Dead Kennedys: ilustrador do pôster expõe o lado dele sobre a polêmica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Facebook
Enviar Correções  

O ilustrador Cristiano Suarez, autor do polêmico pôster que resultou em bastante repercussão - e posterior cancelamento - dos shows do Dead Kennedys no Brasil, publicou uma nota de esclarecimento nas redes sociais, na última sexta-feira (3), a respeito do ocorrido.

MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalTwo and a Half Men: Participações de astros do rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O artista afirmou que a arte foi autorizada pelo guitarrista East Bay Ray - mesma versão da produtora EV7 Live -, que os integrantes conhecem o cenário político no país e que obteve bem mais reações positivas do que negativas a respeito de sua arte.

Veja, abaixo, a nota na íntegra:

"NOTA DE ESCLARECIMENTO

Espero que seja a última vez que eu vá falar sobre esse assunto. No dia 22 de abril, foi do conhecimento de todos a liberação do famigerado pôster do Dead Kennedys e vou explicar exatamente o que aconteceu.

É IMPORTANTE REFORÇAR a todas as pessoas de todas as posições políticas que o trabalho foi contratado e feito para uma banda com posicionamentos políticos fortes e satíricos, que calcou toda sua carreira em cima de tais, e para qualquer criador que fosse fazer seu pôster ou material gráfico (como no decorrer de toda sua carreira), deveria ser criado dentro de suas temáticas. Abordar política de uma forma irônica em um pôster de uma banda como Dead Kennedys seria nada mais que o NORMAL. Já trabalhei para clientes com os diversos posicionamentos políticos, ideológicos e posturas em geral: cristãos, satanistas, esotéricos, hippies, veganos... Eu preciso só manter meu profissionalismo. (Obviamente não faria trabalho para nazi-fascistas)

- Integridade Profissional

Quando o pôster foi apagado das mídias oficiais da banda, e logo depois liberada uma nota dizendo que não havia aprovação, o golpe foi muito forte, eu realmente fiquei extremamente chateado e essa atitude foi contra tudo que eu venho construindo ao longo de 8 anos de trabalhos profissionais, pois jamais, em hipótese alguma, divulguei um material sem aprovação e autorização do meu cliente, pois existem algumas regras básica dentro da ética e da legalidade: usar uma imagem ou nome, sem autorização de uma empresa (uma banda também é uma empresa) e promover esse material não é legal.
Por outro lado, também recebi muitas mensagens de força de ex-clientes, pois sabem da minha índole, e para um profissional, nada mais lhe resta que sua reputação.

- O pôster foi AUTORIZADO SIM!

No domingo, dia 21 de abril, eu tinha a missão de fechar o pôster, adicionar as datas e encaminhar para que a EV7 Live pudesse pedir autorização à banda para veicular a peça. O envio do material foi feito na manhã do dia 22. No início da tarde recebi a resposta do próprio guitarrista da banda, East Bay Ray (o que me deixou bastante empolgado, pois sempre fui um grande fã dele), autorizando o cartaz com um "GRANDE POSTER" e me solicitando apenas uma modificação no título do cartaz, ele me mandou a mensagem via Facebook e via e-mail reforçando a autorização, fico muito chateado que eu precise expor isso dessa forma, mas minha vida profissional está em jogo, a pedido da EV7 não divulguei antes essas, imagens antes por conta da negociação com a banda, então, só agora estou divulgando alguns 'prints'.

Antes que eu pudesse fazer a alteração, a banda divulgou a arte nas suas mídias sociais oficiais (vide print), a EV7 fez o mesmo e por último eu divulguei nas minhas mídias, com uma legenda mostrando minha empolgação em ter feito um material para uma banda que sempre admirei. Sobre o conteúdo do cartaz sempre achei ok, pois como já falei mil vezes: fiz pensando nos fãs, como eu, inspirado em letras clássicas da banda, misturando com a ironia política típica da banda e visando o que seria uma série shows em comemoração aos 40 anos da banda no Brasil, jamais imaginei tamanha repercussão. É tão provável que, maioria das pessoas que gostam de música e os fãs, acharam algo totalmente dentro da normalidade e um conteúdo que o Dead Kennedys faria normalmente, nada a fora da curva.

- Nota divulgada sobre o cartaz

Após cerca de meia hora com o cartaz nas suas mídias sociais oficiais, a banda apagou a publicação (é importante frisar que a banda sabe do cenário político atual no Brasil e TEM CONTATOS SIM NO BRASIL) e liberou uma nota, um tanto cretina, dizendo que não tinham autorizado a peça e não tinham conhecimento de nada, NEM OS INTEGRANTES TINHAM CONHECIMENTO, isso foi um forte impacto pra mim, pois sabia como isso poderia afetar minha carreira profissional.
Recebi muito apoio de próprios fãs da banda, de ex-clientes meus e de muitos artistas, pois muitos haviam visto que eles tinham publicado a peça antes dessa nota ridícula. Mesmo assim muita gente caiu na conversa da banda.

- Aprovação da peça na nota de cancelamento

Após muita cobrança dos fãs por um posicionamento da banda sobre a arte, eles acabaram emitindo uma nota de cancelamento da turnê, na nota eles diziam que gostaram do cartaz e apoiavam a ideia, tentando me livrar de represálias e da saia justa que eles me colocaram, por outro lado, tentou jogar toda a culpa da falta de profissionalismo deles, na produtora (a produtora também emitiu uma nota detalhando a falta de profissionalismo da banda, sugiro que vocês leiam no link abaixo).

- O que aconteceu?

Os administradores e a banda simplesmente ficaram assustados com a repercussão do cartaz e com o ataque de trolls. Num panorama geral a repercussão foi muito mais positiva que negativa, inclusive para mim, que tive um aumento significativo nas solicitações de novos trabalhos e de seguidores nas redes sociais. Num paralelo geral, 90% foram de reações positivas, as reações negativas vieram de: pessoas que não conhecem a banda, pessoas que não entenderam a ideia do cartaz, de quem conhece a banda, mas não concorda com a posição política deles, pessoas politicamente alienadas ou que caíram no sensacionalismo das notícias da imprensa.

A banda simplesmente tinha seu público-alvo na palma das mãos com a repercussão positiva da peça, mas preferiu simplesmente se isentar, esquecer a própria história e tentar agradar os outros 10%.

- Finalizando

Gostaria mais uma vez de agradecer a todas as pessoas que me apoiaram! Todos os artistas e todos os fãs da própria banda, que nem me conheciam antes disso! Me decepcionei com essa formação do DK, mas por outro lado recebi apoio direto e indireto de grandes bandas e é importante frisar o apoio massivo vindo do cenário underground (gostaria muito de citar todos os nomes, mas foram muitos!). Enfim, muito obrigado a todos e espero que essa página esteja virada a partir de agora."

A EV7 Live também se manifestou na última sexta-feira (3), reforçando que o pôster foi autorizado pelos integrantes do Dead Kennedys e afirmando que a banda não devolveu o cachê pago com antecedência para os shows. Veja, abaixo, a nota da produtora:

"Nota oficial sobre o cancelamento dos shows do Dead Kennedys no Brasil

Fomos bombardeados de e-mails e telefonemas desde a segunda feira da semana passada (22) por causa do famigerado poster que criamos para a turnê do Dead Kennedys no Brasil. Em respeito à banda e pelo contrato que tínhamos, nos abstivemos de fazer qualquer comentário público sobre o assunto – até agora. Na última sexta-feira, sem nos comunicar previamente ou mostrar qualquer boa vontade de discutir a questão, a banda anunciou o cancelamento dos shows no Brasil.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao longo da última semana, enviamos vários e-mails à banda, seu empresário e agente de reservas. Chegamos a oferecer a eles um generoso bônus para que reconsiderassem a possibilidade de vir e fazer os shows. Também oferecemos vários cenários amigáveis de cancelamento. Tudo o que queríamos era que a banda arcasse com os custos de reembolso daqueles que compraram ingresso antecipadamente. Todos os nossos e-mails foram negligenciados.

Diante da ausência de interesse da banda por um acordo amigável, não temos mais por que segurar nada. Vamos lá.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

1) O conteúdo da arte foi aprovado por East Bay Ray diretamente ao desenhista, Cristiano Suarez. Abaixo (nos comentários) o print do e-mail que poderíamos ter soltado semana passada, mas que seguramos na tentativa de contornar o problema.

2) O Instagram oficial do Dead Kennedys compartilhou o poster. Print também nos comentários. Foi o compartilhamento pela página da banda que levou à viralização da imagem.

3) Horas depois que a imagem já era viral e trending topics no Twitter, a banda nos escreveu dizendo que a arte não havia sido aprovada para uso e que deveria ser retirada de toda a internet. Já era tarde, evidentemente.

4) Fizemos um acordo para continuar com os eventos na quarta-feira dia 24, mas a banda rompeu este acordo de maneira unilateral na sexta dia 26, anunciando o cancelamento dos shows.

5) A banda decidiu não devolver o dinheiro dos fãs. Em sua própria nota de cancelamento (que eles apagaram, mas pode ser lida em qualquer lugar na internet), a banda disse que pretende doar parte do dinheiro dos fãs que compraram ingresso para "instituições de caridade". Não informaram quais instituições nem qual valor. Todos sabem o nome disto.

6) Nós da EV7 Live vamos arcar com o custo astronômico de reembolso de todos os ingressos. Para tanto, estamos abrindo venda de camiseta e pôsteres especiais com a famigerada arte no intuito de levantar recursos para cobrir o reembolso da galera. Não usaremos nome ou marca da banda no pôster. O site para aquisição de camiseta e poster é esse.

7) Para aqueles que, como a gente, ficaram bastante decepcionados com tudo o que aconteceu de uma semana para cá, estamos com uma versão da camiseta chamada "CHICKEN KENNEDYS". Atenção: "Chicken Kennedys" não possui relação alguma com nenhuma banda que você conhece e não infringe nenhum direito autoral ou propriedade intelectual. Se você está fazendo associação com alguma banda, isto é coisa da sua cabeça.

8) As vendas serão feitas exclusivamente pelo site e o frete já está incluso no preço dos produtos. As tiragens são limitadas e todos os recursos advindos da arte serão usados para cobrir o rombo causado pela inconsequente decisão da banda. Também está incluso no preço os devidos royalties ao autor da arte. Cristiano Suarez.

8) Comprando camiseta e poster no site abaixo, vocês terão certeza de que estarão adquirindo um produto com máxima qualidade de impressão. É possível encontrar a arte em outros sites por aí, mas eles estão usando imagens em baixa resolução. Além disso, comprando no site abaixo, vocês estarão ajudando uma produtora que foi lesada financeira e moralmente por pessoas mal organizadas, além de remunerar de maneira justa o ilustrador.

9) Sobre os reembolsos:

Rio: quem comprou presencialmente pode dirigir-se à bilheteria do Circo Voador. Quem comprou on-line basta aguardar o reembolso automático pela Tudus.

São Paulo, Belo Horizonte e Brasília: seja presencial ou online, os compradores devem preencher este formulário e aguardar instruções de reembolso pela TicketBrasil a partir de hoje."

Por suas redes sociais, o Dead Kennedys havia dito, em publicação já apagada, que cancelaria os quatro shows no Brasil - no Rio de Janeiro (23/5), São Paulo (25/5), Brasília (26/5) e Belo Horizonte (28/5) - devido às reações ao pôster que promovia a turnê no Brasil, divulgado na última semana.

A arte original, de Cristiano Suarez, mostra o que parece ser uma família com camisas da seleção brasileira (com o escudo trocado por uma cruz), com maquiagem de palhaço. Um dos filhos diz: "eu amo o cheiro de pobre morto pela manhã!". A ilustração também apresenta tanques de guerra disparando bandeiras com cifrão, simbolizando dinheiro.

"Nós nunca colocamos nosso público em risco, visto que isso não representa o que somos. Por esta razão, infelizmente estamos bastante tristes em informar que a banda não mais poderá tocar no Brasil este ano; sentimos que esta é realmente a única alternativa de manter as pessoas seguras", disse a banda, em publicação já removida de sua página.


Polêmica do Poster do Dead Kennedys

Dead Kennedys: pôster polêmico anuncia os quatro shows da banda no BrasilDead Kennedys
Pôster polêmico anuncia os quatro shows da banda no Brasil

Dead Kennedys: banda nega ter autorizado polêmico pôster de shows no BrasilDead Kennedys
Banda nega ter autorizado polêmico pôster de shows no Brasil

Dead Kennedys: Ilustrador comenta a arte polêmica do pôsterDead Kennedys
Ilustrador comenta a arte polêmica do pôster

Dead Kennedys: banda se assustou com repercussão de pôster, diz produtorDead Kennedys
Banda se assustou com repercussão de pôster, diz produtor

Ratos de Porão: banda reaproveita pôster polêmico do Dead KennedysRatos de Porão
Banda "reaproveita" pôster polêmico do Dead Kennedys

Dead Kennedys: após polêmica com pôster, banda cancela shows no BrasilDead Kennedys
Após polêmica com pôster, banda cancela shows no Brasil

Dead Kennedys: ouça entrevista do criador do cartaz na 89FMDead Kennedys
Ouça entrevista do criador do cartaz na 89FM

Dead Kennedys: Cartaz Punk, banda nem tanto (vídeo)Dead Kennedys
Cartaz Punk, banda nem tanto (vídeo)

Dead Kennedys: Será que o punk envelheceu?

Dead Kennedys: banda apaga post de cancelamento, que ainda não foi definidoDead Kennedys
Banda apaga post de cancelamento, que ainda não foi definido

Dead Kennedys: produtora solta nota oficial sobre cancelamentosDead Kennedys
Produtora solta nota oficial sobre cancelamentos

João Gordo: Eu respeito os caras do Dead KennedysJoão Gordo
"Eu respeito os caras do Dead Kennedys"

Dead Kennedys: banda acabou em 1986, diz Jello Biafra sobre treta no BrasilDead Kennedys
"banda acabou em 1986", diz Jello Biafra sobre treta no Brasil

Dead Kennedys: cachê é devolvido à produtora após turnê cancelada no BrasilDead Kennedys
Cachê é devolvido à produtora após turnê cancelada no Brasil

Todas as matérias sobre "Polêmica do Poster do Dead Kennedys"



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalMMA
Os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal

Two and a Half Men: Participações de astros do rockTwo and a Half Men
Participações de astros do rock


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280