Alcoólicos Sexuais: sem medo de viver na estrada

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Rister, Fonte: Insanity Records, Press-Release
Enviar Correções  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Reza a lenda que uma banda de verdade se faz na estrada, é onde se separam os homens dos guris. Esse conceito é levado muito a sério pela banda ALCOÓLICOS SEXUAIS, que em apenas quatro anos de existência, possui em seu currículo mais de 150 shows, em diversas regiões do país.

No início do processo de divulgação do seu novo álbum "Algum Problema", o vocalista, guitarrista e fundador do grupo, Dinarte Cavalheiro, nos concede uma entrevista em que fala sobre a trajetória da banda e seus próximos passos:

publicidade

Mateus Rister: Como a banda surgiu?

Dinarte Cavalheiro: A banda surgiu em novembro de 2014, na cidade de Porto Alegre RS, com o propósito de fazer Rock N Roll cru, sujo e direto passando por várias vertentes dentro do rock. Como fica bem visível em nossas músicas, algumas mais Punk Rock, outras mais Hard Core e por aí vai, mas sempre preservando a nossa pegada e identidade.

publicidade

Mateus Rister: Em quatro anos de carreira, vocês já lançaram três EPs, dois álbuns de estúdio e um DVD, muito material para uma banda independente. Como funciona o processo de composição do grupo?

Dinarte Cavalheiro: Então, estamos sempre com algo na manga, gostamos de estar sempre lançando um novo material. As composições são feitas todas por mim, e pela minha esposa, Stefanie Cavalheiro, que já fez parte da banda em 2017 e acabou saindo por motivos pessoais, mas está sempre de alguma forma presente em tudo que a ALCOÓLICOS lança.

publicidade

Mateus Rister: O aspecto audiovisual também é um ponto forte da banda, falem sobre a gravação do DVD "Ao Vivo na Toca":

Dinarte Cavalheiro: Eu acho que já estava na hora de ter um material mais profissional por isso lançamos o DVD. Neste material, tentamos mostrar um pouco dos diversos materiais que a banda tem e tentamos fazer algo mais leve.

publicidade

Dinarte Cavalheiro: A maioria das músicas está em formato acústica, mas sempre com a guitarra pesada marcando presença, eu achei bem legal fazer essa mistura, pois como citei antes nós não nos prendemos a rótulos, somos uma banda de Rock and Roll, adoramos pegar várias influências e puxar para nós.

Dinarte Cavalheiro: O DVD foi gravado em Porto Alegre (RS), na TOCA DO OGRO e foi incrível! Pois a casa nos representa muito, bem ao estilo motociclista que eu particularmente me identifico muito. Fechamos uma grande parceria com a casa e só temos a agradecer por terem aberto o espaço e nos dado todo apoio necessário.

publicidade

publicidade

Mateus Rister: Vocês lançaram recentemente um novo álbum "Algum Problema", o que o público pode esperar deste disco?

Dinarte Cavalheiro: Esse novo álbum eu considero o nosso melhor trabalho lançado até agora. Muito mais peso, letras mais trabalhadas, e claro, sempre tem algumas baladas no CD. O álbum também conta com alguns clássicos nossos que não poderiam ficar de fora como: "Casamento, Otário que te banca e A estrada me faz viver", mas 60% do álbum são todas músicas novas.

publicidade

Mateus Rister: Quem fez a arte da capa?

Dinarte Cavalheiro: A arte da capa foi criada em São Paulo pelo nosso parceiro Leonardo Tassi que mandou muito bem nesse trabalho! Recomendamos.

Mateus Rister: Como o público pode encontrar o material da banda para compra ou audição?

Dinarte Cavalheiro: Pode comprar direto comigo pelo whatsApp: (47) 9 9248-1856, pelo site ou pela página oficial no facebook.

Mateus Rister: Você (Dinarte) também mantém uma carreira solo em paralelo a banda, nos conte sobre o seu projeto:

Dinarte Cavalheiro: Esse projeto é mais acústico, onde trabalho mais com estilo Country/Rock e consigo entrar em algumas casas que a Alcoólicos não entra por questões de estilo, ambiente e tal. Pretendo lançar meu primeiro CD solo intitulado "Histórias de um lobo solitário" no início do ano que vem. Mas já estou na estrada com esse projeto também, pois o negócio mesmo é nunca parar.

Mateus Rister: A ALCOÓLICOS SEXUAIS é uma das bandas undergrounds que mais tocam ao vivo no Brasil, como o grupo faz para manter sempre o pé na estrada?

Dinarte Cavalheiro: Isso é bem complicado, pois para fazer tudo isso acontecer depende de muitas coisas, tipo: Não podemos ter um emprego fixo, estar sempre disponível para pegar a estrada e principalmente amar o que fazemos. Pois não é nada fácil hoje em dia manter uma banda, por isso que já trocamos várias vezes a formação. É difícil achar músicos que vistam a camisa, que estejam dispostos a ficar trinta dias na estrada direto, sem voltar pra casa, então envolve várias questões.

Dinarte Cavalheiro: Mas estamos sempre na estrada, em quase quatro anos de banda já fizemos em torno de 150 shows...um pouco mais eu acho (risos).

Dinarte Cavalheiro: Isso é muito foda, pois conhecemos vários lugares que nunca tínhamos pensado em conhecer. Mas a melhor coisa é quando você chega nos lugares e tem gente cantando o seu som, isso não tem preço! Para nós, é simplesmente foda.

Dinarte Cavalheiro: Eu fico muito agradecido por tudo que está acontecendo com a Alcoólicos Sexuais, pois não somos uma banda comercial, bem pelo contrário, nosso som é bem polêmico e mesmo assim conseguimos vender. Isso é incrível! Poder mostrar o nosso trabalho nos quatro cantos desse país. Não tenho palavras para explicar, simplesmente sigo sempre em frente e a cada obstáculo que surgi no caminho nos deixa mais fortes para seguir.

Mateus Rister: E quais são os próximos shows da banda?

Dinarte Cavalheiro: Então acabamos de finalizar a primeira parte da tour do novo álbum que começou dia 13 de julho e encerramos dia 25 de agosto.

Dinarte Cavalheiro: Foram 20 shows em 45 dias de estrada passando por três estados. Muito foda!!!

Dinarte Cavalheiro: Já temos algumas datas para setembro, no dia 14 e 15 vamos tocar no aniversário do KAMIKAZE MC em São Bento do Sul (SC). Mas agora estou trabalhando na segunda parte da tour que vai acontecer entre outubro e dezembro.

Mateus Rister: Atualmente, vocês não moram mais em Porto Alegre? Onde estão radicados?

Dinarte Cavalheiro: Na verdade a banda continua em Porto Alegre, apenas eu moro em Porto Belo (SC), mas o resto do grupo continua em Porto Alegre.

Mateus Rister: E como está o cenário aí na região?

Dinarte Cavalheiro: Bem complicado. O Rock está muito vivo, apenas falta as pessoas abrirem a mente pra conhecer bandas novas. Tem muitas bandas boas no Brasil, de todos os estilos, é só se permitir conhecer.

Dinarte Cavalheiro: Sobre a questão da cena, está horrível! As bandas não se apoiam, o público só quer ouvir as mesmas coisas, as casas muitas vezes não querem pagar e por aí vai. Mesmo assim, conseguimos sobreviver dentro desse cenário de mercenário.

Mateus Rister: Quais são os próximos passos para a divulgação do novo álbum?

Dinarte Cavalheiro: O nosso novo álbum já está disponível em todas as plataformas digitais e em formato físico. Agora é seguir pegando a estrada e fazer cada vez mais shows, pois na minha opinião, essa é a melhor forma de divulgação.

Dinarte Cavalheiro: Já estamos começando a trabalhar no novo EP que se chamará "Rejeitados pelo diabo". A minha ideia mesmo é lançar quatro EPs no ano que vem. Tipo, a cada três meses lançar um e no final do ano juntar as melhores músicas e lançar o nosso terceiro álbum de estúdio.

Dinarte Cavalheiro: Também estou pensando de lançar o nosso primeiro material em inglês, mas ainda estamos analisando.

Dinarte Cavalheiro: Eu acho que queremos ser a banda brasileira que mais lança discos (risos). Na verdade, eu amo compor e gravar meus sons. Desde o início fui assim e eu acho que isso é um ponto muito forte da banda, além de pegar a estrada, claro.

Mateus Rister: Deixamos esse espaço para a banda mandar uma mensagem direto ao público:

Dinarte Cavalheiro: A nossa mensagem é a seguinte: Apoiem as bandas autorais, vão nos shows, comprem os materiais e parem de reclamar que não tem nada acontecendo na sua cidade, pois na verdade sempre tem, basta querer procurar e se mexer.

Dinarte Cavalheiro: Gostaria de agradecer vocês da INSANITY RECORDS pelo espaço, também agradecer a todo mundo que curti o nosso trabalho pois sem vocês nós não seríamos nada. Obrigado e nos vemos na estrada!!!

Contatos:
https://www.facebook.com/alcoolicossexuais/

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Ian Hill e Stênio GarciaSeparados no nascimento
Ian Hill e Stênio Garcia

Separados no nascimento: Robert Plant e Patrícia PillarSeparados no nascimento
Robert Plant e Patrícia Pillar


Sobre Mateus Rister

Jornalista, assessor de comunicação/imprensa e músico. Apaixonado por Rock And Roll, cinema e contracultura. Dono do blog insanityrecords.com.br e incentivador de cenário musical autoral.

Mais matérias de Mateus Rister no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin