Kiko Loureiro: data de lançamento do novo álbum Open Source é divulgada

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

O guitarrista Kiko Loureiro revelou, por meio de um vídeo no YouTube, qual será a data de lançamento de seu novo álbum, "Open Source". De acordo com o músico, o disco, quinto de sua carreira solo e sucessor de "Sounds of Innocence" (2012), chega a público no dia 10 de julho.

Contra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal

Heavy Metal: 5 músicos que não são metaleiros mas amam o estilo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No vídeo, Kiko aborda o fraseado na guitarra que ele considera mais difícil de se tocar na música "EDM (e-Dependent Mind)". A faixa, presente no novo álbum, foi liberada como o primeiro single de "Open Source".

Confira, abaixo, o vídeo do guitarrista e o clipe lançado para a música.

"Open Source" foi mobilizado por meio de uma campanha de financiamento coletivo, em que fãs investiram valores para adquirir não só o disco em diferentes formatos, como, também, uma série de "prêmios" oferecidos pelo músico. O álbum foi gravado com dois ex-colegas de Angra de Kiko, Felipe Andreoli e Bruno Valverde, respectivamente no baixo e bateria.

O trabalho contará, ainda, com dois convidados especiais: São eles: os guitarristas Marty Friedman, ex-Megadeth, e Mateus Asato, brasileiro que tem conquistado grande destaque no exterior.

Em comunicado, Kiko Loureiro explicou que o conceito de "Open Source"está ligado ao termo que o intitula - algo como "código aberto" em tradução livre. A expressão é usada para definir softwares onde a fonte original é disponibilizada de forma gratuita, podendo ser redistribuído e modificado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A ideia, inclusive, foi aproveitada pelo guitarrista em sua campanha de financiamento coletivo. Além de estar vendendo as tablaturas de todas as músicas para serem tocadas na guitarra (por US$ 50 ou R$ 245, na cotação atual), Kiko vai liberar o material em pistas de gravação separadas para que outros músicos façam suas versões em cima do instrumental disponibilizado.

O crowdfunding ofereceu, ainda, o novo álbum em uma série de formatos como CD, download digital e LP, bem como outros "presentes", que vão desde ligações de Skype (US$ 150 ou R$ 735, na cotação atual) até as guitarras usadas na gravação, que vão de US$ 6 mil (R$ 29,7 mil) a US$ 9,3 mil (R$ 46,1 mil).

Kiko Loureiro: por R$ 14 mil, ele grava um solo de guitarra para sua músicaKiko Loureiro
Por R$ 14 mil, ele grava um solo de guitarra para sua música

Kiko Loureiro: o dilema ao precificar crowdfunding, com até guitarra de US$ 9 milKiko Loureiro
O dilema ao precificar crowdfunding, com até guitarra de US$ 9 mil

Veja, abaixo, a capa do álbum, feita por Gustavo Sazes.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Contra-baixo: as melhores introduções do Heavy MetalContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Heavy Metal: 5 músicos que não são metaleiros mas amam o estiloHeavy Metal
5 músicos que não são metaleiros mas amam o estilo


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280