Rage In My Eyes: clipe mescla a cultura gaúcha com o Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maicon Leite, Fonte: Maicon Leite, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

O RAGE IN MY EYES é uma banda de Heavy Metal brasileira, que iniciou suas atividades em 2002 com o nome de Scelerata. O novo álbum da banda, "Ice Cell", foi gravado entre 2017 e 2018 nas cidades de Los Angeles (EUA) e Porto Alegre (Brasil). Nestes 17 anos a banda teve uma enorme história no cenário do Heavy Metal brasileiro, com três álbuns lançados em todo o mundo, incluindo o aclamado álbum "The Sniper", que contou com participações especiais de Paul DiAnno (ex-Iron Maiden) e Andi Deris (Helloween). O Scelerata também foi a banda de apoio oficial do Paul DiAnno de 2009 a 2014, tocando mais de 50 shows com esse ícone do Heavy Metal. Com esse enorme background, os músicos agora estão mirando o futuro.

Corey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infânciaRockstars: 18 roqueiros que já apareceram em filmes

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formado por Jonathas Pozo (vocal), Magnus Wichmann e Leo Nunes (guitarras), Pedro Fauth (baixo) e Francis Cassol (bateria), o RAGE IN MY EYES apresenta ao mundo um tipo único de música. Sendo do Sul do Brasil, a banda mostra um lado do país que a maioria das pessoas não conhece. Misturando Heavy/Prog Metal com elementos da milonga - que é um gênero musical típico do Sul do Brasil, Uruguai e Argentina - a banda apresenta uma sonoridade própria e carregada de elementos raros no Heavy Metal. Agora unidos a alguns dos melhores profissionais do ramo de Heavy Metal, a banda trabalha na finalização do álbum "Ice Cell", que será lançado nos próximos meses.

E para celebrar este novo recomeço, o RAGE IN MY EYES apresenta o video clipe para a música "Death Sleepers", que tem um significado muito especial para a banda, por diversos motivos. Quem explica é o baterista Francis Cassol: "O primeiro é que será o primeiro lançamento oficial desde a mudança de nome. Estamos trabalhando há anos nesse material e estamos muito felizes por finalmente estarmos lançando. Essa banda já teve tantos renascimentos que prefiro pensar que dessa vez é um recomeço, onde estamos olhando apenas para frente. Sem dúvida essa é a formação mais forte, onde todos os integrantes estão com o mesmo foco. Esse trabalho também é especial, pois ele é fruto de um crowdfunding muito bem sucedido que fizemos, onde pudemos contar com o apoio dos fãs e amigos para passar da meta que estabelecemos. Temos certeza que não decepcionaremos. Gostaria de agradecer o belíssimo trabalho de toda a equipe envolvida, do diretor Ulisses da Motta e do produtor Eduardo Christofoli e demais membros, dos atores Renata Stein, Bruno Barcelos, Maia D'Oxum e do nosso grande parceiro acordeonista Matheus Kléber.".

Quanto ao conceito do clipe, trata-se de um desenvolvimento do tema da música, articulado à ideia de uma nova identidade visual para a banda. O guitarrista Leo Nunes dá sua visão sobre a obra: "Trabalhamos com três ideias principais, em três níveis distintos, suscitadas por essa necessidade de síntese entre a nova fase da banda e a temática lírica de "Death Sleepers": no nível estético, o tradicionalismo gaúcho; no nível moral, as consequências de uma cosmovisão subjetivista, e da autopersuasão hipnótica que a acompanha como traço característico distintivo; no nível poético, a instalação do homem no reino das superficialidades como uma negação existencial do próprio drama humano. O clipe representa essas três ideias com um jogo simbólico de imagens, as quais, ora intervêm nas cenas em que a banda executa a música, ora apresentam-se com os integrantes em um mesmo plano.".

Coube ao premiado cineasta Ulisses Da Motta representar em vídeo todas as ideias da banda, buscando unir todos os elementos apresentados pelos músicos e também inserindo sua marca registrada. Com um excelente currículo no meio Heavy Metal, Ulisses, que também é professor e crítico, dirigiu diversos curtas, documentários e programas para a TV. E é através das palavras dele que descobrimos mais detalhes sobre o clipe de "Death Sleepers", como, por exemplo, o conceito do tradicionalismo gaúcho: "A banda já veio com uma ideia bem formada de conceito visual. Como a música "Death Sleepers" tem elementos de música tradicional gauchesca - o que a banda já trabalha desde os primeiros lançamentos como Scelerata -, eles trouxeram esse conceito de referenciar à cultura da fronteira do Rio Grande do Sul no cenário e nos figurinos. Foi curioso, porque era algo que eu já queria fazer em algum momento, essa representação mais contemporânea do gaúcho".

Para colocar em prática todas as ideias e não tornar o clipe maçante, mostrando apenas a banda tocando, foi necessário buscar um elemento visual adicional para enriquecer esteticamente o trabalho: "Conversando com a banda, em especial com o Francis e o Leo, discutimos as ideias que a letra trazia e decidimos fazer algumas vinhetas visuais com atores. Elas sublinham os conceitos que a música traz. Ou seja, visualmente tentamos fazer um trabalho bem rico. Três atores trabalharam com a gente, Renata Stein, Bruno Barcelos e Maia D'Oxum. A Renata, inclusive, adaptou uma performance criada por ela, chamada "Nós", para o clipe. A performance original não tem a mesma temática da letra, mas ressignificamos ela. É um elemento visual muito poderoso no clipe, vocês verão!"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Clipes"Todas as matérias sobre "Scelerata"


Rammstein: Alemanizando explica todo o clipe DeutschlandRammstein
Alemanizando explica todo o clipe "Deutschland"

Rammstein: os 7 clipes mais controversos da banda, segundo revistaRammstein
Os 7 clipes mais controversos da banda, segundo revista


Corey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infânciaCorey Taylor
Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infância

Rockstars: 18 roqueiros que já apareceram em filmesRockstars
18 roqueiros que já apareceram em filmes


Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.

Mais matérias de Maicon Leite no Whiplash.Net.

adGoo336