Matérias Mais Lidas

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemLuísa Sonza posta fotos com camiseta da banda de death metal Morbid Angel

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemTaylor Hawkins: Ele estava cansado e pronto pra abandonar o Foo Fighters

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemMark Knopfler e o peso da vida de um artista em turnê, por Regis Tadeu

imagemIan Gillan conta como foi sua primeira saída do Deep Purple, em 1973

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemO que mudou no rock dos anos 90 pra cá segundo Jimmy Page

imagemPink Floyd: Em entrevista de 1984, David Gilmour falou sobre "The Final Cut"

imagemKirk Hammett posta foto com guitarra do Coringa Surfista e look tipo Agostinho Carrara

imagemO erro geográfico na letra de "All Star", música que Nando Reis fez para Cássia Eller

imagemA opinião de Ozzy sobre o "Black Album", do Metallica; "Chegou na hora e lugar certos"


PRB

Grim Reaper: Steve Grimmett fala sobre luta contra depressão desde que amputou perna

Por Igor Miranda
Fonte: Facebook
Em 15/10/19

O vocalista Steve Grimmett, do Grim Reaper, falou sobre a luta que está travando contra a depressão desde que sua perna foi parcialmente amputada. Em 2017, durante uma turnê pela América do Sul, o cantor precisou ser hospitalizado após uma grave infecção e parte de seu membro inferior direito precisou ser retirado para conter o problema.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por meio de um texto no Facebook, Steve Grimmett declarou: "Enquanto lutava para voltar ao palco, após perder a perna de repente em janeiro de 2017, não percebi que algo dentro de mim começava a dominar. Ficava mais irritado do que o 'normal' em um minuto e para baixo das profundezas em outro. Dentro de oito semanas após voltar para a casa, comecei a perder cabelo e, mal sabia eu, era o começo dos sinais de transtorno do estresse pós-traumático (TEPT)".

O cantor disse que tentava se manter otimista e, na época, não achava que estava deprimido. "Não fui diagnosticado até junho de 2018, 18 meses após a amputação. Em seguida, perdi meu irmão Alan, em 21 de novembro de 2018, e isso acabou comigo. Sofri ataques de ansiedade e sentia que não podia lidar com nada. Fui para baixo de forma tão rápida que, enfim, bati em uma parede de tijolos: uma coisa pequena me deixou no limite e pensei em suicídio", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Grimmett relatou que sua salvação foram seus filhos, sua esposa e o restante de sua família. "Não poderia fazer isso com eles. No dia seguinte, minha mulher me levou ao médico, que me deu antidepressivos. Fiz um curso para lidar com o luto que me ajudou. Tento cuidar da família do meu irmão da melhor maneira possível e sabemos que o pior está por vir, com o aniversário da morte de Alan, mas agora me sinto preparado. Somos uma família próxima e forte, iremos superar isso juntos", disse.

O vocalista ainda sofre com o problema de saúde mental, embora não tenha mais pensamentos suicidas. "Estou aprendendo a lidar com isso dia após dia. Há dias em que sou derrubado, mas estou determinado a continuar lutando e melhorar ainda mais. Rezo para que, ao contar minha história, qualquer pessoa que se sinta da mesma maneira seja incentivada a procurar ajuda antes que seja tarde demais", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Steve Grimmett estava em turnê pela América do Sul com o Steve Grimmett's Grim Reaper quando uma infecção no pé se espalhou para os ossos. A situação ficou insustentável e ele precisou ficar internado por um mês, em um hospital no Equador. Os fãs arrecadaram US$ 14 mil para que ele bancasse os custos do tratamento, já que seu plano de saúde se recusou a arcar, devido ao tipo de trabalho que ele exercia.

O retorno aos palcos só aconteceu em julho de 2017. O primeiro álbum após o ocorrido foi lançado na última sexta-feira (11) e é intitulado "At the Gates".

Grim Reaper: primeiro álbum após Steve Grimmett amputar perna é lançado; ouça

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.