Pitty: "o choro é livre (e nós também)", sobre ofensas no Twitter

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Twitter
Enviar Correções  

A roqueira baiana PITTY, atração confirmada no Festival Abril Pro Rock deste ano (24 de abril) respondeu às ofensas recebidas no twitter, inclusive por Roger, ULTRAJE À RIGOR (leia mais no link abaixo) por conta de seu posicionamento à respeito das manifestações deste 15 de março.

Protestos de 15/03: Roger Moreira critica posição de PittyProtestos de 15/03
Roger Moreira critica posição de Pitty

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem se referir diretamente a Roger, a cantora disse: "Uau. Se vocês vissem nas minhas mentions o jorro de ódio irracional desde ontem... Diálogo zero, só ofensas preconceituosas". E continuou: "Xingamentos impublicáveis, xenofobia, machismo e ‘comunista’. E olha que eu nem defendo o PT! atitude é praticamente um endosso".

Para um usuário, chamado Padu, que escrevera "Quando terminar o mimimi... volte pra cozinha! Quem sabe lá você se sai melhor que na música.", PITTY respondeu: "só gente de bem :)".

E arrematou: "pois eu não volto pra cozinha, nem o negro pra senzala, nem o gay pro armário. o choro é livre ( e nós também) :))))"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da históriaGuitarpedia
Os 10 riffs de guitarra mais complicados da história

Veraneio Vascaína: Uma ácida crítica à polícia brasileiraVeraneio Vascaína
Uma ácida crítica à polícia brasileira


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Goo336x280