Beatles: banda planejava gravar álbum após Abbey Road com destaque a Harrison

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: The Guardian
Enviar correções  |  Ver Acessos

Os Beatles consideravam a possibilidade de gravar um novo álbum após "Abbey Road" (1969), penúltimo lançado e último registrado pela banda - "Let It Be" foi divulgado posteriormente, em 1970, mas já estava pronto, só levou mais tempo para chegar às prateleiras. A informação veio do expert na banda, Mark Lewisohn, em entrevista ao jornal "The Guardian".

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1981Megadeth: Dave explica por que não tocar "The Conjuring"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lewisohn obteve a informação a partir de uma fita que gravou um encontro entre John Lennon, Paul McCartney e George Harrison na Apple Records. Ringo Starr não foi à reunião, pois estava tratando de um problema no intestino em um hospital. Foi por causa do baterista, inclusive, que a conversa foi registrada - "Ringo, você não pode estar aqui, mas estamos fazendo isso para você ouvir o que estamos debatendo", diz Lennon, logo no começo da gravação.

A conversa entre os três músicos girou em torno do planejamento de um novo álbum. Eles ainda pensavam em lançar um single no Natal de 1969 - uma estratégia comercial típica dos tempos de Beatlemania.

Em seguida, John Lennon sugere que os demais músicos tragam suas composições e chega a indicar uma fórmula para dar mais espaço a George Harrison e Ringo Starr. A ideia era que o disco contasse com quatro músicas para Paul McCartney, Lennon e Harrison, igualmente. Starr poderia trazer duas canções se quisesse.

John chega a fazer menção ao "mito da parceria Lennon/McCartney", dando a entender que as canções seriam creditadas individualmente naquele momento. No passado, as composições eram sempre atribuídas à dupla, mesmo que apenas um deles fosse o responsável pela concepção.

Ainda na gravação, Paul McCartney diz que, "até este álbum" (provavelmente em menção a "Abbey Road"), ele não achava que as músicas de George Harrison eram tão boas. O guitarrista responde: "É uma questão de gosto. Até agora, as pessoas estão curtindo minhas músicas".

O pesquisador Mark Lewisohn comentou: "Os livros sempre diziam que eles sabiam que 'Abbey Road' seria o último álbum e que eles queriam encerrar no ápice artístico. Porém, não: eles discutiram um próximo álbum. E você pensa que John queria o fim da banda, mas quando você ouve a fita, descobre que não".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Beatles"


Rhythm: os bateristas mais influentes de todos os temposRhythm
Os bateristas mais influentes de todos os tempos

Beatles: eles ouviram George Harrison perder virgindade e o aplaudiramBeatles
Eles ouviram George Harrison perder virgindade e o aplaudiram


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1981Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1981

Megadeth: Dave explica por que não tocar The ConjuringMegadeth
Dave explica por que não tocar "The Conjuring"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336