Exodus: "Vão se fuder aqueles babacas", diz Rob Dukes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Tiago Dantas da Rocha, Fonte: BlabberMouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O ex-vocalista do EXODUS, Rob Dukes, se referiu aos seus antigos colegas de bandas como "babacas" e expressou sua satisfação em relação ao fato dele "nunca mais ter que falar com eles novamente."

423 acessosTudo no Shuffle: Thrash Metal, 10 Grandes Riffs5000 acessosBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Em junho de 2014 o EXODUS anunciou a saída de Dukes e o retorno do seu predecessor, Steve "Zetro" Souza, que foi o frontman da banda de 1986 até 1993 e depois de 2002 até 2004.

Quando perguntado pela Painful Pleasures qual a opinião dele sobre sua demissão do EXODUS agora que se passou 1 ano e meio desde a sua saída, Dukes disse: "Vão se fuder aqueles babacas. Eu nunca mais terei que falar com eles novamente... ou seus empresários, e isso é ótimo. É como se eu tivesse removido um câncer da minha vida."

Numa entrevista para o podcast Blood, Sweat And Metal da Australia, Dukes disse que não conversou com nenhum dos seus antigos colegas de banda desde a sua saída do EXODUS. "Eu não falei com nenhum deles, apenas com o (baterista) Tom (Hunting), Rob explicou. "Tom me ligou... Ele me ligou e disse, 'Nós vamos seguir em frente com um vocalista diferente. E vai ser com o Zet.' E basicamente foi isso. Foi uma conversa de telefone de 20 segundos. E foi tudo o que me foi dito. É isso aí."

No ano passado o guitarrista do EXODUS, Gary Holt, defendeu a forma como a banda demitiu Dukes dizendo que "muito tempo" foi gasto ponderando a decisão final antes que ela fosse tomada.

Holt, que vem se dividindo nos últimos 4 anos entre o EXODUS e o SLAYER, negou que o EXODUS tenha conduzido a demissão de Dukes de uma forma tão insensível, afirmando que "Houve conversas anteriores a essa para Rob antes da decisão, então quanto tempo deveria durar essa última conversa? Não foi algo que envolveu apenas 20 segundos. (Enquanto eu estava) Na Europa (Com o SLAYER) eu participei de todo esse processo pelo qual nós passamos".

Holt também desmentiu a especulação gerada na internet que a ruptura com Dukes foi motivada por razões financeiras ou que foi orientada pelo novo gerente do EXODUS, o vocalista do TESTAMENT, Chuck Billy, um dos co-fundadores da empresa de gerenciamento Breaking Bands LLC. "Não se trata de dinheiro e Chuck não tomou parte nisso", Holt disse. "Houve alguns problemas por trás dos bastidores e nós chegamos a uma conclusão." O guitarrista entretanto se recusou a dar mais detalhes sobre a decisão do EXODUS em seguir em frente sem Dukes, explicando: "Tudo o que ocorreu continuará interno. Eu não vejo necessidade alguma de lavar a roupa suja em público".

Holt, que em outro momento afirmou que a decisão de demitir Rob e re-contratar Zetro "foi a decisão mais difícil das nossas vidas, algo que foi escolhido por toda a banda", mais uma vez demonstrou orgulho pelo ex frontman do EXODUS, dizendo: Eu desejo tudo de bom para o Rob, e meu sentimento é apenas de amor em relação a esse cara. Ele será uma força por muito tempo e sinto orgulho por ele e como ele foi capaz de começar como um cara com moicano rosa até um perigoso vocalista de thrash. Ele é um cantor incrível e nós temos total respeito por ele e adoramos a música que criamos juntos.

Dukes se juntou ao EXODUS em janeiro de 2005 e apareceu em 4 álbuns de estúdio da banda — "Shovel Headed Kill Machine" (2005), "The Atrocity Exhibition... Exhibit A" (2007), "Let There Be Blood" (2008, uma regravação do clássico álbum de 1985 do EXODUS, Bonded By Blood) e "Exhibit B: The Human Condition" (2010).

Dukes lançou dois álbuns de estúdio com sua banda paralela GENERATION KILL, "Red White And Blood" (2011) e "We're All Gonna Die" (2013).

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de novembro de 2015

Slayer e ExodusSlayer e Exodus
Gary Holt revela como é tocar em duas grandes bandas

423 acessosTudo no Shuffle: Thrash Metal, 10 Grandes Riffs1081 acessosExodus: vídeos de reunião com Dukes, Bostaph e Hunolt1250 acessosExodus: banda vai se reunir com Rob Dukes para show904 acessosExodus: Steve Souza diz que novo álbum é muito pesado0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Exodus"

ExodusExodus
Gary Holt fala sobre Megadeth, Metallica, MP3, tours, Baloff...

MetallicaMetallica
Voltarão a fazer thrash clássico, diz vocal do Exodus

Thrash MetalThrash Metal
Os melhores álbuns de 1983 a 2016

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Exodus"

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

Capas polêmicasCapas polêmicas
Slayer, Megadeth, Dream Theater, Carcass...

Há quem gosteHá quem goste
As 10 bandas mais odiadas do universo

5000 acessosRegis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro5000 acessosMusas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstars5000 acessosDonald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleito5000 acessosPantera: "odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo5000 acessosBret Michaels: "Ensinei Charlie Sheen a destruir quartos!"5000 acessosSlash: Babymetal é a coisa mais empolgante que escutei recentemente

Sobre Tiago Dantas da Rocha

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online