Steve Perry: "Eu tinha esquecido o quanto sentia falta disso"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O ex-frontman do JOURNEY, Steve Perry, que fez uma segunda aparição surpresa com o EELS no final de semana, disse que não está tentando se reunir com seus ex-companheiros de banda, por mais que o atual vocalista do grupo, Arnel Pineda, disse que Perry seria bem vindo se tomasse o seu "lugar de direito".

Grandes covers: cinco versões para "Separate Ways (Worlds Apart)", do JourneyVocalistas: cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em adição à música "It's A Motherfucker" do EELS e um cover de "Only Sixteen", de Sam cooke, Perry - cujo rumores afirmam que vai voltar ao JOURNEY há anos - entregou os mesmos clássicos da banda que tocou com o EELS em 25 de maio, em Minessota, "Lovin' Touchin', Sequeezin'" e "Open Arms".

Perry contou ao site Classic rock Magazine: "As pessoas simplesmente juntaram dois mais dois - mas isso não era sobre a reunião do JOURNEY. Não há reunião. Eu estava só me divertindo."

Ele adiciona: "Eu sempre adorei 'It's A Motherfucker', porque é sobre dor e perda. Nós tocamos ela nos ensaios, e a próxima coisa que eu percebo é que estou em Saint Paul. Algum dia eu vou gravar essa música."

"Em um mundo onde é difícil guardar segredos, eu acho muito divertido ir lá fora para uma plateia que não está suspeitando de nada."

Perry também comentou como ele foi apresentado ao EELS pelo vocalista e principal compositor Mark Oliver Everett, que explicou que Perry se afastou do JOURNEY porque "ele não sentia ser certo." Perry falou: "Eu não poderia ter dito melhor - foi exatamente o que aconteceu. Ele já tinha cumprido seu curso."

Sobre seu retorno aos palcos, Perry disse: "Quando fui anunciado, eu achei que teria que ir ao banheiro e dar um tempo lá fora, mas finalmente eu estou lá. A plateia me viu e eu não tinha experimentado esse tipo de emoção durante um tempo. Eu estava além da animação."

"Eu estava tão grato de que eles estavam amando e felizes de me ver. Eu estava feliz de vê-los. Eu tinha esquecido o quanto sentia falta disso."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Journey"Todas as matérias sobre "Steve Perry"


Grandes covers: cinco versões para "Separate Ways (Worlds Apart)", do Journey

Bateristas: 5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do RockBateristas
5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do Rock

Para entender: o que é AOR?Para entender
O que é AOR?

Journey: o AC/DC acabou conosco e nos fez melhorarJourney
"o AC/DC acabou conosco e nos fez melhorar"


Vocalistas: cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy MetalVocalistas
Cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy Metal

Metallica: ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicosMetallica
Ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicos


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336