Mike Portnoy: a última vez que o baterista viu sua mãe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O lendário baterista Mike Portnoy (DREAM THEATER, THE WINERY DOGS), soltou a seguinte atualização para os fãs:

"O mundo perdeu um grande homem hoje... Um homem que foi meu professor no Ensino Médio, Sr. Pat Lynch.

O Senhor Lynch foi meu Robin Willians da 'Sociedade dos Poetas Mortos' (5 anos antes do filme). Ele deu uma aula que mudou minha vida.

Era um sexta-feira, 16 de novembro de 1984:

Ele estava falando à turma para aproveitarem o dia, ('Carpe Diem'), apontando como a vida era preciosa e que isso poderia mudar a qualquer momento, em um estalar de dedos, e para apreciar tudo que você tem AGORA, enquanto você ainda as tem. Ele encorajou todos na turma a ir para casa e abraçar e beijar seus pais e dizer o quanto os ama e o quanto está agradecido.

Nessa noite, minha mãe estava se preparando para viajar para Atlantic City com seu namorado pelo final de semana. Um pouco antes de sair com meus amigos, eu virei, e abracei e beijei minha mãe e disse o quanto a amava (eu nunca tinha feito isso antes). Ela ficou surpresa e perguntou de onde isso tinha vindo. Eu falei que só queria dizer o quanto a amava.

Foi a última vez que eu vi minha mãe. Ela morreu naquela noite, em um acidente de avião na costa de Atlantic City.

E eu conto essa história não para receber simpatia, mas para encorajar outros a fazer o mesmo. Eu escrevi essa história em 'A Change Of Seasons', no DREAM THEATER, esperando passar a lição do 'Aproveite o Dia'. Eu até tenho tatuado 'Carpe Diem' no meu braço esquerdo, para que eu possa sempre me lembrar disso.

E eu compartilho essa história hoje para agradecer Pat Lynch por essa incrível aula naquela tarde de novembro, uma aula que me deu meu último momento com minha mãe. Um que eu nunca teria se não fosse por aquela poderosa lição mais cedo naquela tarde.

Obrigado, Pat Lynch, por mudar minha vida e a de incontáveis outros.

Carpe Diem,
Mike Portnoy"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Mike Portnoy"


Noturnall: Lançado videoclipe de Scream! For!! Me!!! com participação de Mike PortnoyNoturnall
Lançado videoclipe de "Scream! For!! Me!!!" com participação de Mike Portnoy

Mike Portnoy: puto com fã que usava camiseta de novo álbum do DTMike Portnoy
Puto com fã que usava camiseta de novo álbum do DT

Mike Portnoy: levando um pedacinho do Jimmy comigoMike Portnoy
"levando um pedacinho do Jimmy comigo"

Modern Drummer: os melhores bateristas votados pelos fãsModern Drummer
Os melhores bateristas votados pelos fãs


Steven Tyler: nunca esquecerei a audição para o ZeppelinSteven Tyler
"nunca esquecerei a audição para o Zeppelin"

Em cana: os rockstars em suas fotos mais constrangedorasEm cana
Os rockstars em suas fotos mais constrangedoras

Rock e metal: o outro lado das capas de discosRock e metal
O outro lado das capas de discos

Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Anette Olzon: Eu fui demitida exatamente como Tarja também foiAnette Olzon
"Eu fui demitida exatamente como Tarja também foi"

Bon Jovi: Blaze of Glory foi composta em guardanapos em um barBon Jovi
"Blaze of Glory" foi composta em guardanapos em um bar

Scorpions: maior sucesso foi baseado em algo que nunca vai acontecerScorpions
Maior sucesso foi baseado em algo que nunca vai acontecer


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336