Guerra ao Terror: baterista peida e casa é multada em 500 dólares

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

O dono de uma casa de shows na capital estadunidense está furioso depois que o peido de um baterista causou uma multa de 500 dólares.

Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackBlack Sabbath: a passagem de Ian Gillan pela banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bill Duggan, proprietário do Madam’s Organ Blues Bar, foi punido pelo órgão que controla a venda e o consumo de álcool na cidade porque o músico – cuja identidade não foi revelada – abriu uma janela às 1:30 da manhã alguns dias atrás.

Mas um oficial da lei passava pelo local e identificou nisso uma violação operacional das políticas vigentes, já que as portas e janelas de uma casa do tipo devem ser fechadas após a meia-noite e meia enquanto música estiver sendo tocada no local.

Duggan disse no relatório: "Ele abriu a janela para dissipar um peido. Ele a entreabriu por cinco minutos – e daí o fiscal apareceu. "

Ele disse ao site Borderstan: "20 anos e nenhuma porra de violação, e é isso que eles arrumaram agora. As pessoas são esfaqueadas e baleadas em outros estabelecimentos.

"No nosso, alguém peida, abre uma janela, e eles passam um ano enchendo por isso. "

Uma postagem na página da casa no Facebook diz: "Demorou muito para aquele cheiro sair do ar – mas a atual situação cheira muito pior".

Ele pretende apelar da decisão.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Black Sabbath: a passagem de Ian Gillan pela bandaBlack Sabbath
A passagem de Ian Gillan pela banda


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor