Matérias Mais Lidas

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Paul Stanley: não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta delePaul Stanley
Não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta dele

Metallica: Uma versão de Battery que todo headbanger sempre quis ouvirMetallica
Uma versão de "Battery" que todo headbanger sempre quis ouvir

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda

Metallica: TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully GuitarsMetallica
TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully Guitars

Metallica: gosto musical impediu que se tornassem um MaidenMetallica
Gosto musical impediu que se tornassem um Maiden

Guns N' Roses: guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezesGuns N' Roses
Guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezes

Snowy Shaw: ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no NightwishSnowy Shaw
Ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no Nightwish

Nirvana: Kurt Cobain era meio pau no c*, diz produtorNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no c*", diz produtor

Mötley Crüe: Vince Neil e namorada são criticados por foto caçando animaisMötley Crüe
Vince Neil e namorada são criticados por foto caçando animais

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Megadeth: Ellefson diz que clássica Peace Sells foi escrita em poucas horasMegadeth
Ellefson diz que clássica "Peace Sells" foi escrita em poucas horas

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Carlinhos Brown: ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razãoCarlinhos Brown
Ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razão

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.


Matérias Recomendadas

Loudwire: as dez melhores bandas da era GrungeLoudwire
As dez melhores bandas da era Grunge

Occult Rock: dez novas ótimas bandas para você conhecerOccult Rock
Dez novas ótimas bandas para você conhecer

Bruce Dickinson: ex-Metallica mostra foto rara do peludo vocalista na piscinaBruce Dickinson
Ex-Metallica mostra foto rara do peludo vocalista na piscina

Deep Purple: o riff de Smoke on the Water foi criado por Tom Jobim?Deep Purple
O riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?

Iron Maiden: o equipamento de palco da World Slavery TourIron Maiden
O equipamento de palco da World Slavery Tour

Tunecore
Baladas de Sangue

Neil Young: Celebrando a arte e a vida em autobiografia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabrício Luíz Vidal
Enviar Correções  

Sentado à penumbra do palco, dedilhando um velho Martin e tocando gaita. Ora sussurra sobre abandono, ora canta sobre amores. Cena típica de uma apresentação de Neil Percival Young, músico canadense que no auge dos seus 72 anos continua produtivo e visionário, envolvendo-se em projetos e causas que extrapolam a campo da música e não muito raro adentram no viés socioambiental. Embora haja algumas rugas e cabelos brancos, a assiduidade de Neil continua tanta que o seu sobrenome acabou se tornando uma combinação perfeita de seu estado de espírito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os 58 anos de carreira do músico certamente renderam além de canções atemporais, boas histórias, protagonizadas por paixões, desilusões, conquistas, bons amigos e alguns arrependimentos. E tudo está escrito agora em um livro de 408 páginas, escrito pelo próprio Neil e publicado em português pela editora Globo Livros.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora de fato trate-se de uma autobiografia, a narrativa escolhida por Young não é tradicional. Não espere linearidade cronológica durante a leitura do texto. Com a proposta de ser mais intimista, o livro é dotado de aspectos da vida cotidiana de Young, servindo de gatilho para as histórias do passado; desde sua infância em Winnipeg (região central do Canadá), suas lembranças com os pais, os problemas com a poliomelite quando criança, as primeiras bandas (The Squires e The Mynah Birds), o sucesso com a Buffalo Springfield e Crosby, Stills & Nash até a sua trajetória com a Crazy Horse e como artista solo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O modo como a leitura flui no livro se assemelha à música de Young através dos anos: simples e sincera e isto é percebido em alguns momentos. Na época, escrito em 2011, Neil julgou estar sem inspiração para escrever canções. Segundo ele até aquele momento a "musa" (termo usado para se referir à inspiração) ainda não lhe havia abençoado e entre as pausas das turnês e gravações, escrever um livro seria uma boa alternativa para gerar receita. -Sincero, não?!

Recusando-se a aceitar a ajuda de ghostwritters, Neil decidiu escrever sozinho todo conteúdo do livro, e levando em conta a sua inexperiência, foi bem-sucedido nesta empreitada, talvez por influência do seu pai Scott Young, um conhecido colunista e escritor canadense.

Infelizmente a tradução do livro não é das melhores e acaba sendo um destaque negativo em meio a um conteúdo tão convidativo. Não são poucos os momentos em que deslizes como "harpa elétrica" e "pedal de baixo de bateria" podem incomodar até mesmo o leitor menos exigente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É interessante notar o respeito com que o músico aborda o passado, reconhecendo os eventos ligados a ele como uma base sólida de constante aprendizado e mudanças, evitando fomentar antigas desavenças conhecidas (ou não) pelo público. Aqui somente há espaço para as memórias e recordações de uma vida, no que o Los Angels Times destacou como "uma meditação de fluxo de consciência" em que as páginas ainda são poucas para celebrar a sua arte, a vida, família e os bons companheiros que vivos ou não, são sempre lembrados com afeto ao final de cada menção.