Ghost: banda é "55% sobre dar um show e 45% sobre mudar o mundo"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Team Rock, Tradução
Enviar Correções  

Um dos nameless ghouls do GHOST indiciou o lado sério da natureza da banda.

Lista: 12 bandas atuais que ou você ama ou odeia, segundo a KerrangMetallica: os fantasticos carros de James Hetfield

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico falou à Rolling Stone gringa: "Nós criamos essa mistura onde podemos combinar todos nossos estilos musicais adolescentes favoritos.

"Nós achamos uma forma de ter um riff de metal extremo e uma melodia pop por cima de tudo".

"Após isso foi um 'Ah, merda - talvez pudéssemos transformar isso em uma banda de horror-rock, e jogar lá também nossa infantil fascinação por filmes de terror."

Por outro lado, há uma mensagem mais profunda por trás desse trabalho: "Nós estamos nos intrometendo no relacionamento da humanidade com Deus. Essa é uma coisa que está presente nos três discos. Estará presente no quarto também."

Ele adiciona: "Vamos dizer que somos 55% sobre dar um show e 45% sobre mudar o mundo. E não estamos tentando dar respostas, só estamos refletindo"

O músico continua: "E se daqui a 100 anos tivermos uma aceitação maior e não pudermos mais decapitar pessoas pelo que achamos que acontece no pós-vida? E se pudermos ter qualquer coisa a ver com fazer as pessoas aceitarem que não sabemos de nada, eu estaria muito, muito feliz."

"Eu não acho que vamos ter esse efeito, mas ao menos temos a oportunidade de fazer nossa parte."

"No fim das contas estamos aqui para fazer rock. Se as pessoas entendem, se estão entretidas, estou feliz com isso. Você não pode ter tudo."




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lista: 12 bandas atuais que ou você ama ou odeia, segundo a KerrangLista
12 bandas atuais que ou você ama ou odeia, segundo a Kerrang

Ocultismo: 13 álbuns essenciais de Occult Rock, segundo a KerrangOcultismo
13 álbuns essenciais de Occult Rock, segundo a Kerrang

Melodicka Bros: "Square Hammer", do Ghost, em versão cyberpunk/synthwave

Metallica: qual o setlist ideal para Tobias Forge, do Ghost?Metallica
Qual o setlist ideal para Tobias Forge, do Ghost?

Action Figures: Lista de 23 colecionáveis raros do rock e metalAction Figures
Lista de 23 colecionáveis raros do rock e metal

Black metal: Maxime Taccardi e sua arte extrema usando seu próprio sangueBlack metal
Maxime Taccardi e sua arte extrema usando seu próprio sangue


Duff McKagan: Phil Anselmo me fez gostar do GhostDuff McKagan
"Phil Anselmo me fez gostar do Ghost"

Heavy Metal: dez músicas que você pode mostrar pra quem não gosta do gêneroHeavy Metal
Dez músicas que você pode mostrar pra quem não gosta do gênero


Metallica: os fantasticos carros de James HetfieldMetallica
Os fantasticos carros de James Hetfield

Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandasMemoráveis como a música
Os 25 melhores logos de bandas


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor