AC/DC: Angus sente que tem "obrigação" de continuar com a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Team Rock, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista do AC/DC, Angus Young, se pergunta ainda se deveria ter aposentado a banda quando seu irmão pendurou os instrumentos, mas sente que tem "obrigação" de continuar.

Guitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da históriaDinho Ouro Preto: "É assustador ver todo o rock ficar de direita"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A turnê Rock Or Bust termina no próximo mês, com Malcolm Young substituído pelo seu sobrinho Stevie Young, o frontman Brian Johnson substituído por Axl Rose e o baterista Phil Rudd substituído por Chris Slade. O baixista Cliff William já disse que vai se aposentar no final da turnê.

Malcolm teve que sair em 2014, quando foi anunciado que estava com demência.

Quando perguntado em uma recente entrevista se a banda deveria acabar, Angus respondeu: "Pode ser o caso, mas Malcolm sempre foi um batalhador."

"Ele me olhava em momentos de crise e falava: 'Nós vamos lá e fazemos nosso trabalho. Vamos sentar e escrever algumas músicas'. Ele tinha aquela vontade de ir em frente e nós nos sentimos obrigados a continuar em frente - talvez porque eu estava lá desde o começo com ele."

"Ele era mais velho que eu. Eu sempre o admirei. No estúdio eu conversava com eles sobre o som das guitarras e ele sempre me deixava boquiaberto. Ele mandava um som grande e robusto e eu falava: 'Ah, uau!'"

Angus fala que é "difícil de se comunicar" com Malcolm, dizendo: "Eu mando mensagens para eles. Não estou 100% de que eles chegam lá, mas eu deixo ele ciente de que várias pessoas sentem sua falta."

Williams também falou que esta seria sua última turnê e Angus aceitou que o baixista está sentindo falta de Johnson que parou de tocar após encarar uma completa perda de audição.

"Além de mim mesmo, Cliff está aqui há mais tempo", disse o icônico músico. 'Cliff e Brian estão na mesma idade. Eles gostam de sair, visitar os pubs - eles tem esse laço."

"Brian já tinha um ouvido ruim. Ele teve problemas em um acidente de carro. O ouvido bom estava se deteriorando rapidamente. Em cada show, nós fazíamos com que ele fosse testado e monitorado. Estava ficando muito difícil para ele."

Quando perguntado o que vai acontecer em seguida, Angus Responde: "Nesse momento, eu não sei. Nós estamos comprometidos a finalizar a turnê. Quando você assina o contrato e diz: 'Eu vou fazer isso', é bom dizer no final: 'Eu fiz tudo que eu disse que faria.'"

Sobre o assunto de tocar com outros músicos, ele disse: "Você tem que ressuscitar as pessoas dos mortos! Eu sentaria com Keith Richards - ele é um cara rítmico como Malcolm."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "AC/DC"


Gibson: elege Back in Black como o melhor riff dos 80sGibson
Elege "Back in Black" como o melhor riff dos 80s

AC/DC: Angus aperta nariz de fã rebelde durante show em 2000AC/DC
Angus aperta nariz de fã rebelde durante show em 2000


Guitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da históriaGuitarpedia
Os 10 riffs de guitarra mais complicados da história

Dinho Ouro Preto: É assustador ver todo o rock ficar de direitaDinho Ouro Preto
"É assustador ver todo o rock ficar de direita"


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336