Dio nunca terá fim"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/04/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Corey Taylor falou recentemente com Adam Lawton do MediaMikes.com sobre o envolvimento do vocalista do SLIPKNOT/STONE SOUR no "This Is Your Life", álbum tributo ao lendário vocalista de heavy metal, Ronnie James Dio. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

1294 acessosSlipknot: estúdio x ao vivo, expectativa e realidade5000 acessosPorn Metal: Filmes para inspirar os headbangers solitários

MediaMikes.com: Qual foi o seu primeiro contato com Dio?

Corey Taylor: Eu conheci Dio quando eu ainda era muito jovem. Eu lembro de ter visto o vídeo de "Rainbow In The Dark" na MTV. Foi a primeira coisa que conheci de Dio. Foi só anos mais tarde que eu percebi que ele tinha toda esta carreira com o RAINBOW e o BLACK SABBATH e até mesmo com o ELF. Quando eu vi o vídeo instantaneamente ela se tornou uma das minhas canções favoritas. Havia tanto poder e clareza na voz de Ronnie. Era como se ele pudesse cantar qualquer coisa. Alguns anos depois, após ter explorado o seu catálogo, eu ainda achava a sua voz muito vibrante e ele realmente se tornou um dos meus vocalista favoritos.

MediaMikes.com: O seu e caminho e o de Ronnie se cruzaram?

Corey Taylor: Sim. Na verdade, eu o conheci e passei um tempo com ele, pouco antes de falecer. Nos conhecemos na premiação do Revolver Golden God (em abril de 2010) quando ambos estávamos concorrendo na categoria de melhor vocalista. Eu realmente nunca torci por mim nestas coisas, então eu estava torcendo por Ronnie como um louco. Eu queria que ele ganhasse disparado e ele ganhou. Eu estava nos bastidores concedendo uma entrevista e Ronnie chegou até onde eu estava, e de certa forma, sequestraram ele para uma entrevista. Ronnie era tudo o que eu queria que ele fosse. Ele foi tão legal e gracioso. Mesmo no final da sua luta. Era realmente incrível a sensação que partia dele. Eu lhe disse que era um grande fã e ele respondeu: 'igualmente'. Isso me acendeu como um Quatro de Julho. Foi muito legal. Eu já tinha visto ele tocar ao vivo um punhado de vezes, mas chegar a conhecê-lo significou tudo para mim. Eu fiquei simplesmente arrasado quando ele se foi.

MediaMikes.com: Qual você acha ser o fator que mais lhe atraiu em Ronnie?

Corey Taylor: Eu acho que tem um monte de coisas diferentes. Ele era tão bom em se encaixar com quem ele tocava. Ele tinha o seu próprio estilo, mas acho que ele foi capaz de elevar a música a um outro nível. As obras de Ronnie ganhavam vida própria, algo que em boa parte da música, hoje em dia, está em falta. Não quer dizer que algumas dessas bandas não sejam grandes, mas Ronnie tinha essa consistência em levar as coisas para o próximo nível e fixá-las. Acho que é porque as pessoas continuam relembrando e redescobrindo a obra de Ronnie. Eu acho que o seu legado nunca terá fim.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo:
http://www.mediamikes.com/2014/04/slipknots-corey-taylor-tal...

Fonte original desta matéria:
http://www.blabbermouth.net/news/corey-taylor-i-dont-think-w...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 13 de abril de 2014
Post de 14 de abril de 2014

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

1294 acessosSlipknot: estúdio x ao vivo, expectativa e realidade500 acessosSlipknot: reagindo aos melhores vocais cover da banda2773 acessosSlipknot: o fã que achou alguma coisa na Deep Web0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slipknot"

SlipknotSlipknot
Pornografia inspirou primeiro álbum da banda

SlipknotSlipknot
Baixista mostra detalhes de instrumento ao Total Guitar

SlipknotSlipknot
"O Kiss se transformou na Disney do Rock!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slipknot"0 acessosTodas as matérias sobre "Stone Sour"0 acessosTodas as matérias sobre "Dio"

Porn MetalPorn Metal
Filmes para inspirar os headbangers solitários

Iron MaidenIron Maiden
As 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

Axl RoseAxl Rose
Um dos vocalistas com maior alcance

5000 acessosDeuses do Rock: o tempo passa para (quase) todos eles5000 acessosLinkin Park: Chester Bennington abre o jogo sobre seu vício5000 acessosKing Diamond: o "Rei Satânico"5000 acessosPower-Trios: o Hard é o gênero "onde o bicho mais pega"4997 acessosMetallica: Dave Mustaine passou dias chorando após morte de Cliff Burton5000 acessosFender: vídeo mostra como se faz uma Stratocaster

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online