RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemJão, do Ratos de Porão, chama Digão para resolver as diferenças em um ringue

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemNarrador Luiz Carlos Jr. manda ver em cover de "Holy Diver"; assista vídeo

imagemA opinião curta e grossa de Tony Iommi sobre documentário de Ronnie James Dio

imagemCorey Taylor diz que Roadrunner não é nem sombra do que foi um dia

imagemBruce Dickinson relembra dificuldades vocais antes de entrar para o Iron Maiden

imagemA curiosa forma como "Fast" Eddie Clarke se tornou integrante do Motörhead

imagemSete canções de Rock que citam a Rainha Elizabeth II na letra

imagemHammerfall não queria que você soubesse sobre voz de King Diamond em novo disco

imagemO dia que Layne Staley quebrou o pé e Ozzy cascou o bico

imagemSebastian Bach foi cogitado quando Skid Row procurava novo vocal? Guitarrista responde

imagemCharles Gavin relembra álbum dos Titãs com gravação bizarra no estilo Hermeto Pascoal

imagemA curiosa analogia de Kiko Loureiro sobre Uber e F1 para explicar importância da prática

imagemScott Ian revela qual sua banda preferida da nova geração


NFL Steve Harris

Power metal: entrevista com Bill Hudson, do NorthTale

Por Mário Pescada
Fonte: 80 Minutos
Em 09/12/19

Bill Hudson é um guitarrista de metal brasileiro-americano, que tem trabalhos com diversas bandas: JON OLIVA'S PAIN, U.D.O., I AM MORBID, CIRCLE II CIRCLE e muitas outras. Atualmente, se dedica a sua própria banda, a NORTHTALE, que pratica o que podemos chamar de power metal clássico.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A banda, que é formada por Bill (guitarra), Christian Eriksson (vocais), Mikael Planefeldt (baixo), Jimmy Pitts (teclado) e Patrick Johansson (bateria), lançou pela gravadora Nuclear Blast seu disco de estreia, "Welcome to Paradise" (2019), que pode ser encontrado no Brasil graças a Shinigami Records.

Para divulgação do material, Bill concedeu uma entrevista exclusiva ao site brasileiro 80 Minutos onde contou detalhes do disco, suas influências e sua passagem por outras bandas.

A entrevista foi conduzida e traduzida por André Luiz Paiz (ALP).

ALP: Olá Bill, bem-vindo ao 80 Minutos. Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pelo álbum "Welcome To Paradise" (2019). Para mim, trata-se de um dos melhores álbuns de power metal do ano!

BH: Muito, muito obrigado pelas suas palavras. Nós trabalhamos muito neste disco e ele tem muitas músicas importantes para mim. Para todos nós da banda na verdade. E quando alguém o classifica como um dos melhores do ano nós ficamos muito felizes. Obrigado!

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

ALP: Vamos falar um pouco sobre a formação da banda. Você estava tocando com o U.D.O. enquanto o NORTHTALE era apenas um projeto paralelo. Agora, as coisas mudaram, certo? Esta é a sua única e principal banda agora?

BH: É difícil dizer se é ou será a minha única banda, mas é a única banda que eu componho, sou líder e tomo decisões. Em todos os outros casos eu sou empregado e toco o que me pedem para tocar. A ideia é focar as minhas energias no NORTHTALE enquanto eu puder, pois realmente é o projeto da minha vida.

ALP: Achei a escolha de Christian Eriksson bastante acertada para os vocais. Isso sem falar no excelente baterista Patrick Johansson. Como você chegou até esta formação e também aos músicos Mikael Planefeldt (baixo) e Jimmy Pitts (teclados)?

BH: Eu já tinha as músicas, duas delas: "Shape Your Reality" e "If Angels Are Real". Eu as tinha composto para o que na época era pra ser um projeto solo. Eu testei muitos vocalistas, da Alemanha, do Brasil, dos Estados Unidos, e eu não achava o cara certo. Eu já tinha muita experiência trabalhando com alguns dos melhores vocalistas do mundo, mas para o som que eu estava fazendo ainda não tinha achado o cara certo. Foi aí que eu ouvi o TWILIGHT FORCE. Um amigo me mostrou a banda na Suécia e eu pensei: "nossa, esse vocalista seria o cara ideal para o meu projeto". Claro que na época o TWILIGHT FORCE estava muito ocupado e não foi possível. Eu entrei em contato com o Christian pelo Facebook e começamos a conversar, e eu disse a ele que, se ele tivesse tempo, gostaria que ele cantasse em umas músicas que eu tinha e que iria lançar como um disco solo. Ele gostou das músicas mas não quis gravar, pois estava muito ocupado. Uma vez que ele saiu da banda eu o contatei novamente e aí ele estava disponível. Ficamos amigos neste período. Quando passei pela cidade dele com o U.D.O. a gente ficou amigo, passamos o dia juntos, falamos bastante de música e descobrimos que tínhamos muitas afinidades. Quando ele ficou disponível, trouxe o Patrick com ele. Eu já o conhecia há uns dez anos e falamos de tocar junto apesar de nunca tinha surgido oportunidade. Então fez sentido que tudo se tornasse uma banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

BH: O Christian também trouxe o Mikael Planefeldt com ele, pois estudaram juntos no início dos anos 2000. E eu já tinha trabalhado com o Jimmy Pitts na banda solo de Vitalij Kuprij, tecladista do TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA. E é isso, e eu acho que são os caras certos e que essa é a formação certa.

ALP: Um fator interessante de "Welcome To Paradise" é que, mesmo contando com um número grande de faixas – são treze no total –, o álbum não oscila em nenhum momento. Você pode nos falar um pouco sobre o processo de composição? Todas as faixas foram compostas para o álbum?

BH: Bom, a ideia inicial era realmente ter sido um disco solo. Mas, depois que eu tive a formação da banda e com todos a bordo, o projeto se tornou banda. Neste momento eu já tinha uma terceira música, a "Time To Rise". Depois da banda, tudo foi feito pensando no primeiro álbum. A exceção é a faixa "Follow Me", que é uma música que eu já tinha há uns dez anos e até tinha sido utilizada em outra banda. Depois só mudamos algumas coisas nela. Mas o grosso do material foi composto para o álbum mesmo. Algumas músicas são do Christian, como "Welcome To Paradise", "The Rhythm of Life e "Even When". São músicas dele, que ele trouxe, e eu compus o restante.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Para ler o restante da entrevista, acesse o site do 80 Minutos
https://80minutos.com.br/interview/55

Para adquirir o disco "Welcome to Paradise" (2019), acesse o site da Shinigami Records.

Confira o vídeo-clipe para a faixa "Everyone's A Star"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Gravadora queria que Bill Hudson usasse seu nome de batismo, mas ele não quis

A sincera opinião de Bill Hudson sobre como foi trabalhar com Doro Pesch

Bill Hudson explica sobre como funciona a política nos EUA

Bill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

Bill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

Bill Hudson fala sobre o Northtale e atual turnê com o I Am Morbid ao Heavy Culture

Gravadora queria que Bill Hudson usasse seu nome de batismo, mas ele não quis

A sincera opinião de Bill Hudson sobre como foi trabalhar com Doro Pesch

Bill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada.