Down: uma composição mais ambiciosa para o próximo EP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O editor chefe do Artistdirect.co,, Rick Florino, recentemente conduziu uma entrevista com o ex-PANTERA e atual DOWN, Phil Anselmo. Alguns trechos desta conversa podem ser lidos abaixo.

Tony Iommi: John Bonham quebrou a bateria de Bill WardHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1991

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Arstistdirect: "Down IV - Part Two" traz aquilo que o DOWN sempre nasceu para ser. É uma continuação natural da inspiração trazida pelo BLACK SABBATH e uma exploração maior do que nunca. Ele codifica o que vocês sempre falaram e é realmente cativante.

Anselmo: "Obrigado, Rick. Ao fim do dia, ele soa como o DOWN. O DOWN foi fundado diretamente por causa do BLACK SABBATH e todas estas influências. Para mim, ter esta nova infusão de escritores é importante. A Contribuição de Pat [Bruders, baixo], ao segundo EP foi massiva. Nosso novo guitarrista, Bobby Landgraf, chegou como um contribuidor logo de cara, tendo nos assistido por muitos anos como um fã da banda. Ter um grande guitarrista desta forma e dar este toque naquilo que ele sente que um riff do DOWN deve ser, é uma absoluta injeção de novo sangue e entusiasmo através da banda inteira. Eu não tenho como dar créditos suficientes pelo que eles fizeram por este álbum em particular. Concordo totalmente com você. É DOWN em cem por cento do começo ao fim. Não poderia ser confundido por outra banda neste momento."

Artistdirect: Há algumas surpresas também para as hordas de fãs. Você não teria ouvido uma música como "Conjure" em "Nola" [álbum de estreia da banda].

Anselmo: "Eu concordo. 'Conjure' é única em sua própria forma. É uma adoração a 'St.Vitus' do BLACK SABBATH, na verdade. Quando colocada em nossas mãos, a forma deslizante que os caras tocam o riff e a executam, e há definitivamente algo de Ozzy Osbourne permeado através de minha inteira performance vocal. Parece natural e de uma estranha forma uma progressão. Parece bem orgânica, o que é estranho para mim dizer, vindo do ponto de vista da influência de BLACK SABBATH e de 'St. Vitus'. Sim, ainda aqui, em 2014, usamos a palavra 'influência' de forma bem forte aqui. Tudo que tocamos vai acabar soando como o DOWN, mas nós permitimos que as músicas fluam e saiam da forma que deve sair, sem muita confusão. Nós não pensamos muito sobre o tamanho da música ou algo assim. Nós deixamos a música fluir através de nós. Me sinto bem sobre isso. Como eu disse, vem de um lugar muito natural e verdadeiro, em relação a como o DOWN abraça isso."

Artistdirect: Vocês já começaram a pensar em novas músicas?

Anselmo: "Primeiro e mais importante, o material é pela maior parte novo. Eu não acho que temos riffs sentados por aí por muito tempo. É um fato que os riffs de Pat são basicamente 'Bacchanalia' e talvez 'Conjure'. A maioria destas músicas são muito novas e não são derivadas de riffs antigos. Agora, chuto que haverá uma composição mais ambiciosa para o terceiro EP. Nenhum de nós deve se afastar muito do que o DOWN faz. Acho que nunca o faremos. Agora, 'ambiciosa', é uma palavra ambiciosa quando discutimos um EP que não está nem mesmo em composição ainda. [risos] O DOWN é uma banda que tem muita dinâmica, seja músicas de heavy metal, como 'Stone e Crow' ou números de música acústica. Nós podemos fazer muitas coisas dentro deste gênero. Quanto ao nosso terceiro ato, eu gostaria eu fosse espontâneo e não terrivelmente pensado ou planejado com antecedência. Basicamente nós vamos fazer um EP de cada vez. O clima vai dar o tom do terceiro EP. Ele vai ser interessante."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Down"Todas as matérias sobre "Phil Anselmo"Todas as matérias sobre "Pantera"


Guns N' Roses: Pantera tocava todas as músicas do Appetite For DestructionGuns N' Roses
Pantera tocava todas as músicas do "Appetite For Destruction"

Hall da Fama: doze bandas que deveriam estar ali mas não estãoHall da Fama
Doze bandas que deveriam estar ali mas não estão


Tony Iommi: John Bonham quebrou a bateria de Bill WardTony Iommi
John Bonham quebrou a bateria de Bill Ward

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1991Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1991


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336