Kryour: clipe traz mensagem implícita de como a pandemia afetou o modo como vivemos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Batalha, Fonte: ASE Music, Press-Release
ENVIAR CORREÇÕES  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Contando com cenas captadas em diversas apresentações durante a turnê do álbum de estreia, "Where Treasures Are Nothing", o Kryour apresenta o videoclipe para a faixa "My Conjugué". "A música fala sobre resiliência e superação de momentos difíceis, de como devemos ser fortes mesmo quando tudo parece perdido. Ela não foi escrita no contexto da pandemia, mas acreditamos que tem uma mensagem importantíssima para todos que estão tendo dificuldades para viver este momento da história da humanidade", pontuou o vocalista e guitarrista Gustavo Iandoli. "Não poderíamos lançar material novo nos omitindo de toda situação que está acontecendo. O clipe não tenta contar uma história, mas traz uma mensagem implícita de como essa pandemia afetou o modo como vivemos, principalmente no âmbito de uma banda, onde os shows são sua principal atividade", acrescentou o baterista Matheus Carrilho.

Slipknot: bastidores do vídeo clipe de "Unsainted"Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A ideia para o clipe vinha sendo desenvolvida desde o show de lançamento do e "Where Treasures Are Nothing", realizado em 22 de junho de 2019 junto com o Venomous. "Começamos a captar imagens da banda junto com a produtora Showhouse Entertainment, do diretor Deuta, a partir desse show. Então, outros mais importantes foram selecionados para a captação de imagens para um futuro clipe, como a abertura para o Symphony X, além da primeira vez em Botucatu (SP) no fim de semana mundial do rock, junto com Project46, Venomous, Válvera, muitas outras", explicou o guitarrista Wesley Peira.

"O ano de 2020 começou e estávamos esperando mais um último show para a captação de imagem. Porém, o Coronavírus chegou mais cedo e tivemos que cancelar a data. Tendo isso em mente, resolvemos que teríamos que montar o clipe com as cenas que tínhamos. Em uma das conversas com o diretor Deuta, ele propôs mesclarmos as imagens dos shows com cenas atuais da situação que estamos passando", concluiu Carrilho.

"Where Treasures Are Nothing" contou com produção a cargo de Diego Castro (The Ocean Revives, Purge, Abstracted, Summeria) e teve arte de capa de Carlos Fides (Almah, FlowerLeaf, Evergrey, Semblant, Noturnall, Trezzy, Silver Mammoth).

Site relacionado:
https://www.facebook.com/kryour/

Foto: Felipe Hervoso




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Clipes"


Slipknot: bastidores do vídeo clipe de UnsaintedSlipknot
Bastidores do vídeo clipe de "Unsainted"

Grey Daze: novo clipe da 1ª banda de Chester Bennington é dirigido por filho dele; vejaGrey Daze
Novo clipe da 1ª banda de Chester Bennington é dirigido por filho dele; veja

Finita: Confira vídeo clipe ao vivo de "Lucifer's Empire"Célio Azevedo: Confira o videoclipe de "Apocalyptic Scream"Jinjer: assista ao novo videoclipe lançado para a música "Noah"Arandu Arakuaa: banda de metal indígena lança novo videoclipePerdidos: banda lança "Vênus", seu primeiro vídeo clipe oficialPsilojam: assista clipe da faixa "Evil Ways"Canedy: baterista do The Rods lança nova música e clipe em projeto soloSecond Veil: lançado clipe oficial para música "Mistérios"

Guns N' Roses: banda tem um dos 10 clipes mais caros do mundo (vídeo)Guns N' Roses
Banda tem um dos 10 clipes mais caros do mundo (vídeo)

Skid Row: ninguém sabia, mas John 5 apareceu em um clipe delesSkid Row
Ninguém sabia, mas John 5 apareceu em um clipe deles


Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?Whiplash.Net
O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Two and a Half Men: Participações de astros do rockTwo and a Half Men
Participações de astros do rock


Sobre Ricardo Batalha

Ricardo Batalha, formado em Direito pela FMU, é um dos diretores da empresa ASE Press, integra o conselho editorial do Jornal Momento Notícias e vem trabalhando de forma fixa na Revista Roadie Crew desde 1996. Começou editando os fanzines Deathcore e Silent Rage e se tornou uma biblioteca do Metal brasileiro, colaborando para diversos veículos de mídia ligados ao Heavy/Rock desde os anos 1980. Suas bandas preferidas são Black Sabbath, Judas Priest e Accept, mas nunca escondeu a predileção pelo Hard Rock dos anos 80, especialmente o Ratt.

Mais matérias de Ricardo Batalha no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL